O Porco, Os Aleijados e a Sereia

O mudo grita para seus amigos,

O cego olha as ninfas no abismo,

O surdo escuta o pianista sem dedos,

O andarilho sem pernas corre feliz sapateando.

.

E eu não me importo com mais nada;

Agora só quero arrancar o rabo

de peixe da linda sereia amada

e devorá-lo para descobrir

que gosto tal iguaria possuí!!!

Poesia de Petter Baiestorf com pintura de Leyla Buk (“Bitch-Absinthe Cryin” da Série “Putas Bêbadas”).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: