Estranha Parada

Em junho de 1981 saiu a revista “Almanaque Sobrenatural” número 4, da editora Vecchi, que em suas páginas trazia uma HQ escrita por Lobo e desenhada pelo Bonini que se chamava “Estranha Parada”. Na época que essa revista saiu nas bancas eu tinha 7 anos incompletos (faço aniversário em novembro, então tinha uns 6 anos e alguns meses), mas meu pai comprou ela prá mim porque eu já esboçava minha preferência por arte e não esportes ou religião. Tenho até hoje na memória que fiquei fascinado com a HQ “Estranha Parada”, foi a primeira vez que vi referências ao sexo não convencional. Aquela cobra rastejando em direção ao paraíso, com a mulher amarrada no chão, suas pernas abertas e a calça abaixada, me deixou com tesão na época (apesar de que, com quase 7 anos, eu não sabia o que era tesão) e a idéia de cangaceiros esqueletos causou grande impressão em mim. Com meus quase 7 anos de idade, percebi que era possível misturar tudo e criar algo novo, o que só me causou problemas nos colégios nos meus anos seguintes, mas isso é coisa prá outro devaneio nostálgico que terei em outra oportunidade.

Posto aqui a HQ “Estranha Parada”, hoje em dia ela se tornou uma peça bem inocente e bobinha, mas gosto de pensar que essa idéia/argumento do roteirista Lobo poderia servir de ponto de partida para um filme sobre cangaceiros fantásticos, com uma pegada de horror gore erótico, personagens insanos, diálogos sarcásticos e tudo mais que deixa um filme virar uma boa e saudável diversão.

Uma resposta to “Estranha Parada”

  1. marcos valério alves david Says:

    Legal esse resgate de nossa Hqb. Tenho saudades dessa época, a década de oitenta, onde você podia encontrar excelentes gibis de terror como Spektro, Sobrenatural, Calafrio e Mestres do terror e cia, em uma banca empoeirada e escura. Depois da leitura, comentava-se as nossas impressões com os outros colegas, nunca admitindo, é claro, que estávamos nos borrando de medo e com receio de encontrar-mos o papa-figo, vampiros, lobisomens e toda sorte de monstros e outras aparições sobrenaturais.
    Eu só acho que ficou faltando os números 25 de Sobrenatural ( A namorada do Julinho), Spektro 23, o Almanaque de Terror 01 ( Aquele que apresenta um casal de esqueletos dançando em um baile macabro na capa).

    Marcos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: