Quem Sabe

Perdi minha branquela magrela.

Para sempre eu perdi.

.

E isso me tem custado

2 maços de marlboro,

150 mg de sertralina

e 4 de clonazepam

por dia.

Fora a bebida e os filmes pornôs,

e tudo o mais.

.

Perdi pra sempre minha magrela branquela

ou talvez…

(já é a bebida quem diz).

.

Quem sabe daqui dez anos nos reencontremos?

Nos perdoemos? Que eu mandei chamá-la

(padecendo do meu câncer ou efisema pulmonar)

e ela virá (se não tiver casada e com filhos,

se tiver: disfarça, e virá…)

.

Receberei-a sorrindo:

“a sua foi a bundinha mais linda que já tive,

e o seu foi o melhor tratamento que recebi…”

.

Um silêncio… A paz enfim…

.

Mas ela explode:

“Você foi um tremendo filho da puta!”, em lágrimas

enquanto chacoalha o cadáver nas pequenas,

delicadas mãos.

E será um belo final.

.

O mais provável (e menos bonito), por enquanto,

é que nunca mais nos encontremos,

eu vá morar noutra cidade

e pare de fumar.

poesia de Elias F. Pacheco.

Leia também “Cereja do Bolo“, de Elias F. Pacheco.

* Se você escreve poesias, textos, pinturas, ilustrações, quadrinhos ou quer divulgar seu filme, sua banda (e isso tudo tiver alguma coisa haver com a linha editorial do Canibuk), mande prá gente no e-mail baiestorf@yahoo.com.br que podemos publicar/divulgar.

7 Respostas to “Quem Sabe”

  1. sei como se sente… perdi o meu também… e essa dor não tem fim, esmaga meu coração por dentro… eu queria poder controlar a mente e a mão de Deus para ele me trazer de volta… Mas não posso e não consigo manipular Deus… uma hora, tudo passa, foi a melhor transa, a mais ardente a mais apaixonada… até aqui!!!

    • O ministério do Canibuk informa: Deus não existe!
      Atenciosamente,
      Petter Baiestorf.

      • Deus pode não existir, mas a mistura do “sagrado” e do “profano” ficou bonita: “Mas não posso e não consigo manipular Deus… uma hora, tudo passa, foi a melhor transa, a mais ardente a mais apaixonada… até aqui!!!”. Tem algo de paradoxal, de mundano em querer manipular um deus para transar legal, não? Nesse sentido, tem algo de transgressivo rs. Gostei.

  2. Luis Moura Says:

    Espaco alternativo com qualidade e fundamental, a cena alternativa tem de ter este compromisso. Normalmente os palcos para musica alternativa sao visivelmente inferiores, ao das porcarias comerciais vindas de fora nos eventos organizados, sem falar nos “caches”, milionarios pros de fora e apenas o suficiente ou nao, para despesas de locomocao ate o show para as alternativas!!!

  3. Belíssima poesia, transbordante de sentimento!
    Parabéns!

  4. Iza grunge Says:

    Foda.

    Suspirei… e da minha boca saiu um bafo de conhaque não tomado.

  5. Iza grunge Says:

    E com bundinha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: