O Jantar

Na ordem social de hoje, o mais elevado tipo de sociedade humana está nas salas de estar. Nas elegantes e refinadas reuniões das classes aristocráticas não há nenhuma das impertinentes interferências da legislação. A individualidade de cada um é totalmente admitida. O intercurso, portanto, é perfeitamente livre. A conversação é contínua, brilhante e variada. Grupos são formados por atração. E são continuamente rompidos e reformados através da ação da mesma energia sutil e onipresente. A deferência mútua permeia todas as classes, e a mais perfeita harmonia jamais alcançada, nas complexas relações humanas, prevalece precisamente sob aquelas circunstâncias que os legisladores e homens de Estado temem como condições de inevitável anarquia e confusão. Se existem quaisquer leis de etiqueta, elas são meras sugestões de princípios, admitidos e julgados por cada pessoa, pela mente de cada indivíduo.

Seria concebível que em todo o futuro progresso da humanidade, com todos os inúmeros elementos de desenvolvimento que a época presente vem desdobrando, a sociedade em geral, e em todas as suas relações, não atingirá um grau de perfeição tão alto como certos segmentos da sociedade, em certas relações especiais, já atingiu?

Suponha que o intercurso da sala de estar seja regulado por uma legislação específica. Que o tempo permitido para cada cavalheiro dirigir-se a cada dama seja fixado por lei; que as posições que eles possam sentar ou ficar de pé sejam precisamente reguladas; que os assuntos sobre os quais eles tenham permissão de discorrer, e o tom de voz e os gestos que cada um possa fazer, sejam cuidadosamente definidos, tudo sob o pretexto de evitar a desordem e a violação dos privilégios e direitos uns dos outros. Poder-se-ia conceber algo melhor calculado e mais certo de converter todo intercurso social numa escravidão intolerável e numa confusão sem esperança?

* Quem deixar o nome do autor deste texto e em qual livro ele foi publicado aqui no Brasil, ganhará um filme da Canibal Filmes (podendo escolher um dos seguintes DVDs: “A Curtição do Avacalho”, “Zombio/Eles Comem Sua Carne”, “O Monstro Legume do Espaço 1 e 2” ou “Arrombada – Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!!”) + um exemplar do fanzine “Spermental # 19” (editado por Erivaldo Mattüs com ilustrações de Leyla Buk), postais de Leyla Buk/Petter Baiestorf e um split CD original com as bandas Merda e D.F.C.

SOMENTE VÁLIDO PARA RESPOSTAS DEIXADAS NOS COMENTÁRIOS. O primeiro que acertar receberá em casa o prêmio sem gastos. Válido somente até o próximo post (daremos a resposta e anunciaremos o vencedor aqui nos comentários). Promoção não válida aos colaboradores do Canibuk.

9 Respostas to “O Jantar”

  1. Foi Pearl Andrews em “A ciência da sociedade”..Ganhei?? rsrss

  2. S. Pearl Andrews em “A Ciência da Sociedade”.

  3. ah nem vou responder mais…
    queria TANTO o monstro legume. mimimimi

  4. Um dos nomes ainda está incorreto!
    Não há ganhadores ainda!

  5. bem… dei uma pesquisada no google.
    o nome do autor é stephen pearl andrews e o livro é “a ciencia da sociedade”.

    tomare que o incorreto tenha sido por falta do primeiro nome haha

    bj na bunda

  6. eu coloquei email fake.
    que burra meu!
    :C
    agora tá o certo.

  7. A resposta correta seria “autor: S. Pearl Andrews, publicado no Brasil no livro ‘TAZ – Zona Autônoma Temporária'”.

    Google se engana também.

    Mas como a primeira resposta está correta pela metade, enviarei o prêmio pro Rildo Aragão de França, Gárgula Cinzento (até porque foi o primeiro a responder), me mande e-mail com título “PROMOÇÃO O JANTAR CANIBUK” (este título no e-mail é importante porque eu não abro todos os e-mails que eu recebo).
    Petter Baiestorf.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: