Arquivo de cinema nacional

Promoção Canibal Filmes

Posted in Arte Erótica, Cinema, erótico, Fetiche, humor negro, Manifesto Canibal, Nossa Arte, Putaria, Roteiro, Sex Symbol, Surrealismo, Uncategorized, Vídeo Independente with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 2, 2017 by canibuk
Todo este mês de fevereiro de 2017 a Canibal Filmes estará entregando DVDs com frete grátis para todo o Brazil (para pedidos de no mínimo 03 peças). É uma ótima oportunidade para completar sua coleção de DVDs físicos (cheios de material extra) da produtora brasileira mais anárquica, sexy e selvagem, em atividade à mais de duas décadas. Se você quiser aproveitar o frete grátis entre em contato pelo e-mail baiestorf@yahoo.com.br (pagamento via depósito bancário).
Experimente e surpreenda-se!!!
 
Estão disponíveis para essa promoção os seguintes DVD:
DVD 1 – Vadias do Sexo Sangrento (2 DVDs cheio de curtas e material extra, legendas em inglês) “Vadias do Sexo Sangrento” é um filme erótico como nunca antes feito no Brasil – R$ 25,00
vadias-do-sexo-sangrento_qualidade-menor
DVD 2 – Zombio/Eles Comem Sua Carne (e muito material extra, legendas em inglês) “Zombio” é considerado o primeiro filme de zumbis brasileiro. “Eles Comem Sua Carne” é o filme mais sangrento realizado no Brasil no século XX. São dois cult imperdíveis no mesmo DVD – R$ 20,00

copia-de-zombio_grande

DVD 3 – Zombio 2: Chimarrão Zombies (e muito material extra, com legendas em inglês e espanhol) “Zombio 2: Chimarrão Zombies” é uma continuação superior à sua primeira parte, com muito sexo e cenas sangrentas acompanhamos as desventuras de um grupo de humanos egoístas em meio ao holocausto zumbi. “Zombio 2” foi selecionado em mais de 80 festivais de cinema fantástico ao redor do mundo, incluindo o Festival de Sitges, um dos mais conceituados do planeta – R$ 20,00
zombio-2
DVD 4 – Arrombada – Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!! (e muito material extra, legendas em inglês) “Arrombada” conta a história de um senador brasileiro que estupra meninas em festinhas regadas à drogas e bebidas em seu sítio isolado, muita putaria e sangue nesta história de arrepiar – R$ 20,00
arrombada_10-reais-5-reais-despesas-postais
DVD 5 – O Monstro Legume do Espaço parte 1 e parte 2 (e muito material extra, legendas em inflês) “O Monstro Legume do Espaço” foi o primeiro filme independente brasileiro com distribuição em todo o território brasileiro, é um cult do cinema nacional que conta com requintes de crueldade a história do alien filosófico aprisionado e torturado por humanos. No mesmo DVD a continuação deste clássico em filme mais sério sobre preconceito racial – R$ 20,00
o-monstro-legume-do-espaco_10-reais-5-reais-despesas-postais
DVD 6 – A Curtição do Avacalho (e muito material extra, incluíndo o documentário “Baiestorf: Filmes de Sangueira e Mulher Pelada” de KZL que conta toda a história sórdida do diretor Petter Baiestorf – R$ 20,00
copia-de-a_curticao_do_avacalho_capa_menor
DVD 7 – Mamilos em Chamas (Um dos longas mais agressivos da história do cinema brasileiro, inteiramente filmado com coelhos mortos reais, é uma história romântica escatológica única em toda a cinematografia nacional) – R$ 20,00
mamilos-em-chamas_frente
DVD 8 – O Triunvirato (cheio de material extra) é a história de Gurcius Gewdner, uma lenda do underground brasileiro em narrativa completamente insana – R$ 20,00
triunvirato_frente
DVD 9 – Festival Psychotronic Vol. 1 (com 12 filmes e o ensandecido trailer de “Zombio 2”: “Sacanagens Bestiais dos Arcanjos Fálicos” (longa pornô-gore ultrajante, talvez o filme mais insano já feito no Brasil, um filme com a espetacular cena de um militar sendo enrabado por velas acessas) + “Caquinha Superstar A Go-Go” (longa erótico com cenas de necrofília, sadismo, estupros e críticas sociais) + “Chapado”(média-metragem com um homens sendo enrabado por uma cruz gigante e muita chapação sem limites) + “Açougueiros” (média-metragem de horror) + “Boi Bom” (curta insano que mostra as maldades carnívoras que os homens podem fazer para não passarem fome) + “Deus – O Matador de Sementinhas” (curta demente sobre Deus) + “Criaturas Hediondas 2” (longa-metragem de sci-fi do início dos anos 90, um dos primeiros produzido no Brasil no sistema SOV) + “Ácido” (um curta que revela a demência de uma boa viagem de LSD) + “A Despedida de Susana: Olhos e Bocas” (curta experimental com movimentos de câmera elogiados pelo lendário diretor Carlos Reichenbach) + “Fragmentos de uma Vida” (curta ultra-gore, extremamente surreal e sangrento) + “Primitivismo Kanibaru na Lama da Tecnologia Catótica” (curta sujão, com clima primitivista nunca antes visto na história do cinema brasileiro) + “Super Chacrinha e seu Amigo Ultra-Shit em Crise Vs. Deus e o Diabo na Terra de Glauber Rocha” (longa-metragem experimental sobre alianças coorporativas, uma contundente crítica à corrupção brasileira) – R$ 20,00
dvd9_festival-psychotronic-vol-1

 

Querendo algum outro filme produzido pela Canibal Filmes (como o provocativo “Gore Gore Gays”, ou o longa gore “Raiva” ou o longa erótico “Bondage 2 – Amarre-me, Gordo Escroto!” ou ainda os médias “Blerghhh!!!”, “Cerveja Atômica”, “O Doce Avanço da Faca” ou outros, entre em contato conosco pelo e-mail baiestorf@yahoo.com.br e daremos um jeito de você consegui-los!
Se você quer encomendar apenas um título da Canibal Filmes, clique em nossa loja virtual MONDO CULT, onde é possível encomendar já com as despesas postais incluídas no preço final.
Escreva para a gente (baiestorf@yahoo.com.br) e se divirta conhecendo as produções mais insanas realizadas no Brasil!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Snuff – Vítimas do Prazer

Posted in Cinema, Literatura with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 26, 2017 by canibuk

snuff-livro-claudio-cunha

I – A Ideia

A linda moça banha-se alegremente no lago perdido na natureza, extasiando-se.

Do “triller” estacionado à beira da água, sai um rapaz, provavelmente seu companheiro de passeio, descascando uma laranja, aparentemente tranquilo.

A moça, da água, convida-o, brejeira, para partilhar. Ele solta a fruta, coloca a faca entre os dentes, como um Tarzan, e mergulha a seu encontro.

Felizes, riem.

Ele, com a faca.

Como numa brincadeira, a Lâmina da arma corta a alça do sutiã do biquini, fazendo saltar dois lindos e insinuantes seios.

Estranheza.

Uma transfiguração corre a expressão do moço. Tara?

A moça parece não entender. Procura fugir da água e do companheiro.

Perseguição.

Alcança.

Inicia-se uma tentativa de estupro.

A faca.

Ela grita para ser acudida. Não ouve eco.

Lábios e língua do rapaz correm desesperados pelos seios e corpo da moça, em resfôlegos.

A expressão dela diz que nunca antes tinha visto seu companheiro agir daquela forma. Desespero grande.

A expressão dele diz que não tem intenções de se acalmar. Os olhos fulminam, e a boca baba, excitada.

A faca.

As forças da menina querem ceder, mas não podem. Não podem… não podem… não podem…

Ele já a tem sob completo domínio.

A faca da laranja, ergue-se na mão do homem, e desce, implacável, ferindo um dos lindos e insinuantes seios da infeliz.

Um grito louco de dor, e a expressão de pavor.

As dores do ferimento são muitas. Insuportáveis.

Novo pedido de ajuda, agora só com os olhos. Forças faltam para a fala.

Novo golpe fez alongar a mancha de sangue que cobre o corpo feminino. Os olhos estalados,a  boca agora inerte, os últimos suspiros.

Doz rapaz. o estranho rir de quem está possuído.

Num estertor, a moça desfalece definitivamente.

Morre.

pagina-inicial-snuff-claudio-cunha

Michael caminha vagarosamente e desliga o projetor de filmes em 16mm, depois de ver correr na tela a palavra “the end”.

No outro canto da sala, visivelmente deprimido com o que acaba de ver, Bob, em silêncio. Respira e força um sorriso.

“Incrível! Nunca vi tanto realismo! Confesso que a cena me tocou as estruturas! Acho que nunca vi uma morte tão bem feita, em cinema!”

Michael, voltando o filme para o carretel que projetara.

“Então, gostou…pois vamos repetir essa cena no nosso trabalho…”

“Vamos precisar escolher a dedo, uma atriz!”

“Engano seu, meu caro Bob… Qualquer garota pode interpretar tão bem quanto esta que vimos. Aliás, nem esta era atriz…”

“Não?… Então, como? !…”

“Simples, amigo: a cena foi real. Ela morreu mesmo!”

Bob engoliu em seco. Conhecia muito bem o colega e sabia quando ele brincava e quando falava sério. Dificilmente se enganava. Seus olhos arregalaram, temerosos.

“Quer dizer que isto que vimos aconteceu de verdade?”

“Lógico!”

“E que no filme que vamos fazer, haverá uma cena como esta?… ou seja… alguém vai morrer de verdade?”

“Muito feliz, a sua dedução!”

Bob saltou da cadeira, automaticamente. Chegou-se à Michael, não querendo acreditar no que ouvia.

“Você está louco rapaz?”

“São ordens de Mr. Lorne…”

De verdade, Bob sentia vontade de esganar o cinismo do amigo. Mas era sensato, e sabia que uma ordem de Mr. Lorne não era para ser discutida, e sim cumprida. Mas queria se convencer de que aquilo era uma das raras brincadeiras de Michael. Uma interpretação muito bem feita.

A possibilidade era remota, mas tentou uma investigação:

“Onde é que você arranjou esta droga?”

“Isso eu não sei. Mas, se quer algumas informações, aqui vão: a intenção dos produtores disso aí que você viu, era filmar um estupro real, pra valer. Para isso, como sempre contrataram uma equipe mínima, e o ator arrumou uma virgem, uma menina com pretensões de fazer carreira em cinema. A cena foi ensaiada de uma forma, mas o ator havia recebido instruções para, na hora “H”, assaltá-la sexualmente. Foi dado algo para estimulá-lo. Mas a moça, assustada com a fúria do ator, reagiu violentamente, como você mesmo viu!”

“Incrível…”

“Ele havia sido pago para violentá-la de qualquer maneira. Pretendiam registrar tudo…”

Bob estava perplexo. A seriedade com que Michael discorria, começava a querer convencê-lo.

“Aí, aconteceu o imprevisto: os técnicos, contagiados pelo clima, estavam mais alucinados que o próprio ator. Tanto assim, que não perceberam que a faca de efeito havia sido trocada por uma real. Você viu o resultado…”

“Que absurdo!” caiu no sofá como se tivesse um enorme peso no corpo. Michael, inalterado:

“Foi um acidente que deu certo!”

“Ma como deu certo?”

“Quando o filme veio parar em nossas mãos, lá em Nova Iorque, não sabíamos que era real. Tentamos colocar no mercado clandestino. O sucesso foi absoluto. Nunca se pagou tão alto por uma cópia.”

“Mais que os filmes pornográficos?”

“Os filmes pornográficos se tornaram brincadeirinha de criança perto deste. Chegamos a fazer projeções especiais, cobrando mil dólares por cabeça. Lotamos o cinema.”

Bob está cada vez mais confuso.

“Mas este filme foi um acidente. Não pode ser refeito!”

pagina-final-snuff-claudio-cunha

A ideia de Bob era dissuadi-lo de tal ideia. Parecia que Michael estava hipnotizado pela possibilidade de repetir o sensacionalismo, deixando os próprios sentimentos de lado. Mas parecia cada vez mais distante pode convencê-lo do contrário.

“Mr. Lorne quer repetir o sucesso!”

Explodindo:

“Michael, isso é um crime!”

O sorriso cínico e inalterado do amigo aumentou a perplexidade de Bob.

“E a pornografia? Também não é um crime?”

Tentando contornar:

“É diferente, Michael. Os filmes pornográficos são feitos para casais entediados, ou pessoas solitárias. Gente que precisa de estímulo para o ato mais importante da vida. No fundo, sua função é até benéfica. Os médicos mesmos aconselham…”

“Isso é conversa fiada, Bob. Uma coisa não desculpa a outra.”

É, não havia mesmo jeito. Bob pensou um pouco, tentando desemaranhar a confusão que se instalara em sua cabeça. Meio minuto depois, tomou a decisão:

“Está certo. Mas eu não me meto neste negócio!”

Michael acabou de servir-se de um uísque no barzinho, e já voltou ao amigo. Mantendo o mesmo sangue frio. Antes do primeiro fole:

“Você já está metido em nossos negócios até o pescoço! Eu estou aqui para realizar um filme deste tipo, e é o que vou, ou melhor, vamos fazer!”

 

fim do primeiro capítulo de “Snuff – Vítimas do Prazer” de Claudio Cunha (editora MEK, editor Minami Keizi, 120 páginas, meados dos anos 80).

Veja o filme aqui:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boca do Lixo Style: Download do Sexo Sangrento

Posted in download, erótico, Manifesto Canibal, Vídeo Independente with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 22, 2016 by canibuk

vadias-do-sexo-sangrento_qualidade-menor

“Vadias do Sexo Sangrento” (2008, 30 min.) escrito, fotografado, produzido e dirigido por Petter Baiestorf. Maquiagens gore de Carli Bortolanza. Edição de Gurcius Gewdner. Com: Ljana Carrion, Lane ABC, Coffin Souza, PC, Jorge Timm e Petter Baiestorf.

lane-abc-chainsaw-em-vadias-do-sexo-sangrentoAo elaborar o “Arrombada – Vou Mijar na Porra do seu Túmulo!!!” (2007), já pensei numa espécie de trilogia da carne, que se seguiu com este “Vadias do Sexo Sangrento” (2008) e “O Doce Avanço da Faca” (2010). Todos com duração de média-metragens para, num futuro próximo, relançá-los como um longa em episódios intitulado “Gorechanchada – A Delícia Sangrenta dos Trópicos”. Inclusive neste ano de 2016 realizei uma exibição deste projeto “Gorechanchada” no Cinebancários de Porto Alegre com grande participação de público, como todos que ali estavam já conheciam os filmes rolou aquele climão de algazarra que tanto faz com que as sessões Canibal Filmes sejam a diversão que são.

ljana-carrion-coffin-souza-em-vadias-do-sexo-sangrento“Vadias” foi filmado no início do inverno de 2008 em 4 dias de filmagens e um orçamento de R$ 5.000,00. Reuni praticamente a mesma equipe de “Arrombada” (que já estava afinada) acrescida de Lane ABC e Jorge Timm (que não estava no elenco do filme anterior por estar em Tocantins). Com um roteiro melhor em mãos, cheio de metalinguagem (tentando avançar nas ideias que estava desenvolvendo na época em produções como “Palhaço Triste” (2005) e “A Curtição do Avacalho” de 2006) e pouca abertura para improvisações, fomos pro Rancho Baiestorf rodar um filme que deveria parecer improvisado do início ao fim (gosto da leveza que o clima de improvisação dá numa produção).

vadias-do-sexo-sangrentoNão lembro de nenhum contra tempo nas filmagens de “Vadias”. Foi um daqueles raros casos em que tudo deu certo e não tivemos problemas. Filmávamos apenas durante o dia (acho que apenas duas ou três seqüências que foram filmadas à noite) e ao anoitecer rolava um jantar regado à muita bebida, o que deixava a equipe e elenco bem descontraídos. O frio ainda não estava castigando, o que foi essencial para manter o bom humor do elenco que passava 90% do tempo pelado pelo set. Amo filmar com equipe reduzida, 12 pessoas no set (incluindo elenco) é o que considero o ideal, bem diferente de “Zombio 2” onde tivemos 72 pessoas trabalhando sem parar durante 23 dias.

ljana-baiestorf-e-coffin-em-vadias-do-sexo-sangrentoO lançamento do filme rolou num esquema muito parecido com o que já havíamos feito com o “Arrombada” e o relançamento de “Zombio” (1999). Desta vez resgatamos e re-editamos o policial gore “Blerghhh!!!” (1996) para relançar e completar o programa das exibições. Logo nos primeiros meses computamos 5 mil espectadores para o filme (em salas alternativas, cineclubes e mostras independentes) e as vendas do DVD duplo do filme foram de quase mil cópias. Possibilitou a produção de “Ninguém Deve Morrer” (2009) e a parte final da trilogia, “O Doce Avanço da Faca” (2010).

Todas as histórias de filmagens de “Vadias” irei contar no livro de bastidores que estou elaborando. Aguardem!!!

Para ler o roteiro de Vadias do Sexo Sangrento.

Para baixar VADIAS DO SEXO SANGRENTO.

Comprar DVD duplo de “Vadias do Sexo Sangrento” com extras e inúmeros curtas da Canibal Filmes de brinde, entre na loja MONDO CULT.

por Petter Baiestorf.

Fotos de bastidores de Vadias:

vadias_sexo_sangrento-013

Lane ABC e Ljana Carrion.

vadias_sexo_sangrento-038

Filmagens tão animadas que todos dançavam o tempo inteiro.

vadias_sexo_sangrento-051

Sangue cor de rosa.

vadias_sexo_sangrento-056

Bortolanza preparando o elenco.

vadias_sexo_sangrento-058

Ljana Carrion.

vadias_sexo_sangrento-074

Lane ABC, Ljana, Bortolanza e Jorge Timm.

vadias_sexo_sangrento-075

Lane, Ljana e Bortolanza.

vadias_sexo_sangrento-076

Jorge Timm.

vadias_sexo_sangrento-077

Lane e Ljana.

vadias_sexo_sangrento-079

Tapando as vergonhas.

vadias_sexo_sangrento-083

Souza e Ljana prontos para filmar.

vadias_sexo_sangrento-097

PC sendo preparado por Bortolanza para a massagem anal.

vadias_sexo_sangrento-093

PC tento prazeres incontroláveis com a massagem anal.

vadias_sexo_sangrento-104

Claudio Baiestorf cuidando das motosserras.

vadias_sexo_sangrento-109

Lane e Souza in Brazilian Chainsaw Massacre.

vadias_sexo_sangrento-157

Eu olhando pro pinto de Souza.

vadias_sexo_sangrento-161

Bortolanza, PC e Jorge Timm: Equipe dos sonhos delirantes.

vadias_sexo_sangrento-168

“Me dê uma expressão de horror!”

vadias_sexo_sangrento-171

Carli Bortolanza.

vadias_sexo_sangrento-192

Souza olhando pro pinto de PC.

vadias_sexo_sangrento-196

Elio Copini, Souza e Timm fiscalizando o orifício pomposo de PC.

vadias_sexo_sangrento-227

Jorge Timm pronto para receber Lane ABC em seu interior.

vadias_sexo_sangrento-244

Lane ABC autografando a barriga de Jorge Timm.

vadias_sexo_sangrento-248

Eu subindo numa árvore para tomadas aéreas.

vadias_sexo_sangrento-257

Eu tentando descobrir ângulos.

cine-horror-4

evil-matinee

vivisick_rj

 

Arrombada – Vou Mijar na Porra do seu Download!!!

Posted in Cinema, download, Vídeo Independente with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 21, 2016 by canibuk

arrombada_final

“Arrombada – Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!!” (2007, 42 min.) escrito, fotografado, produzido e dirigido por Petter Baiestorf. Maquiagens gore de Carli Bortolanza. Edição de Gurcius Gewdner. Com: Ljana Carrion, Coffin Souza, PC, Gurcius Gewdner e Vinnie Bressan.

Inspirado pelo caso do Juiz Lalau escrevi o roteiro de “Arrombada” em uns 3 dias e chamei uma equipe extremamente reduzida para filmar tudo em 4 dias. Minha ideia era realizar um sexploitation, com muitas cenas de sexo quase explícito, que fosse uma crítica ao poder, mostrar um senador (que também era juiz de direito) se aproveitando da impunidade no Brasil para cometer os mais terríveis crimes, sempre ajudado por seus cães fiéis (um religioso e um profissional liberal, não incluí um militar no bando porque queria deixar a segurança completamente de fora do filme, sem mostrar absolutamente nenhum cão fardado). O filme está cada vez mais atual diante o cenário político – e social – brasileiro, apesar de minha abordagem com toques de humor nonsense em algumas partes do filme.

01arromabada_sessao_a4

As filmagens de “Arrombada” aconteceram no inverno de 2007 e foram extremamente rápidas e sem contratempos. O único problema mais grave que aconteceu durante as filmagens foi que nossa câmera parou de funcionar numa madrugada de externas por causa da umidade, fazendo-nos perder aquela madrugada de trabalhos já que tínhamos apenas uma câmera na produção. Sim, o filme foi feito com orçamento nenhum (acredito que gastamos, ao final de tudo, R$ 1.500,00 na produção). Durante as filmagens algo engraçado era ver a agonia de Coffin Souza com aquele bigodinho Adolf Hitler Stylle, ele estava visivelmente envergonhado de estar usando o bigode daquele jeito, tanto que quando encerramos as gravações a primeira coisa que fez foi ir no banheiro retirar o tal bigodinho da vergonha. Um de nossos passatempos durante as filmagens era convidar ele pra ir até no mercadinho da vila onde estávamos filmando (ele nunca foi junto, lógico).

xxxxxoi-174

Vinnie Bressan, Gurcius, Souza (já sem o bigodinho da vergonha) e Ljana na bebedeira de encerramento das filmagens de “Arrombada”.

Por ser frio demais durante as filmagens, a equipe e elenco se aquecia bebendo vinho vagabundo. Acho que a equipe completa foi Carli Bortolanza, Ljana Carrion, Vinnie Bressan, Gurcius Gewdner, Coffin Souza, PC, Elio Copini, Claudio Baiestorf e eu. Como não rodamos making off desta produção posso estar esquecendo alguém.

cartazarrom“Arrombada” foi lançado em alguns cinemas de SC ainda em 2007, fazendo uma espécie de complemento ao longa-metragem “Mamilos em Chamas” do meu grande amigo Gurcius Gewdner, era uma sessão bastante única na história do cinema brasileiro e o público se divertia demais, nenhuma das sessões foi comportada. No lançamento de “Arrombada” botamos a banda de industrial harsh A Besta para animar o público antes e depois da sessão, também promovemos o re-lançamento de “Zombio” (1999) para essa ocasião e depois desmembramos o programa, com “Arrombada” fazendo sua bilheteria e “Zombio” tendo o re-lançamento à parte. Para as sessões na região de Palmitos/SC, mandei confeccionar um grande cartaz onde se lia “Filmado com meninas da região” e “Não ria!!! Sua irmã pode estar neste filme!!!”, claro que lotou as sessões de caras sedentos pelas garotas da região (Ljana era de Florianópolis, mas a magia do cinema exploitation deve ser mantida). Essas sessões de Palmitos realizamos, ainda, em clima de “proibição”, pessoal chegava meio que escondido nas sessões, tendo um gostinho de estar vivendo nos tempos da lei seca ou da censura militar brasileira. O público adora se sentir parte de algo secreto, é importante fazê-los acreditarem que estão participando de algo fora-da-lei. Claro que o que funcionava 10 anos atrás não quer dizer que ainda funcionará nos dias de hoje.

Para ler o roteiro de Arrombada.

Para baixar ARROMBADA – VOU MIJAR NA PORRA DO SEU TÚMULO!!!

Comprar DVD de Arrombada com extras e inúmeros curtas da Canibal Filmes de brinde, entre na loja MONDO CULT.

por Petter Baiestorf.

Veja o trailer de “Arrombada” aqui:

Algumas fotos de bastidores:

dsc07830

Gurcius experimentando o olho arrombado.

ljana-carrion-sendo-esquartejada-em-arrombada

Preparando a carne para o churrasco dos poderosos.

petter-baiestorf-dirigindo-ljana-carrion-coffin-souza

Baiestorf dirigindo Ljana e Souza.

wide-013

Ljana repensando a vida e passando frio.

wide-019

Ljana sendo maquiada por Carli Bortolanza.

xxxxxoi-007

Repassando o roteiro.

xxxxxoi-028

Elenco se diverte enquanto a equipe técnica prepara alguma tomada.

xxxxxoi-041

Ljana e Souza.

xxxxxoi-065

Baiestorf, Souza e PC.

xxxxxoi-071

Elio Copini colocando as fraldas em Carli Bortolanza.

xxxxxoi-072

Gurcius e Vinnie.

xxxxxoi-081

Erros de gravação geram risadas intermináveis.

xxxxxoi-082

Vinnie e Carli em seu momento Zatoichi.

xxxxxoi-090

Carli Bortolanza preparando o sapato do senador.

xxxxxoi-091

Como cegar um senador.

xxxxxoi-111

Claudio Baiestorf, Ljana, Vinnie e Souza se aquecendo na madrugada fria.

xxxxxoi-112

Repassando o roteiro na madrugada.

xxxxxoi-120

Bortolanza empalando Vinnie.

xxxxxoi-123

Mangueirinhas do chafariz anal.

xxxxxoi-126

Ljana e Gurcius esperando a chamada pra filmar.

xxxxxoi-128

O Chafariz anal de “Arrombada” funciona!!!

xxxxxoi-178

Vinnie e Claudio Baiestorf.

cartaz-pc-curvas

cartaz%2bpara%2bcoimbra

flyer-cine-transgressao

 

Viradão de Cinema Fantástico no Festival de Cinema de Vitória

Posted in Arte e Cultura with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 11, 2016 by canibuk

O cinema fantástico nacional está na moda e está ganhando visibilidade em inúmeras mostras de cinema que não tem tradição na exibição de produções neste gênero. Em 2014 já havia ganho a “Mostra Bendita” na Mostra de Cinema de Tiradentes com a exibição do longa “As Fábulas Negras” de José Mojica Marins, Rodrigo Aragão, Joel Caetano e Petter Baiestorf e a produção “Noite” de Paula Gaitán. Leia a história do Cinema Fantástico Brasileiro aqui no Canibuk.

Agora é a vez do Festival de Cinema de Vitória incluir em sua programação uma pequena mostra, intitulada “Viradão Novo Cinema de Horror“, na sua programação, atestando que finalmente os grandes festivais de cinema estão percebendo que o Cinema Fantástico brasileiro tem um grande apelo junto ao público.

No dia 19 de novembro, um sábado, com início à 01 hora da madrugada no Teatro Carlos Gomes, com previsão de acabar somente às 07 da manhã do mesmo sábado, o viradão promete uma divertida noitada aos cinéfilos que se aventurarem pelos domínios do gênero fantástico brasileiro. Acompanhe as novidades do Festival pelo site oficial: http://festivaldevitoria.com.br/23fv/

Os seguintes filmes estão programados no Viradão:

“13 Histórias Estranhas” (Ficção, 90′, SC, 2015), de Fernando Mantelli, Ricardo Ghiorzi, Cláudia Borba, Petter Baiestorf, Marcio Toson, Cesar Coffin Souza, Rafael Duarte, Taísa Ennes Marques, Gustavo Fogaça, Renato Souza, Leo Dias de los Muertos, Paulo Biscaia Filho, Felipe M. Guerra, Filipe Ferreira, Cristian Verardi. Filme coletânea. São 13 histórias curtas, onde o numeral é a base do roteiro.
13-estorias-estranhas
“A Casa de Cecília” (Ficção, 102′, RJ, 2015), de Clarissa Alpett. Cecília tem 14 anos e está sozinha em casa há duas semanas. Após dias intercalados de solidão e euforia, Lorena, uma adolescente misteriosa, surge em sua casa. Apesar da nova companhia, a casa parece ficar cada vez mais vazia e os eventos, cada vez mais peculiares.
a-casa-de-cecilia
“Encontro Às Cegas” (Ficção, 10′, RJ, 2016), de Isabela Costa. Quando um vampiro cego, em pleno 2016, atrai suas vítimas por meio de aplicativos de celular, uma surpreendente chegada muda o rumo da noite.
encontro-as-cegas
“O Diabo Mora Aqui” (Ficção, 80′, SP, 2015), de Dante Vescio e Rodrigo Gasparini. Jovens numa casa assombrada.
o-diabo-mora-aqui
“O Duplo” (Ficção, 25′, SP, 2012), de Juliana Rojas. Silvia é uma jovem professora em uma escola de ensino fundamental.  Certo dia, sua aula é interrompida quando um dos alunos vê um duplo da professora andando no outro lado da rua. Silvia tenta ignorar a aparição, mas este evento perturbador passa a impregnar seu cotidiano e alterar sua personalidade.
o-duplo
“O Segredo da Família Urso” (Ficção, 20′ SC, 2014), de Cíntia Domitt Bittar. 1970, ditadura militar brasileira. Geórgia, uma menina de 8 anos, é proibida de entrar no porão de sua casa, onde costumava brincar. Longe dos olhos dos pais e da velha babá, Geórgia encontra a porta destrancada: há alguém lá dentro.
o-segredo-da-familia-urso
Quem estiver em Vitória/ES nesta data, fica aqui a dica para aproveitar o viradão. O fantástico brasileiro é o gênero cinematográfico nacional que mais tem conseguido, por conta própria, espaço em importantes festivais pelo mundo. “Zombio 2” (Petter Baiestorf), “Mar Negro” (Rodrigo Aragão), “Cabrito” (Luciano de Azevedo), “Encosto” (Joel Caetano), “Bom Dia, Carlos!” (Gurcius Gewdner), “FantastiCozzi” (Felipe M. Guerra), “Nervo Craniano Zero” (Paulo Biscaia) são apenas alguns dos filmes brasileiros que tem sido exibidos em vários festivais importantes do gênero fantástico por todas as partes do mundo. E é muito bom ver o gênero sendo reconhecido, também, em festivais de cinema brasileiro.
Bom Viradão à todos e obrigado por prestigiarem o cinema fantástico nacional!
Assista o documentário que o Canal Brasil produziu sobre o cinema fantástico brasileiro:
https://www.youtube.com/watch?v=XiSl3sb0MTY

 

 

Super Chacrinha e seu amigo Ultra-Shit em crise Vs. Deus e o Diabo na Terra de Glauber Rocha

Posted in Cinema, download, Fan Film, Manifesto Canibal, Vídeo Independente with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on setembro 24, 2016 by canibuk

Dando prosseguimento aos filmes que estou colocando para download, segue hoje a produção “Super Chacrinha e seu Amigo Ultra-Shit em Crise Vs. Deus e o Diabo na Terra de Glauber Rocha” (1997, 118 min.).

digitalizar0032

“Super Chacrinha…” foi uma pausa nos filmes extremos que eu vinha fazendo naquela época. Não tem ligação nenhuma com os goremovies anteriores que tinha feito – como “O Monstro Legume do Espaço” (1995), “Eles Comem Sua Carne” (1996) ou “Blerghhh!!!” (1996) – , nem com os posteriores que foram ainda mais radicais ao misturar gore com pornografia – como “Deus – O Matador de Sementinhas” (1997), “Boi Bom” (1998), “Gore Gore Gays” (1998) ou “Sacanagens Bestiais dos Arcanjos Fálicos” (1998).

“Super Chacrinha…” tem forte inspiração do filme “Abismu” (1977) do Rogério Sganzerla, entre outras produções experimentais (a citar algumas: “Matou a Família e Foi ao Cinema” (1970) de Júlio Bressane, “Cabeças Cortadas” (1970) de Glauber Rocha, “Meteorango Kid: O Herói Intergalático” (1969) de André Luiz de Oliveira e “Bang Bang” (1971) de Andrea Tonacci). Não ficou tão bacana quanto estes clássicos que o inspiraram, lógico,mas é um filme que gostei muito de realizar. Acredito que os envolvidos na produção se divertiram muito mais do que o público vá se divertir. Impossível saber quem pode gostar deste filme (já tive espectador me confidenciando que adorou cada momento do filme e espectador versando sobre o quanto é medíocre).

renomear-046

As filmagens aconteceram em 4 meses durante o ano de 1997, com um roteiro que eu ia elaborando a cada dia durante a produção. Funcionava mais ou menos assim: Eu chegava num cenário com a equipe e bolava as cenas na hora. Inicialmente o filme teria 4 horas, mas quando estava editando, com ajuda de Carli Bortolanza, optamos por deixá-lo com a metade da duração originalmente planejada. O filme é uma espécie de road-movie marginal, foi filmado em uns 12 municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, incluindo a cidade de Gramado onde acontecia o vigésimo quinto Festival de Gramado e, em sistema de guerrilha completo, entramos nas comemorações com nossas câmeras e filmamos algumas pontas de globais pro filme (não lembro de cabeça, mas acho que aparecem no filme, além do Ivan Cardoso, Marcos Palmeiras, Hugo Carvana, José Lewgoy e a mãe de Glauber Rocha). Todo o dinheiro arrecadado com bilheterias dos meus filmes anteriores sumiu realizando o “Super Chacrinha…”. Foi divertido para quem integrou a equipe desta produção (se não me falha a memória, Jorge Timm, Claudio Baiestorf, Carli Bortolanza, E.B. Toniolli e José Salles foram as pessoas que me acompanharam durante toda a produção).

super-chacrinha-e-seu-amigo-ultra-shit-em-crise-vs-deus-e-o-diabo-na-terra-de-glauber-rocha_1997

Para baixar o filme e assisti-lo é só clicar no nome dele: SUPER CHACRINHA E SEU AMIGO ULTRA-SHIT EM CRISE VS. DEUS E O DIABO NA TERRA DE GLAUBER ROCHA.

abaixo vídeo com Ivan Cardoso durante o Festival de Gramado de 1997 (essa entrevista foi realizada enquanto estávamos filmando o “Super Chacrinha…”).

Roteiro de Zombio 2: Chimarrão Zombies

Posted in Cinema with tags , , , , , , , , on outubro 18, 2014 by canibuk

Em 2013, com ajuda de 72 amigos e 9 produtoras (Canibal Filmes, Bulhorgia Produções, El Reno Fitas, Camarão Filmes e Ideias Caóticas, Suigeneris Filmes, Necrófilos Produções, Zumbilly, Fábulas Negras e Gosma), consegui filmar o roteiro que escrevi para “Zombio 2: Chimarrão Zombies”, a continuação de “Zombio” que realizei em 1999 e que, sei lá porque, virou influência/referência aos produtores de filmes independentes brasileiros. Assim como já postei aqui os roteiros de “A Curtição do Avacalho“, “Arrombada – Vou Mijar na Porra do Seu Túmulo!!!“, “Vadias do Sexo Sangrento” e “Ninguém Deve Morrer“, torno hoje público o roteiro de “Zombio 2”, escrito numa sentada de 6 dias e depois, durante as filmagens, re-escrito para se re-adequar ao orçamento que tínhamos na mão (uns 30 mil reais). Aliás, se algum desenhista e algum editor quiserem conversar sobre uma possível revista com este roteiro quadrinizado, estou disponível no e-mail baiestorf@yahoo.com.br (quem quiser comprar o filme pra comparar com o roteiro pode escrever para este mesmo e-mail).

Zumbi_BaiestorfRoteiro de Zombio 2: Chimarrão Zombies

ROTEIRO OFICIAL.
ARGUMENTO E ROTEIRO DE PETTER BAIESTORF.
REVISÃO DE DIÁLOGOS POR COFFIN SOUZA.

CRÉDITOS EM TELA ESCURA:
1- “Para Jorge Timm (xxxx-2012)”
2- “CANIBAL FILMES apresenta”

Seq. 01 – Banheiro do apto. de Baiestorf/dia ou noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera focalizando parede branca durante alguns segundos, até sangue respingar contra ela (soprar este sangue contra a parede com boca, efeito vai funcionar bem como um respingo em jorros).
Homem (marido de Yoko, também conhecida como Viúva Negra), com faca penetrando sua carne, tripas saindo de seu corpo e muito sangue, caí aos pés de mulher nua. Câmera realiza travelling pelo corpo nu da mulher até enquadrar seu rosto que sorria sadicamente.
Yoko se agacha e retira sua faca do corpo do homem.
Sangue respinga contra seu corpo nu.
Yoko gargalha do cadáver ali aos seus pés.
Close em sua mão ligando o chuveiro.
Close na água saindo do chuveiro.
Close na água limpando o sangue que havia nos seus seios.
Close no sangue saindo das tripas e se misturando a água.
Close no ralo do banheiro com água escoando.
Close em Yoko passando as mãos sobre o rosto.
Close em sua mão desligando o chuveiro.
Close na água parando de sair do chuveiro.
Plano médio com Yoko nua saindo do chuveiro, pega a toalha e se seca. Ela para e olha para o cadáver.
Close do cadáver morto.
Close em Yoko que lhe diz, suavemente.

Yoko: Adeus!

Adriano Trindade de Freitas e Petter Baiestorf em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 02 – Frente da casa de Souza/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto (com câmera posicionada rente ao chão) da casa de Euclides por alguns segundos, até que um jorro de vômito caí no chão, pertinho da lente da câmera, muito pegajoso e nojento, escorrendo ali.
Plano médio de Klaus, irmão de Euclides, vomitando com um garrafa de pinga quase vazia nas mãos e uma mochila velha nas costas, se recompõe e vai em direção da casa.
Plano fechado de Klaus batendo na porta de Euclides. Não recebe resposta.
Plano médio com Klaus indo até a janela com grades de Euclides.
Plano médio de dentro da casa para fora para registrar Klaus gritando.

Klaus: “Euclides???… Porra, abre aí porra, é o teu maninho!”

Plano aberto com Klaus insistindo.
Plano médio com Klaus gritando.

Klaus: “Porra Euclides, to sem bebidas, abre aí que eu sei que tu já voltou da tua folga do final de semana! Abre aí porra!!!”

Plano fechado de Klaus pensativo. Ele resmunga.

Klaus: “Foda-se!”

Plano aberto com Klaus saindo ali da casa.

Airton Bratz e Petter Baiestorf_Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 03 – Mesa de edição/resumo do primeiro filme.
Música:
Elenco:
Cenas:

Resumir primeiro filme dando destaque para a personagem de Euclides (cortando fora qualquer alusão à personagem de Tânia).
FILMAR UM DISCO VOADOR DECOLANDO COM MESMA ILUMINAÇÃO DO FILME ORIGINAL PARA INCLUIR NA CENA ONDE ZUMBIS OLHAM PARA CÉU.

Narrador: Euclides é o irmão de Klaus! Alguns dias atrás ele foi passar o final de semana na Ilha Redonda que fica na Vila de Katsumi e não retornou. Euclides fornecia bebidas, maconha e comida para Klaus, seu irmão mais velho que optou por virar um mendigo em protesto contra o mundo capitalista. Euclides encontrou na Ilha Redonda uma sacerdotisa alienígena que, através de técnicas de voodoo espacial, havia re-animado os cadáveres podres de trabalhadores braçais enterrados na ilha paradisíaca para que raptassem um macho terráqueo para levá-lo ao seu planeta onde iriam criar uma raça de novos alienígenas, metade humano, metade legume, através de sexo selvagem. Euclides foi o macho escolhido. Juntos, Euclides e a sacerdotisa, foram para um planeta ainda desconhecido dos humanos e deixaram para trás zumbis sedentos por carne humana que se tornaram um problemão aos moradores da Vila de Katsumi. Klaus vai investigar o sumiço de seu irmão, mas é claro que não vai chegar nem perto de descobrir o que realmente aconteceu com Euclides. Eis aqui a verdadeira história de um ataque de zumbis como nunca antes presenciado pela humanidade!!!

FILMAR ALGUMAS CENAS DE KLAUS REVIRANDO LIXO E OUTRAS PARA ELABORAR UMA EDIÇÃO DE IMAGENS BEM ILUSTRATIVA À NARRAÇÃO.

Alexandre Brunoro em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 04 – Beira do Rio Uruguai/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:
Plano aberto com 4 homens, colonos da Vila de Katsumi, todos armados de espingardas. Bebiam chimarrão.
Close em Américo Giallo.

Américo Giallo: Não sei o que são essas coisas podres que estão na Ilha Redonda, mas vocês devem ficar aqui atentos, atirem em qualquer um destes mortos ambulantes que cruzarem o rio. Temos que proteger nossas famílias! Vou ligar para a polícia enviar investigadores!

Enquanto Américo Giallo fala colocar de inserts closes dos rostos dos colonos armados. Dar ênfase a eles bebendo chimarrão. Erva mate Cronenberg.
Plano médio, com arma de um dos colonos em primeiro plano, enquanto Américo Giallo se afasta em busca de ajuda.

Seq. 05 – Beira do Rio Uruguai, algum lugar parecido com a ilha/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto de vários zumbis podres, maquiagem igual aos zumbis criados para “Zombio” em 1998. Cada vez mais os mortos vão se reunindo na beirada do rio e olhando para a Vila de Katsumi que ficava no outro lado da margem.
Travelling mostrando vários zumbis em primeiro plano.
Plano aberto com câmera sob a água, os zumbis começam a se mover lentamente em direção a água, deixar claro que eles vão cruzar o rio. Fazer alguns zoons italianos aqui.
Plano médio mostrando os zumbis entrando no rio e continuando sua caminhada rumo ao outro lado.

Alexandre Brunoro_Airton Bratz_Foto Andye IoreSeq. 06 – Casa usada para filmar Blerghhh/interior/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado de Américo Giallo no telefone falando com a polícia.

Américo Giallo: Não, eu não faço a mínima idéia do que causou isso, mas são mortos ambulantes, com certeza são humanos como eu, como você, que levantaram, de alguma maneira, de suas tumbas e estão atacando as pessoas vivas e devorando suas carnes. Estamos tentando manter os mortos ambulantes da Ilha Redonda, mas mandem reforços! Eu sei que o que estou dizendo pode parecer absurdo, mas mandem ajuda, por favor!!!

Seq. 07 – Banheiro do apto de baiestorf/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Detetive Chibamar Bronx está agachado sob o corpo mutilado do marido de Yoko, a viúva Negra. Está pensativo.
Plano médio de Chibamar Bronx olhando em direção a porta do banheiro (onde estava um policial gordo comendo rosquinhas) e fala.
Close das mãos de Chibamar Bronx roubando os anéis que o marido da Yoko, a viúva negra, tinha nos dedos, para inserts enquanto ele fala.

Chibamar Bronx: Isso é obra da Viúva Negra, é o quinto marido que ela mata em menos de dois anos. Vocês da policia são lerdos demais nas investigações, mas agora, comigo dando apoio no departamento da inteligência, vocês tem alguma chance de resolver estes casos mais complicados.

Policial Gordo, sem vontade nenhuma, comia rosquinhas e ouvia Chibamar Bronx falando. Ao fim da frase o chefe da policia, de terno e também gordinho comendo rosquinhas, se para ao lado do policial gordinho.
Plano médio em Chibamar Bronx se levantando. Enquanto guarda os anéis em seus bolsos, diz.

Chibamar Bronx: Bom dia ao meu chefe de policia preferido! Vai ser moleza descobrir quem é a Viúva Negra, já estou coletando pistas fundamentais para resolver o caso!

Plano médio no chefe da polica e no policial gordinho.

Chefe da policia: Bom dia Bronx… Chibamar Bronx! É bom contar com sua inteligência no nosso quadro de funcionários. Mas deixe um pouquinho de lado essas investigações sobre a viúva negra porque preciso que você vá até a Vila de Katsumi investigar alguns telefonemas que relataram o avistamento de mortos ambulantes.

Plano médio em Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Mortos ambulantes? Isso me cheira a trote de criança, mas deixa comigo chefe, um dia no campo sempre é bem vindo! E vai que pelo caminho eu encontre a viúva negra!

Plano geral com os três oficiais da lei rindo da frase de Chibamar Bronx.

André Luiz derretendo em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 08 – beira do rio Uruguai/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Colonos que estavam armados em guarda, bebendo chimarrão, começam a suar.
Plano médio deles começando a passar mal.
Close em alguns rostos suados.
Close em colono babando.
Close nas veias ficando saltadas e visíveis em seus rostos.
Plano fechado dos colonos caindo no chão, como que se mortos.
Close no chimarrão caído ao lado dos corpos.
Close no pacote de erva mate onde se lia “Erva Mate Cronenberg”.

Baiestorf_Cadáver_Foto Andye IoreSeq. 09 – beira do rio Uruguai/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano média dos Zumbis lentos e podres emergindo das águas do rio Uruguai. Eles caminham em direção aos cadáveres dos colonos recém mortos ali.
Plano médio dos zumbis saindo da água, alternado com planos deles indo em direção aos cadáveres dos colonos. Alternar zooms em direção aos zumbis podres com zooms em direção aos cadáveres frescos.
Os zumbis passam pelos cadáveres, se não estão vivos não servem de comida.
Zumbis podres caminhando em direção a câmera.

Seq. 10 – CRÉDITOS.
Música: Spencer Moore – “Driveway to the Cemetery”.

Decidir se colocaremos sobre a imagem dos zumbis podres e lentos caminhando ou se colocaremos sobre uma tela vermelha chapada.

“ZOMBIO 2: CHIMARRÃO ZOMBIES”

Baiestorf_Foto Andye Iore2Seq. 11 – Rua asfaltada, trecho entre palmitos e Ilha redonda/dia.
Música: Spencer Moore – “Driveway to the Cemetery”.
Elenco:
Cenas:

Klaus, com sua mochila às costas e suas roupas farrapos, caminhando em direção a Vila de Katsumi. Fazer tudo que é tipo de closes, ângulos, zoons, etc e depois editar para ficar harmônico.

SOBRE ESSAS IMAGENS COLOCAR OS CRÉDITOS INICIAIS DO FILME:

Atores + Equipe-técnica principal.

Baiestorf_GG Allin Zumbi_Foto Andye IoreSeq. 12 – Beira do rio Uruguai/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto com Américo Giallo caminhando em direção a câmera, ele só vai parar quando seus olhos ficarem completamente enquadrados na imagem, tomando a tela inteira. E assim permanecerá durante alguns segundos.Américo Giallo estava olhando os cadáveres de seus amigos.
Travelling em plano quase fechado sobre os cadáveres.
Câmera aberta em zoom até fechar no rosto de Américo Giallo. Pensativo. Sério.
Plano aberto médio mostrando os cadáveres e pernas de Américo Giallo em pé, que logo se agacha, sempre olhando para seus companheiros.
Close na cuia de chimarrão.
Plano fechado no rosto de Américo Giallo.
Close em sua mãos pegando a cuia de chimarrão.
Plano aberto com Américo Giallo segurando a cuia de chimarrão, olhando para seus companheiros.
Plano fechado no rosto de Américo Giallo.

Seq. 13 – Rua asfaltada, trecho Palmitos – Ilha Redonda/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close do sol brilhando no céu.
Câmera ao longe dá zoom até chegar no rosto de Klaus que caminhava pela rua asfaltada que dá até a Vila de katsumi.
Plano aberto de Klaus tentando pegar carona. Nenhum carro a vista.
Close no rosto suado e cansado de Klaus.
Plano aberto com Klaus indo se sentar no acostamento. Abre sua mochila e bebe pequena garrafa de pinga que ele tinha. Suspira de cansaço e tédio.

Banquete de tripas em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 14 – Casa do Blerghhh/externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio mostrando os três colonos que Américo Giallo achou na beirada do rio deitados enfileirados na entrada da casa de Américo Giallo, que fazia divisa com um bar dos mais podres (ao estilo do bar de “O Monstro Legume do Espaço 2”).
Plano médio de Américo Giallo olhando para os cadáveres.
Plano do Bodegueiro do bar vagabundo ao lado, com paninho nas costas, olhando sem reação os mortos.
Plano aberto mostrando uma geral, outros quatro colonos bebiam chimarrão enquanto velavam os mortos jogados ali no chão.

Zoom vagaroso até enquadrar rosto de Américo Giallo que estava olhando para os cadáveres.
Na sua imaginação ele chega até ao lado de um dos corpos.
Close no rosto de Américo Giallo olhando pros cadáveres.
Close de um dos cadáveres com moscas.
Plano médio com Américo Giallo levantando um dos corpos, com sua boca chegando próximo a boca do cadáver, neste instante a mão do Padre pega em seu ombro.
Close no rosto de Américo Giallo que fazia um biquinho de quem iria beijar o cadáver, mas zoom abre o enquadramento e revela que Américo Giallo estava em pé, no mesmo lugar de antes, com o Padre atrás dele, tendo terminado de colocar a mão em seu ombro.
Close do Padre.

Padre: Obrigado pela sombra, meu filho, está um calor demais!… Como é seu nome meu filho?
Américo Giallo: Américo Giallo!
Padre: Américo meu filho, essa nossa região está um calor absurdo, mas mesmo assim vou aceitar um chimarrão!

Padre termina a frase olhando para a cuia de chimarrão na mão de um dos colonos.

Américo Giallo: Sim Padre, deixa que eu pego pro senhor!
Padre: Se tiver uma pipoquinha vou querer também!

Plano médio de Américo Giallo pegando a cuia de chimarrão.
Close no bodegueiro que bebe uma pinga em um martelinho.
Close nos mortos para inserts.
Plano médio de Américo voltando até no Padre, lhe entrega a cuia de chimarrão, Padre bebe um pouco!
Close no Padre bebendo chimarrão, ao terminar de beber ele pergunta à Américo Giallo.

Padre: Américo, meu bom moço, estes senhores certamente eram católicos?
Américo Giallo: Sim padre, somos uma comunidade de descendentes de italianos, todos aqui são católicos!
Padre: Sim, sim, só estava averiguando meu filho, hoje em dia está cheio de evangélicos por aí, então não custa perguntar antes né?

Close em Américo Giallo que só olha, sem nada dizer!
Close nos cadáveres com moscas sobre seus rostos.
Close no Padre olhando para os cadáveres.

Padre: É um pecado ter que enterrar estes bons moços que certamente pagavam o dízimo em dia! Ho senhor, nosso rebanho só diminui!!!

Elio Copini e Adriano Trindade de Freitas em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 15 – Rua asfaltada, trecho Palmitos – Ilha Redonda/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio em Klaus com dedão pedindo carona.
Plano fechado de carro passando em alta velocidade com um loirinho (Jack Orloff) dentro do carro.
Close no rosto de Klaus, zoom da câmera saindo do rosto de Klaus até no outro lado da rua. Klaus joga sua mochila com raiva no chão, aos moldes de Bud Spencer.

Coffin Souza_Flávio Sperling_Petter Baiestorf_Foto Andye IoreSeq. 16 – Casa do Blerghhh/externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto da casa de Américo Giallo com cadáveres na frente da casa dele, Padre abençoando-os, colonos bebendo chimarrão, bodegueiro em pé na entrada de seu bar tosco, com Américo Giallo olhando tudo quieto.
Plano do carro de Chibamar Bronx se aproximando, com câmera acompanhando a chegada do carro que estaciona na frente do bar. Enquanto o carro estaciona Américo Giallo para ao lado do bodegueiro.
Close em Américo Giallo.

Américo Giallo: Me dá uma purinha?
Bodegueiro: É prá já Américo!

Plano médio de Américo Giallo parado na frente do bar olhando para o carro de Chibamar Bronx, enquanto o bodegueiro está mais ao fundo pegando um pinga.
Plano de Chibamar Bronx saindo do carro e parando perto do bar, quase ao lado do Américo Giallo.
Plano aberto do bodegueiro voltando com a pinga pro Américo Giallo.
Plano fechado em Chibamar bronx.

Chibamar Bronx: Me dá uma lambidinha!
Bodegueiro: É prá senhor!

Continua no Plano aberto com bodegueiro se afastando dali. Américo Giallo bebe sua pinga. Chibamar Bronx lhe pergunta.

Chibamar Bronx: Aqui é a Vila de Katsumi?
Américo Giallo: Sim, é aqui!
Chibamar Bronx: Bem, eu sou da polícia, vim averiguar algumas ligações de mortos ambulantes que foram feitas daqui!

Bodegueiro volta com uma cerveja Lambidinha neste momento e entrega prá Chibamar Bronx.
Close do rótulo da cerveja Lambidinha.
Close de Chibamar Bronx que toma a cerveja lambidinha enquanto Américo fala. Bodegueiro fica parado ali ao lado deles, só ouvindo.

Américo Giallo: O Senhor é da polícia?
Chibamar Bronx: Sim, sou Chibamar Bronx, investigador particular que ajuda a policia a desvendar os casos mais intrigantes!
Américo Giallo: Senhor, sou Américo Giallo, fui eu quem ligou relatando os mortos ambulantes!

Close nos cadáveres com moscas na cara.
Close em Chibamar Bronx, terminando de beber a cerveja Lambidinha.

Chibamar Bronx: Mas estes mortos aí não parecem nada ambulantes!
Américo Giallo: Não seu Chibamar, não são estes mortos não… São Mortos que estão na Ilha Redonda que fica em frente a nossa vila.
Chibamar Bronx: Bem, mas mesmo assim é melhor dar uma olhadinha nestes mortos não-ambulantes aí!… Garçon, me vê outra pinga destas!
Bodegueiro: Já levo pro senhor!

Chibamar Bronx e Américo Giallo saem do bar em direção aos cadáveres.

Diretor de fotografia Flávio Sperling e Petter Baiestorf_Foto Andye IoreSeq. 17 – Rua asfaltada, trecho Palmitos – Ilha Redonda/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera no alto de uma colina com plano aberto da estrada com Klaus deitado sobre ela.
Plano fechado de Klaus deitado sobre o asfalto.
Close em seu rosto com olhos fechados. Totalmente zen como um mendigo meditando.
Plano aberto com corpo de Klaus e um carro parando.
Close na motorista que era Yoko, a viúva negra, saindo do carro irritada. Ela para ao lado de Klaus olhando para ele sem nada dizer.
Close no rosto de Klaus, seus olhos se abrem. diz.

Klaus: A senhorita não teria um vinho aí?

Câmera no lugar de Klaus, deitado sobre asfalto, plano médio de Yoko.

Yoko: Não!… Não tenho vinho não!

Close no rosto de Klaus.

Klaus: Então me dá uma carona?

Câmera no lugar de Klaus, mesma posição de antes.

Yoko: Ok! Levanta daí seu maluco, antes que alguém te atropela!

Plano aberto, mostra Yoko entrando no carro e Klaus terminando de levantar e pegando sua mochila e entrando no carro.
Carro arranca dali!

Leyla Buk e Alexandre Brunoro maquiando Andye Iore em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 18 – Casa do Blerghhh/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close no rosto de um dos colonos mortos, cada vez mais suado e com moscas.
Plano médio de Chibamar Bronx agachado ao lado revistando os bolsos, não encontra nada nas carteiras.
Close nos rostos de Américo Giallo e no Padre.
Plano aberto dos três, com Chibamar Bronx ficando em pé.

Chibamar Bronx: Acho que estes homens foram assassinados e alguém é o responsável, além disto, alguém roubou as carteiras dos cadáveres!
Padre: Não meu filho, a santa igreja confiscou o dinheiro destes fiéis para as despesas de funerais.
Chibamar Bronx: Mas Padre, e as despesas do estado com a segurança, não pode ir tudo prá Igreja!

Padre fica sério. Close em seu rosto.

Padre: Tudo bem, vou repartir o dinheiro destes fiéis só porque é o estado que requisita estes donativos!
Chibamar Bronx: Sem verbas o estado não tem como garantir sua segurança!

Plano aberto do Padre entregando metade do dinheiro para Chibamar Bronx, que logo enfia o dinheiro nos seus bolsos.
Closes dos cadáveres com moscas (para inserts).
Zoom no rosto de Américo Giallo.
Plano fechado da camisa de um dos mortos sendo aberta, mostrando peito nu.
Plano médio de Américo Giallo terminando de abrir a camisa do cadáver.
Close do rosto de Américo Giallo sorrindo pro cadáver.
Plano fechado dos dedos de Américo Giallo passando pelo peito nu do cadáver.

Américo Giallo desperta de seu delírio necrófilo com gritos de dor e desespero que vinham do bosque. Ele saca seu facão da bainha.
Plano aberto da floresta sem mostrar ninguém, mas gritos desesperados ao longe.
Plano médio de Chibamar Bronx, Américo Giallo e o Padre atentos. Figurantes todos ao fundo tendo reações de medo, continuam sempre bebendo chimarrão, menos o bodegueiro.
Close em Chibamar bronx, saca seu revólver.

Chibamar Bronx: Fiquem todos aqui, somente eu estou autorizado a investigar! E cuidem destes mortos aí que eles estão suando! Já volto!!!

Chibamar Bronx sai em direção à floresta.

Elio Copini em Zombio 2_1_Foto Andye IoreSeq. 19 – Bosque da Canibal/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de árvores e céu.
Plano médio de Chibamar Bronx com revólver a mão caminahndo nervoso entre as árvores.
Plano fechado de Chibamar Bronx até ele para em frente a câmera olhando para o chão.
Close num corpo mortos completamente ensangüentado, sujo, com tripas pelo corpo.
Plano aberto com Chibamar Bronx se agachando, mete mão no bolso do morto e pega dinheiro, guarda em seu bolso, se levanta intrigado. Chibamar Bronx sai dali.

Seq. 20 – Carro da Viúva Negra/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano da mochila de Klaus aberta, ele tira dali uma garrafa de vinho.
Close do rosto de Klaus.

Klaus: Prá gente se conhecer melhor!

Close de Yoko que olha prá Klaus para dizer.

Yoko: Olha, só te dei carona porque você pediu de um modo inusitado, senão eu…

Close em Klaus, puxando volante.

Klaus: Cuidado!!!

Plano aberto com câmera nervosa dando zoom num zumbi raivoso.
Plano fechado sobre carro em câmera lenta.
Plano fechado, mostrando carro em câmera lenta atropelando o zumbi raivoso que voa sobre o carro.
Close nas rodas do carro freando.
Plano fechado do zumbi raivoso caindo sobre asfalto com muito sangue vertendo de seus ferimentos.
Câmera nervosa acompanhando Klaus e Yoko que saem do carro e se param ao lado do cadáver.
Close do cadáver completamente ensangüentado. Talvez algo similar a massa encefálica espalhada no asfalto.
Plano médio pegando ao mesmo tempo Klaus e Yoko.

Yoko: Mas que merda, burro da porra!
Klaus: Olha, não sei quanto a senhora, mas não gosto muito de ter que dar explicações pra policia, não dá pra gente se mandar daqui?
Yoko: Tô começando a gostar de você… Como é teu nome?
Klaus: Klaus… E o teu gatinha?
Yoko: Yoko!
Klaus: Então vamos embora Yoko!
Yoko: Vamos sim Klaus, entra no carro!

E Klaus e Yoko vão em direção do carro.
Close no zumbi raivoso ensangüentado.
Plano médio do carro com Klaus e Yoko tentando ligar o carro, não conseguem. saem novamente.
Close do zumbi raivoso.
Close de Yoko.
Close de Klaus.
Close de Yoko.

Yoko: Me ajuda aqui!

Yoko pega o zumbi raivoso morto pelos pés e Klaus pega pela cabeça, jogam-no no acostamento.
Plano do carro parado no meio da pista, logo Yoko e Klaus chegam ao lado do carro e o levam pro acostamento.
Plano médio de Klaus pegando sua mochila.
Close no rosto de Yoko.

Yoko: Abriu o vinho?

Close em Klaus.

Klaus: Abri sim!

Plano aberto em Yoko e Klaus.

Yoko: Então me dá um gole e vamos embora daqui!

Klaus entrega o vinho prá ela. Yoko bebe da garrafa.

Klaus: Porra yoko, tu parece ser uma garota interessante!
Yoko: Klaus, você parece ser um bêbado galanteador!

Saem prá lavoura rindo (prá lavoura porque eles não ficaram na estrada).

Equipe de Zombio 2_1_Foto Andye IoreSeq. 21 – Plantação de Erva-Mate/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Vários planos abertos e fechados de árvores de erva-mate.
Plano aberto de uma plantação de erva-mate com Chibamar Bronx caminhando por ali. Ele entra na plantação.
Plano aberto da plantação de erva-mate e pelo chão vários recipientes de adubo espalhados pelo chão.
Close num destes recipientes que trazia o símbolo nuclear e o logotipo das empresas Cronenberg.
Chibamar Bronx se agacha e pega um destes recipientes e fica olhando-o.
Close no rosto de Chibamar Bronx pensativo.
Close na árvore enraizada ao chão molhadas com uma espécie de gosma pegajosa esverdeada melequenta.
Close no Rosto de Chibamar Bronx.
Close no recipiente do adubo nuclear.
Close numa árvore de erva-mate cheia de folhas.
Close em Chibamar bronx que coça a cabeça.

Chibamar Bronx: Mas que caralho, to achando isso bem suspeito!

Chibamar Bronx abre o recipiente nuclear e pega uma amostra do solo melacdo com um pedaço de pau e coloca dentro do cecipeinte, fecha-o e se levanta dali.
Plano aberto de Chibamar Bronx saindo as plantação com recipiente nuclear suspeito nas mãos.

Equipe de Zombio 2_2_Foto Andye IoreSeq. 22 – Casa do Blerghhh!!!/externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto da casa de Américo Giallo e do bar vagabundo. Padre e os colonos estão ao redor dos cadáveres bebendo chimarrão e comendo pipoca. Américo Giallo e bodegueiro estão sentandos numa mesinha do bar, bebendo pinga.
Plano médio do Padre segurando bacia de pipocas como se fosse só para ele. Colonos ao redor bebendo do chimarrão.

Padre: Muito boa essa pipoquinha, vocês não teriam aí uns queijinhos e salames prá acompanhar?

Plano médio da mesa do bar onde estavam Américo Giallo e o bodegueiro.

Américo Giallo: Sabe, essa situação toda me faz pensar que o estado, a igreja, a polícia, os empresários, todo mundo que é poderoso, só se aproveitam da gente!
Bodegueiro: Não Américo, o governo, a igreja, a polícia, todo eles cuidam da gente, não tenha essas idéias estranhas na cabeça não!

Close no rosto cheio de moscas de um dos cadáveres, ele abre os olhos que são vermelhos e já levanta. As veias de seu rosto suado/melequento estão bem definidas na sua cara.
Plano aberto dos zumbis raivosos se levantando, um após o outro. São rápidos e nervosos, babando gosma. Cada um dos zumbis raivosos agarra uma das pessoas na rodinha que comia pipocas e bebia chimarrão, modendo-os.

Plano médio em Américo Giallo e no bodegueiro que se levantam assustados, com medo mas sem uma reação de se defender, estão assustados olhando para os zumbis raivosos que mordem as outras pessoas.

Américo Giallo: Os mortos estão levantando, que porra ta acontecendo aqui?

Plano fechado de zumbi raivoso arrancando orelha do Padre que grita muito.
Close na bacia de pipoca caindo no chão.

13092_10151472105229491_1716730588_nSeq. 23 – Bosque da Canibal/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera em plano aberto mostrando as copadas das árvores contra o céu, gira em 360 graus até enquadrar, sempre câmera se movimentando, Klaus e Yoko. Durante todo este movimento ouvia-se a voz de Klaus contando sua história.ENQUANTO KLAUS contava sua história, ele termina de fechar e acende um baseado que divide com Yoko que aceita de bom grado o agrado.

Klaus: Virar mendigo foi uma opção de vida, entende? Eu podia estar trabalhando, podia mesmo, mas porra, não quero fazer parte do sistema não, ainda mais que meu irmão Euclides, que é quem eu estou procurando porque não me deixou o dinheiro das bebidas, ele me paga tudo e isso facilita as coisas demais, entende? Euclides é estranho, é um destes eco-chatos, curte a natureza, essas coisas que não consigo entender! Euclides veio prá estes lados aqui neste final de semana e acho que sumiu por aqui… Porra, preciso desta grana das bebidas, trabalhar não rola nem fodendo, porra! É contra minha ideologia!!!… Mas porra, só to falando de mim né? O que tu faz Yoko?
Yoko: Eu caso com homens ricos e depois de matá-los eu fico com o dinheiro!

Câmera continua acompanhando Yoko e Klaus sem corte, num travelling, após essa última frase de Yoko, câmera para e o casal também, com Klaus olhando sério prá ela.
Close de Klaus olhando para Yoko, que tem o baseado nos lábios.
Plano médio de Klaus e Yoko, em silêncio, até que Klaus começa a rir alto e recomeçam a caminhada quando ele diz.

Klaus: Porra, adoro mulheres espirituosas com senso de humor maravilhoso, Yoko, tu é foda demais guria!

Passam pela câmera que mostra Yoko e Klaus seguindo pelo bosque.

21633_152957834862343_872688576_nSeq. 24 – Rocha não muito alta, barranco ou coisa assim (barreira?)/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close nos pés de Chibamar Bronx caminhando por estradinha. Levava em suas mãos o recipiente de adubo nuclear.
Plano aberto de Chibamar Bronx parando e olhando em frente desconfiado.
Plano aberto de zumbis lentos, podres, vindo vagarosamente em direção de Chibamar Bronx.
Plano médio de Chibamar bronx sacando seu revólver de dentro de seu terno.
Plano dos zumbis lentos cada vez mais próximos.
Plano de Chibamar Bronx mirando contra a câmera, cano do revólver em primeiro plano.
Plano com zumbis muito próximos.
Plano de Chibamar Bronx apertando o gatilho. Tiro não sai, Chibamar Bronx fica surpreso. Começa a fuçar em seus bolsos atrás de balas.
Plano dos zumbis lentos extremamente pertos de Chibamar Bronx.
Plano médio de Chibamar bronx ainda procurando munição nos bolsos.

Chibamar Bronx: Mas que merda, como fui esquecer as porras das balas?

Plano aberto com os zumbis lentos cercando/atacando Chibamar Bronx, que se defende como pode com seu revólver descarregado.
Luta.
Close do revólver caindo ao chão.
Close do recipiente de adubo nuclear caindo ao chão.
Plano aberto de Chibamar Bronx derrubando alguns zumbis lentos.
Deixar claro que Chibamar Bronx está encurralado entre os zumbis lentos podres e um barranco.

21706_153052181519575_1660856901_nSeq. 25 – Rocha não muito alta, barranco ou coisa assim (barreira?)/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto com Klaus pertinho de Yoko parando próximo a um barranco (ou rocha) não muito alto. Klaus pega Yoko pela cintura.
Close no rosto de Klaus.

Klaus: Me dá uma chupada?

Close em Yoko que gargalha e emenda.

Yoko: Porra, você é um mendigo abusado né?

Close em Klaus.

Klaus: Porra mulher, não sou um cara que passa vontades, não tenho nada a perder!

Close em Yoko pensativa. E diz.

Yoko: Gostei de você!

Plano aberto de Yoko se ajoelhando na frente de Klaus e abrindo zíper.
Close do Ziper.
Close da bunda de Klaus e calças que se abaixando tiradas pela Yoko, revelando uma bunda suja, com merda seca, de Klaus. Deixar visualmente nojento.
Plano aberto de Yoko simulando boquete e Klaus bebendo vinho, com mão na cabeça de Yoko.

75516_10151471893774491_1142726987_nSeq. 26 – Rocha não muito alta, barranco ou coisa assim (barreira?)/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto na beiradinha do barranco Chibamar Bronxluta contra zumbi. Chibamar Bronx dá soco na barriga do zumbi lento podre.
Close na sua mão dentro do estômago do zumbi, quando ele puxa a mão para fora tripas e gosmas saem juntas.
Plano médio de Chibamar Bronx segurando tripas para fora da barriga do zumbi, enojado. Zumbi continua avançando contra ele, empurrando-o contra o barranco.
Close nos pés de Chibamar Bronx e do zumbi lento podre (sapatão mais velho que arrumarmos) quase caindo no barranco.
Plano médio de frente para Chibamar Bronx perdendo equilíbrio, deixa claro que ele vai despencar barranco abaixo.
Close da mão de Chibamar Bronx pegando no braço de zumbi lento podre.
Close na outra mão de Chibamar Bronx segurando tripas do zumbi lento podre, tripas saindo de dentro do estõmago do zumbi lento podre.
Close no braço do zumbi podre lento se rasgando/soltando do corpo do zumbi.
Plano fechado em Chibamar Bronx caindo barranco abaixo, segurando em suas mãos as tripas do zumbi e o braço decepado do zumbi.

206438_225097017624514_1979145801_nSeq. 27 – Rocha não muito alta, barranco ou coisa assim (barreira?)/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close no rosto de Klaus que está gozando, prazer de orgasmo masculino estampado na face de Klaus.
Plano fechado no chão com Chibamar Bronx caindo no chão, com muitas tripas, sangue, gosmas e o braço podre decepado, caindo tudo junto sobre ele.
Plano médio de Klaus e Yoko, ela se levanta instintivamente e muito rápida sacando um punhal que levava escondido em sua roupa. Klaus está gozando, mas meio que se vira de lado, em direção a Chibamar Bronx.
Plano fechado de Chibamar Bronx que logo após o banho de vísceras e sangue podre, leva jatos de porra (falsa, lógico!) em seu rosto.
Close no rosto de Klaus gozando.
Close no rosto de Chibamar Bronx levando porra.
Plano aberto com Chibamar Bronx enfurecido levantando-se e indo contra Klaus. Yoko avança e segura Chibamar Bronx dando uma gravata nele e encostando seu punhal na garganta de Chibamar Bronx.
Plano fechado em Chibamar Bronx e Yoko.

Yoko: Fique calmo!
Chibamar Bronx: Este filho da puta gozou na minha cara, eu vou matar este puto!

Plano médio em Klaus terminando de fechar zíper e dizwendo.

Klaus: Calma moço, é só proteína!

Plano dos zumbis chegando perto do trio.
Close em Yoko, ainda dando gravata em Chibamar Bronx e com ponta do punhla encostado na garganta dele.

Yoko: O que é isso?
Chibamar Bronx: Não sei o que é isso, mas é melhor sairmos daqui!!!

Plano médio de Yoko soltando Chibamar Bronx e indo em direção do zumbi sem braço que vinha mais a frente. Ela ataca-o.
Plano fechado em Chibamar Bronx e Klaus que olhavam a luta.
Plano aberto de Yoko derrubando o zumbi e pulando sobre ele com punhal e muita vontade de matar.
Plano fechado em Chibamar Bronx e Klaus olhando.
Plano de Yoko pegando o zumbi pelos cabelos e encostando punhal na garganta e começando a cortá-la fora.
Close no rosto de Yoko e sangue respingando contra ele.
Close do punhal cortando o pescoço, muito sangue e gosmas e podreiras melequentas.
Plano fechado em Chibamar Bronx e Klaus.

Klaus: Essa menina é muito louca!
Chibamar Bronx: Cala boca filho da puta!

Plano médio/fechado de Yoko puxando com a mão a cabeça do zumbi para dentro do enquadramento. Ela ri sádica olhando para a cabeça do zumbi decepada.
Plano dos zumbis lentos podres se aproximando.
Plano aberto do zumbi sem cabeça, Yoko sobre ele se levantando e soltando a cabeça ao chão.
Close da cabeça do zumbi lento podre caindo ao chão.
Plano aberto com Yoko, Chibamar Bronx e Klaus correndo dali.

207355_10151468947899491_152902918_nSeq. 28 – Cenário próximo ao cenário das seqüência anteriores/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto de Yoko, Chibamar Bronx e Klaus correndo por um descampado. Eles param por ali.
Plano fechado-médio dos três. Klaus abre sua mochila e tira outra garrafa de vinho e abre e toma goles nervosos. Yoko tira a garrafa dele e bebe também.
Close no rosto de Chibamar Bronx que limpa a porra de seu rosto com manga de seu terno.
Plano médio dos três, com Klaus olhando para um zumbi raivoso parado próximo de umas árvores de bosque.
Close no zumbi raivoso que Klaus estava vendo. Quando zumbi raivoso avista o grupo, solta um grito raivoso e sai correndo contra eles.
Close de Klaus.

Klaus: Tem um cara estranho correndo em nossa direção!

Plano do zumbi raivoso correndo em direção a câmera.
Plano subjetivo da câmera no lugar do zumbi raivoso, indo contra Chibamar Bronx.
Plano geral do zumbi raivoso se atirando contra Chibamar bronx, que devido ao ataque, despenca ao chão com o zumbi tentando morde-lo.
Plano médio de Yoko e Klaus. Yoko com punhal na mão vai em direção de Chibamar bronx.
Câmera subjetiva no lugar de Chibamar Bronx, para mostrar Yoko pegando o zumbi raivoso pelo pescoço, igual fez antes com Chibamar Bronx e penetrar seu punhal no zumbi.
Close do rosto de Chibamar Bronx que recebe sangue contra sue rosto.
Close em Klaus olhando.
Plano aberto com Yoko tirando punhal de dentro do corpo de zumbi raivoso.

225369_152951268196333_34492484_nSeq. 29 – Mesmo cenário das seqüências anteriores/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close no zumbi raivoso morto, sangue ainda vazando do ferimento.
Plano médio de Chibamar Bronx, Yoko e Klaus.

Yoko: O que tu fez prá ele?
Chibamar Bronx: Não fiz nada, to aqui investigando uma denúncia sobre mortos ambulantes ou algo parecido, só que estes colonos estão estranhos… Olhe essas veias saltadas no rosto dele, olhe estes olhos vermelhos, isso não é normal!

Closes do Zumbi raivoso morto para inserts.

Yoko: Acho que há dois tipos de infectados aqui, não quero te ensinar teu trabalho, mas este colono que tentou te matar não é humano não!
Klaus: Não era melhor a gente tentar achar um lugar seguro? De preferência com comida, bebida e algumas bucetinhas?
Chibamar: Porra, cala a boca seu mendigo filho da puta, quando tu dormir eu vou gozar na tua cara!

Plano médio ainda dele, Klaus gargalha alto e completa.

Klaus: Sabe, faz dez minutos que a gente se conhece e já sei que não gosto de ti, viadinho!
Yoko: Ei, chega vocês dois, a idéia de acharmos um lugar seguro é boa… E se não perceberam ainda, temos companhia!

Termina a frase com ela apontando para uma figura que estava ao longe.
Plano aberto,de razoável distância, de Jack Orloff, um loirinho metido a galã de filmes americanos.

Close em Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Menina, me dá teu punhal?

Close em Yoko.

Yoko: Meu punhal fica comigo, te fode!

Close em Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Mendigo, me dá essa garrafa!

Close em Klaus.

Klaus: É prá já!

E bebe todo o resto do vinho em generosos goles, secando a garrafa e entregando para Chibamar Bronx.

Plano médio dos três anti-heróis.

Chibamar Bronx: Vamos pegar mais um destes mortos ambulantes!

E o trio sai em direção a Jack Orloff.

285216_153052398186220_724164296_nSeq. 30 – Bosque Canibal Filmes/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado em Jack Orloff que estava chorando, ele estava olhando para uma fotografia.
Close na fotografia que revelava Nilda Furacão.
Plano médio de Chibamar Bronx chegando por trás de Jack Orloff com a garrafa de vinho em punho, acerta-o na cabeça violentamente.
Close no rosto de Chibamar Bronx que leva jorro de sangue contra o rosto.
Plano médio de Jack Orloff, com sangue jorrando de sua cabeça, caindo no chão e gritando.

Jack Orloff: Porra, bosta! Prá que me atacar?

Plano médio no trio de anti-heróis olhando para Jack Orloff no chão se contorcendo.

Yoko: Os outros mortos ambulantes não falavam!
Klaus: É, os outros mortos ambulantes só faziam “ãããããmmmmããããaãa hurrrggg”, ou algo assim!
Chibamar Bronx: Caralho, acho que fiz merda!… Ei rapaz, ta fazendo o que aqui?

Plano fechado de Jack Orloff, com mãos na cabeça, couro cabeludo totalmente ensaguentado, colocar pedacinhos de cérebro saindo ali.

Jack Orloff: Cara, tu precisa falar com as pessoas antes de bater nelas, porra, que dor!

Plano do trio de anti-heróis.

Yoko: Calma, pensamos que você era um dos mortos ambulantes que estavam nos atacando!

Plano fechado de Klaus abrindo garrafinha de uísque enquanto eles conversavam, insert.
Plano fechado em Jack Orloff.

Jack Orloff: Não, sou Jack Orloff, sou um fuzileiro naval e estou aqui para me encontrar com minha namorada na nossa árvore do amor (insert aqui do coração talhado na árvore ao lado da cabeça dele, com coração e onde se lia “Jack & Nilda”), mas minha namorada ainda não chegou aqui, estou com medo que tenha acontecido o pior!

Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Não se preocupe mais Jack, agora você está a salvo, sou um investigador profissional a serviço da policia! Vamos te ajudar a achar sua namorada, mas primeiro temos que encontrar um lugar seguro!

Plano fechado de Jack Orloff.

Jack Orloff: Porra, se vocês são os profissionais da policia, prefiria continuar procurando por ela sozinho!

Plano fechado de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Não Jack, só eu sou da policia, eles não!

Plano aberto do Grupo, Klaus derrama pouquinho do uísque no ferimento de Jack Orloff.
Plano fechado de Jack Orloff se contorcendo de dor.

Jack Orloff: Porra, porque tu fez isso?

Plano fechado de Klaus.

Klaus: Prá não infeccionar!

Plano aberto do grupo. Jack Orloff se levanta.
Plano médio de Jack Orloff muito puto.

Jack Orloff: Eu sou um fuzileiro naval, então pessoal, na moral, ninguém mais tenta me ajudar, ok?

Assim que Jack Orloff diz ok, um zumbi raivoso ataca-o, tirando-o do enquadramento, ambos caindo no chão, mas fora do enquadramento.
Plano médio do trio de anti-heróis se entreolhando.

Chibamar Bronx: Ok!
Yoko: É melhor a gente ir!
Klaus: Alguém quer uísque?

Plano médio do trio de anti-heróis falando isso enquanto olha para Jack Orloff sendo devorado pelo zumbi raivoso.
Trio vai saindo dali.
Filmar a morte gore de Jack Orloff.
Elaborar aqui um banquete de sangue, vísceras, desmembramento, etc…
Mais zumbis raivosos chegam nervosos ali, fome, fome, fome!!!
Close da fotografia de Nilda Furacão caída no chão com sangue e pedaços de tripas caindo sobre a foto.
Após o trio de anti-heróis sair dali, editar essa morte em detalhes durante algum tempo!

402804_10151463894684491_671534679_nSeq. 31 – Mangueira/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Closes em diversos zumbis lentos podres.
Plano médio do corredor de uma mangueira de bovinos com Davi da Silva, pastor evangélico, e a fiel Amélia dos Santos. Davi e Amélia estavam encurralados na mangueira com zumbis dos dois lados.
Close das mãos dos zumbis lentos podres agarrando a roupa de Amélia e rasgando sua camiseta social comportada de crente.
Plano aberto da situação, Davi batia com sua bíblia nos braços dos zumbis. Amélia gritava e chorava e ia perdendo sua camisa, deixando seus seios desnudos.

xxx dar ritmo na edição xxx
Close de um zumbi lento podre atacando a câmera que esta posicionada dentro da mangueira, quando surge Yoko por trás com seu punhal e agarra o zumbi podre.
Ultra close da faca entrando na cabeça podre do zumbi lento.
Plano médio do zumbi lento morrendo e caindo ao chão com Yoko segurando seu punhal e olhando ele cair.
Plano médio de Chibamar Bronx atravessando a cabeça de outro zumbi lento podre com um pedaço de pau pontiagudo.
Plano médio de Klaus cravando na cabeça de outro zumbi lento uma garrafa de vinho. Close do zumbi agonizando e gosmas vertendo. Zumbi caindo ao chão.
Yoko abre estômago do último zumbi podre lento e arranca suas tripas. Close nas tripas saindo. Yoko joga essas tripas para trás, sem olhar. Plano de Klaus recebendo essas tripas contra ele, as tripas ficam enroladas no corpo de Klaus.
Close de Davi olhando a ação.
Close de Amélia vendo a ação.
xxx

Plano médio dos três anti-heróis parando um ao lado do outro.

Chibamar: Tá vendo, quando deixam a gente ajudar tudo fica mais fácil!

Klaus ergue sua garrafinha de uísque e dá gole, os três dão gargalhadas. Yoko pega a garrafinha e bebe. Chibamar Bronx e Klaus vão ajudar Amélia a sair da mangueira.
Plano médio de Davi e Amélia subindo a mangueira.
Plano aberto de Chibamar Bronx e Klaus indo os dois ajudar Amélia a pular cerca.
Close nos seios de Amélia, que tentava cobri-los, completamente envergonhada, chorando muito ainda.
Close do pastor evangélico.

Davi da Silva: Graças a Deus vocês nos salvaram, Deus é grande!

Plano médio do trio de anti-heróis que se entreolha.

Chibamar Bronx: Somos Ateus senhor, não teve nenhuma intervenção divina aqui!
Klaus: Mas to me sentindo meio deus agora!
Yoko: Quieto Klaus!

E Yoko entrega para Klaus a garrafinha de uísque de volta.

Plano aberto com mais alguns zumbis lentos podres surgindo pelo cenário.

Close em Yoko.

Yoko: Vamos sair daqui, precisamos encontrar um lugar mais seguro!

E o grupo (agora composto de Chibamar, Yoko, Klaus, Davi e Amélia com os seios de fora) precisa sair dali.

421904_531859480187332_2120393367_nSeq. 32 – Galinheiro do Rancho Baiestorf/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto de um galinheiro, na frente da porta do galinheiro havia um coloco caído no chão, suado e pegajoso, como os primeiros sintomas que os colonos do velório tiveram. Grupo para de correr ali, fica olhando para o cadáver ali caído.
Plano fechado do colono morto, cuia de chimarrão ao lado dele.
Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Klaus, veja se este homem está vivo!

Plano médio de Klaus indo até o colono morto, ao parar na frente do colono, Klaus tira seu pau prá fora e urina sobre o cadáver gargalhando. (lógico que o pau de Klaus não aparecerá aqui).
Plano do cachoeirinha de urina caindo sobre o colono morto.
Close de Klaus gargalhando feito criança.
Plano médio do grupo: Chibamar Bronx contrariado, Yoko rindo da criancice de Klaus, Davi e Amélia chocados com a falta de respeito de Klaus.
Close do rosto do colono morto abrindo os olhos vermelhos enquanto recebia a urina sobre sua cabeça.
Close no rosto de Klaus que grita de susto.
Plano médio do zumbi raivoso recém desperto se levantando e atacando Klaus, ambos caem no chão, desta vez com o zumbi por cima de Klaus, tentando morder o rosto de Klaus.
Plano fechado do Zumbi raivoso tentando morder o rosto de Klaus, a urina de Klaus pingava dos cabelos do zumbi raivoso de volta para o rosto de Klaus que estava assustado.
Plano médio da porta do galinheiro que se abre e revela Américo Giallo com um facão nas mãos, pronto para matar o zumbi raivoso, dá o golpe com o facão contra a cabeça do zumbi raivoso.
Plano fechado do facão cravado na cabeça do zumbi raivoso, sangue respingava aos jorros, misturado a urina, tudo caindo contra o rosto de Klaus.
Plano médio com Américo Giallo arrancando o facão da cabeça do zumbi raivoso sem vida que despenca sobre Klaus.
Plano médio fechado de Klaus derrubando o corpo morto do zumbi raivoso contra a câmera.
Plano aberto com Klaus se levantando.
Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Tudo bem contigo cara?

Close de Klaus, se limpando do sangue e urina que pingaram sobre seu rosto.

Klaus: Sim, obrigadão pela força, tu merece um golinho de uísque!

Plano médio de Klaus entregando garrafinha de uísque para Américo Giallo que bebe, enquanto o restante do grupo chega perto dele.

Close de Chibamar Bronx:

Chibamar Bronx: Eiii seu Américo Giallo, bom ver tu inteiro!

Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Não é bem assim para esses mortos ambulantes me pegarem, conheço tudo por aqui, sei onde me esconder destes bostas!

Close de Yoko.

Yoko: Temos que achar um lugar para ficarmos a salvo, tu sabe onde podemos ir?

Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Estou tentando chegar na casa do Suicide, um amigo meu, vocês podem vir comigo, lá é seguro.

Plano aberto do grupo saindo dali.

488135_256329204501295_1662684273_nSeq. 33 – Casa do Rancho Baiestorf/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto da porta do porão da casa do Rancho Baiestorf, agora a casa de Suicide. O grupo chega até na porta e começa a bater nela, chamando por Suicide.

Plano fechado com rosto de Américo Giallo em primeiro plano.

Américo Giallo: Suicide, abre a porta!!!
Chibamar Bronx: Abra a porta rapaz, sou Chibamar Bronx, investigador da policia, abra logo!!!
Davi da Silva: Abra em nome de Deus, nosso senhor!
etc.

526219_481919105189967_1400838863_nSeq. 34 – Porão da Casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

xxx Primeiro uma apresentação das personagens que já estão dentro do porão: Suicide, punk rural, dono da casa; Nilda Furacão, namorada de Jack Orloff, vestindo um vestido da noite com grande decote que deixa seus grandes seios quase saindo para fora; Petter Baiestorf, diretor de filmes vagabundos e seu maquiador CB Rot, que no “Zombio” foram atacados por zumbis e conseguiram fugir até se refugiarem na casa de Suicide xxx

Plano aberto de Suicide perto da porta, com mão nas chaves da porta, com dúvida se abre a porta ou não. Nilda Furacão estava ao lado de Suicide, os cineastas mais atrás, meio que em estado de choque.

Nilda Furacão: Não abra essa porta, eles podem estar contaminados!
Suicide: Eles estão vivos, é melhor abrir!
Nilda Furacão: Você vai colocar todos nós em perigo!
Suicide: Um deles é o Américo, reconheço a voz dele, vou abrir!

551388_153052184852908_1630025004_nSeq. 35 – Casa do Rancho Baiestorf/Porão/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto do grupo de sobreviventes gritando para Suicide abrir a porta, ao fundo da imagem colocar alguns zumbis raivosos entrando na imagem e olhando para o grupo que fazia um escândalo ali.
Close dos zumbis raivosos começando a correr em direção do grupo.
Plano médio do grupo contra a porta da garagem. Klaus olha para os zumbis que corriam na direção deles.

Klaus: Abre que a gente vai se foder aqui!!!

Seq. 36 – Casa do Rancho baiestorf/porão, interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado em Suicide.

Suicide: Foda-se!!!

E Abre a porta.

Equipe de Zombio 2_3_Foto Andye IoreSeq. 37 – Casa do Rancho Baiestorf/externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto, de lado, mostrando o grupo todo caindo para dentro do porão quando a porta se abre.
Câmera subjetiva na visão dos zumbis raivosos correndo nervosa contra o grupo.
Plano (de dentro do porão para fora) aberto com as pessoas caídas umas sobre as outras e os zumbis raivosos ao fundo correndo na direção deles.
Câmera subjetiva na visão dos zumbis raivosos chegando contra a porta que se fecha.
Fazer um plano de dentro do porão com a porta se fechando assim que os zumbis raivosos chegam contra ele. Acertar o timing de todos na hora de filmar a cena.
Plano de alguns vários zumbis raivosos contra a porta da garagem.

xxx
PAUSA PARA CONTROLE DE PERSONAGENS:
dentro do porão estão: Chibamar Bronx, Yoko, Klaus, Américo Giallo, Davi da Silva, Amélia dos Santos, Suicide, Nilda Furacão, Petter Baiestorf e CB Rot (este personagem não pode aparecer em cena misturando maconha com cerveja, ele só pode fumar maconha).
xxx

Petter Baiestorf dirigindo Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 38 – Porão casa do Rancho Baiestorf/interna/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral do grupo que caiu para dentro do porão se levantando, gritando, falando todos ao mesmo tempo. Suicide e Nilda Furacão estão na porta fechando a porta a chaves e travas.
Close de Yoko.

Yoko: Silêncio, ei, ei, silêncio porra, agora estamos em segurança!

Plano aberto do pessoal se acalmando. Chibamar Bronx ao lado de Nilda Furacão, Klaus bebericando sua garrafa de uísque. Américo Giallo, portando sempre seu facão, e restante do grupo parando de falar.

Plano médio de Chibamar Bronx falando com Nilda Furacão.

Chibamar Bronx: Obrigado moça, a senhora nos salvou!

Américo Giallo entra no enquadramento.

Américo Giallo: Seu Chibamar, o dono da casa é o meu amigo Suicide!

Chibamar Bronx olha para o punk dos pés a cabeça.
Plano subjetivo com olhar do Chibamar Bronx, começando dos pés a cabeça.

Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Mas ele é um punk?

Plano médio de Chibabmar Bronx, Américo Giallo, Nilda Furacão e Suicide respodendo.

Suicide: Se o senhor tem algum problema com punks pode ir lá prá fora!
Chibamar Bronx: Muito pelo contrário meu jovem, só fiquei impressionado por ter punks no interior!
Suicide: A qualidade de vida alternativa do campo é ótima!

Close de Klaus.

Klaus: É, to vendo que a qualidade de vida aqui no campo é ótima, já perdi uns 3 quilos correndo dos mortos ambulantes! (e gargalha alto).

Plano aberto do grupo, Suicide fala.

Suicide: Aqui dentro do porão os mortos ambulantes não podem entrar, estamos seguros, as portas são de aço e todas as janelas tem grades. Nosso único problema é que não temos comida nem água potável, nem armas! Quem tiver com sede tenho algumas Lambidinhas aqui no freezer!

Enquanto falava Suicide foi se dirigindo até no freezer que havia no porão, um dos únicos móveis, e abre a porta dele, que estava abarrotado de cervejas.
Close nas cervejas, todas latinhas, completamente abarrotado, cheio mesmo. Todas as latinhas são da CERVEJA LAMBIDINHA.

Plano médio de Klaus e Yoko felizes com a visão, já se sentiam em casa.
Close na mão de Klaus que já pegar duas cervejas.
Plano de Klaus entregando umas das cervejas para Yoko, abrem as latinhas e bebem grandes goles.
Zombio 2_Zumbis Podres1_Foto Andye IoreSeq. 39 – Porão casa do Rancho Baiestorf/externa-interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano da janela do porão abrindo, entre a fresta surgem os rostos de Chibamar Bronx e de Américo Giallo, e logo várias mãos de zumbis raivosos entram no enquadramento tentando pegar a dupla.
Plano médio dentro, mostrando Chibamar Bronx e Américo Giallo se afastando da janela até uma distância que os braços dos zumbis raivosos não poderiam alcançá-los.
Plano de Chibamar falando com Américo Giallo.

Chibamar Bronx: Porra, eu queria muito meu revólver!
Américo Giallo: Acho que podemos nos virar com facões e outros objetos pontiagudos!

Suicide para ao lado deles olhando para os zumbis raivosos que estavam do lado de fora.

Suicide: Tenho facões na cozinha, só que a cozinha fica no piso de cima e a casa está aberta, então creio que há mortos ambulantes por toda a casa!
Chibamar Bronx: Bem, por enquanto vamos esperar para ver o que acontece!

Zumbi Vs. Crente_Zombio 2Seq. 40 – Porão casa do Rancho baiestorf/interna-externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close nos dedos de Klaus abrindo mais uma cerveja.
Plano médio de Klaus, Yoko e Nilda Furacão abrindo cervejas e bebendo ao ladinho do freezer.
Plano médio de Davi e Amélia ajoelhados, com bíblia aberta, rezando.
Plano médio dos cineastas, Petter e CB Rot, cheirando pó num canto. Cineastas conversavam sobre cinema

Petter baiestorf: Aqui no Brasil não importa quanta energia você gaste para fazer um filme, ao fim da sessão sempre vai ter uma meia dúzia de acomodados dizendo que fariam melhor!
CB Rot: Teoria é mais fácil do que a prática!

Plano médio de Chibamar Bronx, Américo Giallo e Suicide na janela, levemente aberta. Eles ainda cuidavam os zumbis raivosos que não saiam ali de perto da casa. Agora os zumbis raivosos estavam parados, todos olhando fixo para a casa, como se pensassem sem pensar num modo de entrar para o manjar macabro.
Plano de Chibamar bronx, Américo Giallo e Suicide de fora para dentro. Chibamar Bronx fecha a janela de forma bem discreta e silenciosamente.
Plano de Chibamar Bronx se virando para as pessoas todas que estavam naquele porão, cada qual em seus grupinhos de afinidades. Américo Giallo e Suicide se viram imitando Chibamar Bronx, que pergunta olhando para Américo Giallo.

Chibamar Bronx: Quem são essas pessoas?
Américo Giallo: Não faço a mínima idéia!

Plano médio dos cineastas cheirando mais uma carreira. Chibamar Bronx para do lado deles, coloca o dedo na cocaína e leva o dedo até a boca, esfregando onde tem que esfregar, para ver se pó era bom.

Close de Chibamar Bronx: Quem são vocês?

Plano dos cineastas. Petter conta, limpando seu nariz com a mão.

Petter Baiestorf: Sou Petter Baiestorf, diretor de filmes de baixo orçamento, eu e minha equipe estávamos filmando o primeiro filme de zumbis brasileiro e começou a aparecer estes zumbis reais aí que atacaram todos que estavam filmando comigo, cara, foi uma carnificina, só eu e CB Rot conseguimos escapar, foi rápido demais, por sorte logo chegamos aqui na casa do Suicide e ele nos salvou… Só que os zumbis que nos atacaram eram zumbis podres, lentos, não tinha nada haver com estes elétricos que estão aí fora!

Enquanto Petter conta o que aconteceu, flashback com resumo do filme original onde ele e CB Rot discutem como colocar o disco-voador e os zumbis lentos podres chegando.

Plano fechado do rosto de Chibamar que fica pensativo e sai dali.

Toniolli in GoreSeq. 41 – Porão casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de Davi e Amélia ajoelhados no chão rezando. Chibamar Bronx entra no enquadramento.
Close do rosto de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: E vocês chegaram até aqui como?

Plano de Davi e Amélia.

Davi da Silva: A gente tava indo para um encontro da nossa igreja quando nosso carro atropelou um destes mortos ambulantes e aí capotamos. Nosso carro pegou fogo, foi horrível, mas graças a Deus e a irmã Amélia conseguimos fugir dali enquanto nossos irmãos eram consumidos pelas chamas do fogo do inferno e pelas presas diabólicas dos mortos ambulantes, foi horrível, horrível…

Flashback com imagens do carro dos crentes capotados enquanto o carro estava capotado e queimando na beirada da estrada. Alguns zumbis lentos atacando eles, enquanto ao fundo um dos crentes queimava dentro do carro.
Amélia caída no chão, câmera rente ao chão, com carro ao fundo queimando e um zumbi lento podre pegando-a pelo pé. Luta, Pastor Davi salvando-a, etc…

Plano aberto de Chibamar Bronx deixando os crentes depois que história deles.

6544_10200609827948614_2144574299_nSeq. 42 – Porão casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de Chibamar Bronx chegando perto do grupo alegre perto do freezer abarrotado de cervejas. Pede uma cerveja para Klaus.

Chibamar Bronx: Klaus, me dá uma Lambidinha!

Enquanto Klaus pega uma cerveja, Chibamar Bronx pergunta para Nilda Furacão (que estava olhando uma foto de Jack Orloff em pose de Mr. Universo, fazer close na foto também).

Chibamar Bronx: E você chegou até como?
Nilda Furacão: Foda-se seu milico de merda!

Plano de Suicide chegando perto de Chibamar Bronx, tira Chibamar bronx dali, vão para perto da janela.
Close em Suicide.

Suicide: Pega leve com ela que ela está meio atormentada. Ela é Nilda Furacão, uma dançarinha de boate aqui da região, ela está esperando o namorado dela vir aqui resgatar ela, disse que ele é fuzileiro naval e vai salvar todos nós, só que até agora nada do cara aparecer!

Plano aberto de Chibamar Bronx meio surpreso com a história de Nilda Furacão.

Chibamar Bronx: Hum, o nome dela é Nilda e tava esperando o namorado fuzileiro naval vir salvar ela, ixi, fodeu!
Suicide: Porque?
Chibamar Bronx: Porra, essa vaca acha que ta num filme americano que vai vir um fuzileiro naval salvar ela (e gargalha).

Chibamar Bronx olha para a janela a abre-a novamente, sempre com cuidado, para não chamar a atenção dos zumbis que estavam cercando a casa.

6697_10200729062257042_1924853250_nSeq. 43 – Porão casa do Rancho Baiestorf/externa-interna/dia.
Música: Paul Guiot & Paul Piot – “Amour, Vacances ET Baroque”
Elenco:
Cenas:

Câmera rente ao chão dá zoom até rosto de Chibamar Bronx abrindo janela do porão para averiguar o que zumbis estavam fazendo.
Closes em pelo menos três zumbis raivosos parados, quietos, como num estado vegetativo, com moscas em seus rostos.
Câmera extremamente perto do rosto do quarto zumbi raivoso parado ali, então câmera se movimenta pouquinho para o lado e coloca em quadro vários zumbis lentos podres vindo ao fundo, muito devagar, câmera vai fazendo um zoom até chegar nos zumbis lentos podres que vinham lentamente em direção à casa de Suicide.
Vários closes nos zumbis podres lentos caminhando um a um em direção a casa.
Plano aberto dos zumbis raivosos percebendo a presença dos zumbis lentos.
Close em Chibamar Bronx com Américo Giallo chegando ao lado dele. (Talvez mais um zoom neles para ficar no ritmo da música).
Plano do alto, posicionar a câmera no alto da área dos fundos da casa do Rancho Baiestorf e mostrar os zumbis lentos podres subindo e os zumbis raivosos começando a correr, até que o embate entre os zumbis tenha seu início.
Plano aberto, em câmera lenta dos zumbis raivosos correndo em direção aos zumbis lentos podres.
Câmera subjetiva no lugar dos zumbis raivosos correndo em direção aos zumbis lentos podres.

Definir com maquiador das cenas gores como coreografar e filmar essa luta dos zumbis. Muitas tripas, membros, sangue, gosmas, podridões melequentas, closes ultra pulsantes, etc.

Editar a luta dos zumbis com Chibamar Bronx e Américo Giallo em primeiro plano olhando a luta dos zumbis e dialogando, enquanto alguns outros do grupo vão entrando no enquadramento para ver, também, a luta dos zumbis.

xxx
Enquanto os mortos lutam Américo Giallo se imagina no meio deles.
Plano médio de Américo Giallo chegando em câmera lenta no meio dos zumbis.
Plano fechado de Américo Giallo, ainda em câmera lenta, abrindo sua camisa e ficando com o peito nu.
Plano médio dos zumbis parando de lutar e todos indo abraçar Américo Giallo, como se fosse o início de uma orgia.
Corta para a mão de Chibamar Bronx pegando nas costas de Américo Giallo. Fim do delírio, começo di diálogo.
xxx

Plano médio de Chibamar Bronx e Américo Giallo.

Chibamar Bronx: Acho que são duas espécies diferentes, olha como se atacam!
Américo Giallo: Espero que estes mortos ambulantes de matem todos!
Chibamar Bronx: Será que enquanto os mortos ambulantes lutam ente si, não conseguimos pegar os facões?
Suicide: Alguém precisa subir até a cozinha!
Petter Baiestorf: Deixa que eu pego, estão em que lugar da cozinha?
Suicide: Na terceira gaveta da pia! è só subir aquelas escadas ali e abrir o alçapão! Vem comigo!

Suicide e Petter Baiestorf saem dali e CB Rot também, se por acaso estiver no enquadramento.

14026_432901580123674_1196691081_nSeq. 44– Cozinha da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera largada no chão da cozinha. Alçapão se abre e Petter Baiestorf coloca metade de seu rosto, os olhos arregalados assustados, para fora. Como não vê nada perigoso, termina de sair e Suicide, logo atrás de Petter, fecha de volta o alçapão, deixando uma pequena fresta por onde ele via o que estava acontecendo na cozinha.
Plano médio de Petter chegando até a pia da cozinha, quando abre a terceira gaveta, zumbi lento podre entra pela porta da cozinha.
Zoom dando close no rosto podre do zumbi, enchendo a tela.
Plano de Petter se assustando e deixando cair os facões no chão.
Close de um dos facões caindo próximo do alçapão que dava acesso ao porão.
Plano médio do Zumbi lento podre pegando Petter Baiestorf que sai empurrando-o até para fora da casa, saindo pela porta da cozinha que já estava aberta. Lá fora já se via outros zumbis lentos podres chegando.
Câmera rente ao chão com facão que caiu perto do alçapão em primeiro plano e Suicide ao fundo, abrindo alçapão e esticando seu braço para alcançar o cabo do facão, mas não conseguia por pouco.
Closes de Petter sendo devorado pelos zumbis lá fora. Muita tripa, sangue e tudo mais como deve ser.
Plano de Suicide conseguindo pega o facão, mas no momento que ele pega o facão um zumbi entra no enquadramento mordendo o braço de Suicide.
Close de Suicide gritando de dor.
Suicide puxa seu braço e fio do facão passam por dentro da boca do zumbi, fazendo-o soltar o braço de Suicide, que puxa facão para dentro fechando alçapão.
Zumbi permanece no quadro lambendo o sangue do chão da cozinha.
Alguns planos dos zumbis brigando pelas tripas e carne de Petter. Muita podreira nas cenas de efeitos.

14899_10200611352306722_1078075676_nSeq. 45 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral com Suicide sendo socorrido e CB Rot terminando de fechar alçapão.
Plano médio de Yoko com um pano sujo ao lado de Suicide, ela enfaixa o braço dele.
Todos do grupo, menos os religiosos, ajudam Suicide.
Plano de Davi e Amélia ajoelhados rezando.
Plano de Suicide sentando enquanto Yoko termina de enfaixar seu braço.
Plano geral da movimentação toda, Chibamar Bronx e Américo Giallo voltam para a janela onde poderiam ver a luta dos zumbis lentos podres Vs. zumbis raivoso.

32182_10151463840964491_418115878_nSeq. 46 – Local da luta dos zumbis/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Zumbis lentos podres haviam vencido a batalha e comiam os zumbis raivosos.
Closes de desmembramentos, tripas sendo devoradas, closes de dentes mordendo carnes, etc…
Banquete de zumbi, como todos que já filmamos.

35525_432901656790333_1161292077_nSeq. 47 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera em plano médio na janela com Chibamar Bronx e Américo Giallo.

Chibamar Bronx: Olha que interessante, estes mortos ambulantes podres, mais lentos, conseguem vencer os outros mortos ambulantes!
Américo Giallo: Isso é bom, porque é mais fácil fugir destes mortos ambulantes mais lentos, os outros correm muito!
Chibamar Bronx: Daqui a pouco vai escurecer, acho melhor a gente passar a noite aqui!
Américo Giallo: Certeza!

Chibamar Bronx fecha a janela.

47012_152957708195689_670958443_nSeq. 48 – Sol se pondo/dia-noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Sol se pondo. Filmar ele e acelerar a imagem prá se por rápido.

Zumbis lentos, arrastando ossos, tripas, pedaços dos zumbis raivosos de um lado pro outro.
Alguns zumbis contra aporta da garagem, outros zumbis chegando perto da janela onde Chibamar Bronx sempre abre para dar espiadinha.

Seq. 49 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close da ferida/mordida que Suicide levou no braço.
Plano médio de Suicide com mordida a mostra, coçando ela. CB Rot estava ao lado de Suicide cheirando pó.

Close de Suicide.

Suicide: Porra, essa mordida coça prá caralho! Que merda!

Plano médio de Klaus, Yoko e Nilda Furacão bêbados, os três estavam se tarando. Klaus dava espiadinha nos peitos das meninas como um tarado no fim do mundo.
Plano médio de Davi e Amélia ajoelhados. Davi fecha a bíblia e vai até Chibamar Bronx e Américo Giallo.
Close em Davi.

Davi da Silva: Isso é a ira de Deus!

Close em Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Se não calar essa boca vou te sentar a bolacha, crente viado!

E após falar, Chibamar toma gole da cerveja.

58484_10200609828908638_1510282910_nSeq. 50 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de Amélia se levantando e indo até Klaus, Yoko e Nilda Furacão. Ela para ao lado deles e olha prá cerveja.

Amélia dos Santos: Sempre tive curiosidade de experimentar cerveja, mas o pastor diz que é pecado!

Close de Klaus.

Klaus: Não é pecado não, é água benta com cevada, experimenta uma lambidinha!

Plano aberto com Klaus abraçando Amélia e dando cerveja para ela nos lábios. Amélia bebe com curiosidade, Klaus vai fazendo ela beber mais e mais. Enquanto Klaus dá cerveja para Amélia, Yoko e Nilda Furacão se olham sérias e se beijam fogosamente.
Plano de Klaus e Amélia olhando para elas. Klaus sorri tarado, Amélia faz sinal da cruz porque para ela é pecado duas mulheres se beijando.
Close do beijo gostoso e demorado de Yoko e Nilda Furacão.

64483_10200610623688507_81260445_nSeq. 51 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna-externa/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de lado com Chibamar Bronx e Américo Giallo abrindo novamente a janela. Assim que janela é aberta um zumbi tenta pega-los enfiando os braços para dentro. Chibamar Brox puxa o facão que Suicide tinha salvado e golpeia um dos braços.
Close do facão no braço.
Plano fechado de Chibamar Bronx levando esguichada de sangue/gosmas.
Plano médio de lado com Chibamar Bronx arrancando o braço e largando-o no chão.
Câmera rente ao chão, enquadrando pés de Chibamar Bronx e Américo Giallo e braço caindo no chão e ficando em primeiro plano.
Plano médio de lado com Américo Giallo empurrando zumbi.
Plano aberto atrás de Chibamar Brox e Américo Giallo, pegando as cabeças deles em primeiro plano, para mostrar zumbi caindo no chão e tendo dificuldades de levantar somente com um braço.
Plano geral, com zumbi lento podre parado com sua bunda virada para a câmera, bunda em primeiro plano, e ao fundo zumbi sem braço tentando levantar-se e na janela, protegidos por grades, Chibamar bronx e Américo Giallo olhando tudo. A bunda em primeiro plano solta um peido, merda começa a escorrer mole pelo buraco da calça que zumbi lento podre usava. Merda fica pingando das calças, completamente mole, fedida e pegajosa. Tudo em primeiro plano e com sons de peidos.
Plano fechado no rosto de Chibamar Bronx e Américo Giallo.

Américo Giallo: Olhe Chibamar, estes mortos ambulantes podres continuam com as funções de seus corpos… Antes eles comeram os mortos raivoso e agora estão cagando-os, veja lá aquele, ele está cagando nas calças!
Chibamar Bronx: Estes mortos ambulantes são fascinantes!
Américo Giallo: Não sei d’onde apareceram estes mortos ambulantes podres mais lentos, mas os outros são pessoas aqui da comunidade que foram infectados por alguma coisa!
Chibamar Bronx: Não tenho certeza do que vou dizer agora, mas eu acho que estas pessoas aqui da comunidade foram infectados por erva-mate radioativa, tenho quase certeza disso!… Quase todos os moradores daqui que vi antes de serem infectados estavam tomando chimarrão e agora estão aí, mortos reanimados por alguma coisa além da nossa compreensão!
Américo Giallo: Isso faz sentido, porque eu não tomei chimarrão nestes últimos dias, Suicide eu sei que não bebe chimarrão e todo este pessoal que está aqui não ter perfil de bebedores de chimarrão!
Chibamar Bronx: E antes eu encontrei uma plantação de erva-mate com um adubo bem estranho, nos recipientes que estavam espalhados pela plantação havia um símbolo nuclear e o logotipo das empresas Cronenberg. Estou começando a ligar os pontos!
Américo Giallo: Isso faz sentido, as empresas Cronenberg plantam erva-mate aqui na comunidade e nesta semana nos presentearam com pacotes da erva produzida por eles!
Chibamar Bronx: temos que dar um jeito de sair daqui!

Chibamar Bronx e Américo Giallo se viram para ver o que os outros faziam no porão.

Zombio 2_Noivos1Seq. 52 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de CB Rot e Suicide num canto, CB Rot estava acendendo um baseado para fumar. Dá tragada e oferecer prá Suicide que não quer, estavam com os olhos arregalados.
Plano médio do Pastor Davi ajoelhado rezando com sua bíblia.
Plano médio de Yoko e Nilda Furacão se beijando quente ainda, estavam excitadas.
Plano médio de Klaus abraçado em Amélia pegando a maconha que o CB Rot oferece, dá uma tragada e leva o baseado aos lábios de Amélia que fuma e tosse.
Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Pessoal, é melhor a gente descansar!

Plano médio de Klaus bêbado, abraçado em Amélia, com baseado na mão, dizendo.

Klaus: Relaxa Chiba, a vida é uma só… E numa situação destas a gente só pode fazer uma única coisa:

379198_10200729059016961_2144177011_nSeq. 53 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close no rosto de Klaus tomando a tela toda e completando a frase que dizia.

Klaus: FESTAAAA!!!!

Close de um som sendo ligado, TOCA UM SOM DISCO dos anos 70.
Closes diversos de bebidas sendo abertas, maconha sendo fumada (únicos que podem fumar maconha e beber cerveja são Klaus, Chibamar Bronx e Yoko), bocas bebendo, meninas se beijando, Klaus abraçando Amélia, mãos pegando cervejas, latas caindo no chão, etc…

Seq. 54 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de Klaus chegando com cerveja na mão e abraçando o Pastor Davi, que era o único que não estava bebebdo nada e continuava sozinho num canto rezando.

Klaus: Porra cara, tu precisa dar um pouco de risada da vida, relaxa porra!

E entrega uma cerveja para Davi que olha prá latinha e aí olha para Klaus.

Davi da Silva: Não sou disso, mas levando-se em conta que é a única água que temos, acho que dá prá tomar um golinho!

E bebe também.

525026_256238947843654_752936992_nSeq. 55 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado de Yoko e Nilda Furacão se beijando, quando terminam o beijo, Yoko diz no ouvido dela:

Yoko: Quero te comer!!!

Plano médio de Yoko e Nilda Furacão sorrindo com a proposta. Nilda Furacão pega Yoko pela mão e as duas atravessam o pessoal que bebia ali no porão e entram no banheiro que havia ali no porão.
Plano médio de Klaus olhando elas indo ao banheiro e aí vai até Amélia, que bebia cerveja, e abraça-a.
Plano fechado de Klaus e Amélia.

Klaus: Tava pensando, tu não vai querer morrer sem experimentar as delícias do sexo né?

Amélia, já bêbada, concorda sorrindo e balançando afirmativamente sua cabeça. Klaus beija-a nos lábios.
Plano médio de Klaus terminando o beijo e pegando Amélia pela mão e puxando-a também para o banheiro.

Seq. 56 – Banheiro/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano com câmera na porta do banheiro posicionada no alto (quase teto) mostrando Yoko e Nilda Furacão se beijando, as duas já estavam com os seios a mostra. Klaus entra com Amélia no pequeno recinto e a encosta contra a pia do banheiro, arrancando a nova camisa que ela usava e colocando seus seios a mostra.
Close nos seios de Amélia.
Close no rosto de Klaus que se aproxima da câmera.
Plano aberto no alto, quase teto, com Klaus beijando os seios de Amélia que estava bêbada.
Close nos seios de Yoko.
Close nos seios de Nilda Furacão.
Close nos seios de Amélia. (repetir estes closes na edição umas 4 vezes, rápidos, prá combinar com corte).

Zombio 2_Zumbi Podre 3Seq. 57 – Banheiro/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Close na ferida de Suicide, infectada, pulsante.
Plano médio de Suicide e CB Rot. Suicide se levanta alucinado, coçando e olhando para a ferida.
Close de Suicide.

Suicide: Porra cara, to sentindo uma sensação estranha aqui dentro, parece que eu cheirei coca!

Close de CB Rot.

CB Rot: Tu tem coca?

Close de Suicide.

Suicide: Não, depois que o morto ambulante me mordeu comecei a sentir uma energia, parace que cheirei muito pó, e pó do bom! Porraaaaa!!!

548618_10151463915479491_414363719_nSeq. 58 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral do banheiro com Amélia de quatro, escorada contra a pia, e Klaus abraçando-a por trás, querendo meter nela. No fundo Yoko e Nilda Furacão transando, assistindo, etc.
Plano subjetivo de Klaus por trás de Amélia, que olhar para trás encarando Klaus, séria e com medo.

Amélia dos Santos: Não! Não! Não posso deixar de ser virgem antes do casamento!

Close de Klaus.

Klaus: Não se preocupe baby, é só prazer!

Volta para o plano subjetivo de Klaus com Amélia olhando prá ele.

Amélia dos Santos: Não tira minha virgindade… Come meu cu!!! Mete no meu cu!!!

Close em Klaus sorrindo de satisfação ao ouvir isso, balançando a cabeça afirmativamente. Cospe na mão e passa na bunda dela e mete.

Plano geral do banheiro com Klaus metendo simulado na bunda de Amélia, que gritava e chorava de dor/prazer.

551522_10200729056256892_219320834_nSeq. 59 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de Chibamar Bronx, Américo Giallo e Davi fazendo um brinde com suas cervejas. estavam bêbados e felizes.

Chibamar Bronx: A gente até pode se foder, mas pelo menos vai se foder feliz!
E bebem suas respectivas cervejas em generosos goles.

Suicide para ao lado deles, coçava sua ferida.

Suicide: Porra, essa merda ta queimando por dentro… Eu preciso de outra mordida!!!

E Suicide vai em direção à porta da garagem.
Close na sua mão abrindo a tranca.
Close na outra mão abrindo a fechadura.
Plano médio de Suicide abrindo a porta. Lá fora zumbis e dia amanhecendo.

Seq. 60 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/externa-interna/noite, amanhecendo.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral, câmera fora da casa, enquadrando a porta da garagem, que se abre. Todos os Zumbis lentos podres ao redor da casa se viram em direção a porta, sua atenção foi chamada por Suicide.

Close de Suicide, enquanto fala alucinado pros zumbis ele bate contra seu pescoço, indicando onde é pros zumbis morderem ele.

Suicide: Quer morder alguém? Morde aqui então, porra!

Plano geral dos primeiros zumbis lentos podres agarrando Suicide, que cai com corpo metade prá fora da porta, metade prá dentro, impedindo que a porta pudesse ser fechada.
Plano de Chibamar Bronx, Américo Giallo, Davi e CB Rot olhando para Suicide sendo devorado sem entenderem direito o que estava acontecendo por causa da bebedeira.
Diversos planos de Suicide sendo devorado pelos zumbis, mais sangue, mais tripas e tudo em closes maravilhosamente lindos.

560248_10200611526111067_72440620_nSeq. 61 – Banheiro/interna/noite, amanhecendo.
Música:
Elenco:
Cenas:

Gritos de dor de Suicide ecoam por todo o porão e banheiro.
Plano geral de Klaus fazendo sexo anal com Amélia e Yoko comendo Nilda Furacão. Com os gritos eles param o que estavam fazendo. Primeiro Yoko percebe e Nilda Furacão percebe porque Yoko parou de beijá-la. As duas fazem Klaus parar de comer Amélia e os três saem rápido do banheiro. Amélia se levanta arrumando sua roupa, chorando.
Close do rosto de Amélia, chorando, com lágrimas vertendo de seus olhos, expressão de dor.

Amélia dos Santos: Me perdoa Jesus, me perdoa, mas dar o cu é bom demais!

Seq. 62 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna-externa/amanhcendo.
Música:
Elenco:
Cenas:

Grupo do banheiro para ao lado do grupo bêbado que via Suicide sendo devorado/comido pelos zumbis lentos podres.
Mais alguns closes sangrentos do banquete. Suicide morrendo.
Câmera no lugar de Suicide com os zumbis em primeiro plano e dali faz um zoom até rosto de Chibamar Bronx que olhava a cena surpreso.
Travelling com câmera passeando pelos rostos das 8 personagens que assistiam o banquete sem reação.
Alternar este travelling com closes dos zumbis devorando Suicide.
Plano aberto do grupo olhando a cena, todos sem reação.
Plano aberto dos zumbis ao redor de Suicide arranacando pedaços do corpo do jovem, enquanto mais zumbis apareciam na porta.
Plano médio com Yoko, Chibamar Bronx e Klaus em destaque.

Yoko: Temos que sair daqui, agora!!!

Plano aberto do grupo, a frase de Yoko meio que desperta todos do transe coletivo causado pela bebida e surpresa.
Plano de Klaus pegando fardinho de cervejas no freezer prá ter combustível para a viagem.
Todos saem rápidos em direção ao alçapão que dava para a cozinha, único lugar por onde escapar agora.

Zombio 2_Equipe7Seq. 63 – Cozinha casa do Rancho Baiestorf/interna-externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral da cozinha com todos saindo pelo alçapão em direção para fora da casa, ao passarem pela porta de entrada acham amontoado de tripas e ossos do que antes havia sido Petter Baiestorf.
Plano da horta, zumbis lentos podres ali.
Plano dos cactos, zumbis lentos podres ali também.
Plano do grupo embolado na porta de saída, ao fundo, entrando pela porta da área dos fundos, mais zumbis lentos podres. Klaus atira uma latinha de cerveja contra os zumbis.
Plano dos zumbis lentos podres passando por entre Klaus, Yoko e Chibamar Bronx, ignorando-os (porque eles haviam fumado maconha e bebido cerveja) e atacam CB Rot que só havia fumado maconha. Zumbis lentos podres só atacavam quem fumou maconha?
Grupo que fica prá fora do cercadinho é composto de Klaus, Yoko e Chibamar.
Grupo que fica ali com CB Rot sendo devorado por zumbis lentos podres é Davi, Amélia, Américo Giallo e Nilda Furacão.
Zumbis lentos podres passam por todos os bêbados, mas eles estão desesperados demais para perceber que os zumbis estão atacando apenas CB Rot que está caído perto da fruteira que tem ao lado da pia na cozinha.
Na edição alternar a cena do grupo vendo CB Rot lutar e ser devorado por zumbis, enquanto o trio de anti-heróis dialoga.

Plano de CB Rot caindo perto da fruteira.
Close dele desesperado.
Plano médio dos zumbis atacando-o, câmera subjetiva de CB Rot.
Plano médio de Américo Giallo, Davi, Amélia e Nilda Furacão desesperados com zumbis lentos podres ao redor deles.
Plano médio de CB Rot pegando uma cenoura (com folhas verdes ainda) que estava na fruteira.
Close da mão de CB Rot agarrando essa cenoura.
Close do rosto podre de um zumbi lento.
Plano médio de CB Rot cravando a cenoura no olho do zumbi.
Close no rosto de CB Rot levando esguichada de gosma na cara.
Plano do rosto do zumbi com gosma e melecas e cenoura fica enfiada no olho do zumbi que continua tentando devorar CB Rot.
Planos diversos de Américo Giallo, Nilda Furacão, Amélia e Davi, passando entre os zumbis de maneira bem devagar. Zumbis atacam eles mas não tão vorazes quanto estão atacando CB Rot.
Planos de CB Rot sendo destripado.

xxx

Fora da casa, já do lado de fora do portão com cerca que havia em volta da casa, trio de anti-heróis, sempre em plano médio com os três no enquadramento, conversava bêbado, calmamente, olhando a ação que se desenrolava a sua frente.

Chibamar Bronx: Porque fomos ignorados pelos mortos ambulantes?
Yoko: Porra, é bem estranho isso!

Klaus pegando mais uma latinha do fardinho que ele havia retirado do freezer para a fuga.

Klaus: Deve ser porque estamos bêbados!
Chibamar Bronx: Tu está falando merda!
Yoko: Não sei Chibamar, ontem teve aquele morto ambulante que te atacou e ignorou a gente, pois bem, tu não tinha bebido ainda e a gente já estava bebendo!
Chibamar Bronx: Será que isso que tu disse tem fundamento?

E ao terminar de dizer, Chibamar Bronx pega uma cerveja no fardinho de latinhas de Klaus. Abre e começa a beber.

Chibamar Bronx: Isso não significa nada, olha os outros ali sendo atacados, eles também beberam!

Klaus ri e completa.

Klaus: Beberam sim, mas não fumaram maconha; a gente bebeu e fumou maconha… E um monte!
Chibamar Bronx: Mas e o Suicide? Mas e o menino dos efeitos que ta sendo desmembrado agora, ali, na nossa frente?
Yoko: Eles estavam só fumando maconha, eles não beberam, faz sentido isso que Klaus falou!

Klaus Termina cerveja que bebia e atira contra um zumbi podre lento.
Close da latinha batendo na cabeça de um zumbi lento podre e Américo Giallo passa por ali abrindo caminho para Nilda Furacão, Davi e Amélia.
Plano deles ficando ao lado do trio de anti-heróis.
Plano de Américo Giallo fechando o portão da casa.

Zombio 2_Equipe11Seq. 64 – Pátio da casa do Rancho Baiestorf/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de Américo parando perto de Chibamar Bronx que lhe pergunta.

Chibamar Bronx: Onde podemos nos proteger?
Américo Giallo: Por aqui não há onde se proteger!

Plano médio dos zumbis podres lentos tentando caminhar pelo portão e cerca da casa, mas eram burros demais para conseguir abrir o portão.

Close de Yoko.

Yoko: É melhor irmos para outro lugar, eles são lentos, a gente consegue correr mais do que eles!

Plano médio do grupo.

Chibamar Bronx: E os outros mortos ambulantes? Aqueles que são mais rápidos?
Yoko: Isso é um problema prá depois!

Plano geral, cabeça dos zumbis lentos podres em primeiro plano tentando passar pela cerca/portão, com grupo correndo para fora do enquadramento da câmera.

Zombio 2_Chibamar Bronx2Seq. 65 – Patente no meio do mato/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Grupo composto de Chibamar Bronx, Yoko, Klaus, Américo Giallo, Nilda Furacão, Davi e Amélia, para por ali, todos meio espalhados.

Close de Chibamar.

Chibamar Bronx: Pessoal, escutem!

Todos olham para Chibamar.

Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Percebi que os mortos não estão atacando eu, Klaus e Yoko, tenho a teoria de que maconha misturada com álcool não deixa que eles nos ataquem, essa mistura deve tirar o cheiro de alguma substância da nossa carne que os atraí.

Plano fechado de Yoko e Klaus lado a lado.

Yoko: Que bom que foi ele quem percebeu!

Klaus e Yoko dão risada de Chibamar Bronx e seu ego.

Plano médio com Américo Giallo, Nilda Furacão e Amélia se entreolhando.

Américo Giallo: Isso não faz o menor sentido!

Amélia fica em primeiro plano olhando para Klaus.

Amélia dos Santos: Chega de drogas, chega de bebidas, chega de sexo! Vocês só pensam nisso! Eu dei minha virgindade prá esse mendigo bêbado, tu tirou de mim a pureza que eu estava guardando prá Jesus Cristo!

Plano de Klaus, ele toma gole de cerveja.

Klaus: Deu prá mim porque quis, além disto, foi só o cuzinho… Te fode crente de merda!

Plano de Amélia chorando, Nilda Furacão e Américo Giallo acalmam ela.
Plano de Klaus bebendo cerveja e Yoko rindo da situação.
Plano médio de Davi parando ao lado do Chibamar Bronx.

Davi da Silva: Você tem maconha aí? Não sei se acredito nesta teoria de vocês, mas quero me salvar, então não custa fumar um destes!
Chibamar Bronx: Tu acha que maconha é de graça?
Davi da Silva: Quanto custa? Posso pagar, sou pastor evangélico, eu tenho dinheiro!
Chibamar Bronx: Me dá cem aí!!!

Davi olha prá ele surpreso, mas puxa 100 reais e entrega para Chibamar Bronx que lhe passa metade de um baseadinho. Davi fica olhando para aquele pequeno baseado, não sabe se fez um bom negócio.

Plano de Américo Giallo abraçando Amélia, Nilda dá passo prá frente e diz para Klaus (que também está no plano.

Nilda Furacão: Tu é um bosta Klaus!

Ao que termina de falar um zumbi raivoso agarra-a forte e ambos caem ao chão. Klaus e quem mais estiver no plano ficam surpresos.

Plano fechado de vários zumbis raivosos surgindo do meio do mato em direção ao grupo.
Plano de Chibamar Bronx, Yoko e Klaus fugindo no impulso.
Plano de Américo Giallo salvando Amélia pela mão e o Pastor Davi correndo junto deles.
Plano de Nilda Furacão lutando contra os zumbis raivosos.
Close do zumbi raivoso mordendo-a.
Close de mais três zumbis chegando perto dela.
Plano de Nilda Furacão derrubando o zumbi raivoso que a mordeu e se levantando.
Plano do zumbi raivoso do chão agarrando seu vestido ao mesmo tempo que os outros zumbis chegam nela.
Close do vestido rasgando, Nilda Furacão fica nua.
Plano do zumbi no chão se levantando a altura da bunda de Nilda Furacão e morde sua bunda.
Close de Nilda Furacão gritando de dor.
Plano de outro zumbi raivoso mordendo seu peito.
Plano médio de Nilda Furacão sendo devorada, cai ao chão novamente.
Tripas, sangue, etc…

Seq. 66 – Pátio da casa do Rancho Baiestorf/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano dos zumbis podres lentos conseguindo abrir o portão e saindo dali.

Zombio 2_Zumbis_Equipe4Seq. 67 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral de Américo Giallo, Davi e Amélia correndo pro galinheiro que Américo Giallo já havia se escondido antes (não esquecer cadáver do zumbi raivoso que foi morto ali antes).
Plano dos três entrando no galinheiro. Amélia se senta num canto chorando, Davi fica em pé meio sem ação. Américo Giallo fica na porta do galinheiro olhando por uma fresta.

Seq. 68 – Arredores do galinheiro/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Vários zumbis lentos podres estão chegando ao redor do galinheiro.
Close do olhos de Américo Giallo olhando pela fresta da construção do galinheiro.
Zoom dos zumbis chegando.
Zoom do olho de Américo Giallo ali na fresta.

xxx
Américo Giallo se imagina no meio dos zumbis, beijando os zumbis, fazendo amor com os zumbis, numa orgia de sangue e vísceras, pus e amor. Tudo editado em câmera lenta e com grandes closes da língua de Américo Giallo lambendo corpos podres, zumbis lhe beijando de volta, etc…
xxx

Zoom de volta pro olho de Américo Giallo.

Plano médio de Américo Giallo se virando para a dupla de crentes.

Américo Giallo: Tô cansado de fugir, fiquem aqui que eu vou foder alguns rabos!!!

E antes que Davi ou Amélia esboçassem qualquer tipo de reação, Américo abre a porta e sai. Davi fecha a porta imediatamente de impulso e pela fresta vê Américo Giallo abrindo passagem entre meio dos zumbis com seu facão.

Zumbi Cangaceiro e Airton Bratz ao fundo em Zombio 2_Foto Andye IoreSeq. 69 – Estradinha de terra onde carro carbonizado está/dia..
Música:
Elenco:
Cenas:

Close do carro carbonizado com seus cadáveres ao redor.
Plano geral com Chibamar Bronx, Yoko e Klaus parando ali.
Close de Klaus bebendo cerveja e dizendo.

Klaus: Não temos bebida que chega para nos mantermos bêbados e este aqui é nosso último baseado!

Close de Yoko.

Yoko: Mas mesmo assim precisamos chegar até na cidade, lá poderemos nos esconder em algum local seguro!

Plano médio do trio de anti-heróis.

Chibamar Bronx: Tem um bar vagabundo aqui na Vila de Katsumi, sei onde fica, vamos prá lá que bebidas é certo que terá e com sorte o bodegueiro é maconheiro, todo mundo é maconheiro nos dias de hoje!

E o trio sai dali. Fica carro capotado.

Marcel ZombieSeq. 70 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera enquadrando corpo do zumbi raivoso morto na entrada do galinheiro. Travelling até fresta onde olho do pastor Davi estava enfiado tentando olhar o que acontecia do lado de fora.
Plano fechado de Amélia chorando e se lamentando.

Amélia dos Santos: Desculpa pastor, eu caí em tentação, eu bebi, eu fiz sexo, não sou mais pura, Jesus não vai me perdoar! Eu sou uma putinha pastor, eu sou uma putinha!!!

Plano médio do pastor se virando em direção de Amélia. Ele bebe restinho da cerveja e a joga no chão.
Close da latinha caindo perto de Amélia que chorava.

Amélia dos Santos: Pastor, o senhor está bebendo? O que é isso na sua mão?

Plano médio do pastor Davi segurando o baseado que comprou de Chibamar Bronx na mão, pronto para acender. Coloca-o na boca e diz.

Close dele falando.

Davi da Silva: É a hora da verdade, se Deus quiser esta bebida impura e a erva do diabo vão me proteger contra estes demônios!

E acende o baseado e dá uma grande e prazerosa tragada.
Close no rosto de Amélia chorando e olhando para pastor Davi.
Close no Pastor que estava dando nova tragada. Com baseado na boca ele se vira em direção a porta do galinheiro e abre ela e caminha para fora.
Close em Amélia gritando.

Amélia dos Santos: Não faça isso pastor Davi!!!

Plano médio do pastor Davi passando em câmera lenta entre os zumbis lentos podres com maconha sendo segurada nos seus lábios.
Planos dos zumbis lentos podres passando pelo pastor Davi, ignorando-o por completo.
Plano fechado de Amélia num canto do galinheiro se levantando e gritando, os zumbis chegam nela.
Close da mão podre de um zumbi puxando a roupa dela.
Plano médio de Amélia perdendo sua roupa e ficando nua.
Close de zumbis podre lento subindo por suas pernas e mordendo-a nas coxas.
Close de Amélia gritando de dor.
Plano detalhe de um zumbi aranhando os peitos de Amélia, sangue escorrendo.
Close de vários rostos podres de zumbis lentos, visão subjetiva de Amélia.
Plano fechado de Amélia tendo tripas arrancadas de seu corpo.
Detalhe de sangue caindo no chão.
Plano detalhe da entrada do galinheiro onde vertia sangue de Amélia para fora, grosso e em grande quantidade, câmera se afasta e faz giro enquadrando pastor Davi que estava olhando para a fiel sendo devorada, ele diz.

Davi da Silva: Obrigado senhor, obrigado por criar a cerveja e a maconha, obrigado senhor!

Zombio 2_Américo Giallo2Seq. 71 – Bar vagabundo da comunidade/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio acompanhando Yoko, Klaus e Chibamar Bronx que param atrás de um carro estacionado.
Plano geral do bar vagabundo. Na frente do bar, de costas para o trio, estava parado um homem (que era o bodegueiro), ele estava em pé, parado olhando para o bar.
Plano médio do trio de anti-heróis atrás do carro olhando furtivamente para o homem.

Klaus: Porra, vocês dois já mataram destes troços, deixa eu matar este aí!
Chibamar Bronx: Tá bom Klaus, pega um pedaço de pau pontudo e mata ele!

Plano aberto de Klaus saindo de trás do carro e pegando no chão um grande galho pontudo no formato de uma lança natural e seguindo em direção ao individuo ali parado.
Plano aberto da situação, bodegueiro em primeiro plano, Klaus vindo em sua direção com o galho pontudo (pelas costas) e lá no fundo Chibamar Bronx e Yoko atrás do carro. Klaus chega perto o suficiente para desprender o golpe fatal.
Close do rosto do bodegueiro, sadio, vertendo sangue pela boca.
Plano aberto do bodegueiro com o pau pontiagudo, uma verdadeira lança natural, atravessando seu corpo, com um órgão interno de seu corpo cravado na ponta pontuda do galho, gritando de dor e apontando sua mãos contra a câmera, numa imitação (com mesmo posicionamento) do final de “Flesh for Frankenstein”, dizendo para a câmera. Klaus atrás gargalhando.
Close do bodegueiro, rosto.

Bodegueiro: Porque o mundo é sempre injusto com os pobres?

Plano aberto, câmera do alto, com bodegueiro morrendo e ficando ali ajoelhado com pau lhe atravessando o peito (muito sangue jorrando ainda) e Klaus atrás dele fica sério após o diálogo e Chibamar Bronx e Yoko chegando perto dele.
Plano médio do trio de anti-heróis.
Close de Klaus.

Klaus: Ops!

Plano médio do trio de anti-heróis, parado, sem reação.

Close de Chibamar Bronx: Porra, acidentes acontecem, falta de sorte, companheiro!

Plano médio do trio de anti-heróis com Chibamar Bronx dando tapinha nas costas do bodegueiro após dizer diálogo e os três entram no bar.

Zombio 2_ZombiesSeq. 72 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/externa-interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto de Américo Giallo chegando até o porão onde estavam antes.
Plano fechado de uma zumboa lenta podre que sobrará ali comendo Suicide, que agora era um amontoado de vísceras e gosmas e ossos.
Plano fechado de Américo Giallo que avista uma corda na cerca.
Close da mão de Américo Giallo pegando a corda.
Plano médio da corda de Américo Giallo laçando a zumboa que comia quietinha os restos de Suicide. A zumboa lenta podre fica presa na corda de Américo Giallo e depois de rápida tentativa de luta é dominada e levada para dentro do porão.
Plano médio de Américo Giallo amarrando a zumboa imobilizada num caibro do teto do porão.
Close da zumboa tentando morder Américo Giallo, câmera subjetiva na visão de Américo Giallo.
Plano geral, zumboa amarrada em primeiro plano, de costas, para a câmera e Américo Giallo indo até os restos de Suicide, que ele arrasta para fora do porão e fecha a porta rapidamente e volta correndo em direção a Câmera, passando por ela.
Plano fechado-geral, zumboa amarrada em primeiro plano, com seu rosto preenchendo metade da tela e ela tentando morder câmera, e Américo Giallo ao fundo fechando o alçapão que ficava no final das escadas. Ao fechar ele volta até a zumboa e abraça-a por trás, colando seu rosto ao da zumboa e diz na orelha podre da zumboa.

Américo Giallo: Vou te foder todinha, fofura podre!

Plano aberto com Américo Giallo por trás da zumboa, rasgando sua roupa e revelando peitos completamente podres. Américo Giallo fica apertando os peitos da zumboa podre.
Close nas suas mãos remexendo as carnes podres e melecadas da zumboa.

Seq. 73 – Bar vagabundo/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral de Chibamar Bronx, Klaus e Yoko entrando atrás do balcão do bar e pegando várias bebidas.
Close de Klaus enfiando bebidas na sua inseparável mochila mágica etílica.
Close de Yoko bebendo uma cachaça do gargalo.
Plano fechado de Chibamar Bronx colocando bebidas nos seus bolsos.
Close de Klaus que acende um baseado e dá tragadas, câmera acompanha sem corte o baseado que passa da mão de Klaus para a mão de Yoko que o fuma e sua mão alcança para Chibamar Bronx que o fuma também.
Plano aberto do lado de fora do bar com bodegueiro morto ali. Trio de anti-heróis com seu estoque de bebidas passa pelo cadáver azarado.

Zombio 2_Atores2Seq. 74 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado no rosto meio comido de Amélia, câmera de afasta dela até chegar fora do galinheiro onde o corpo do zumbi raivoso estava caído no chão.
Close no estômago do zumbi raivoso que começa a ser forçado.
Close do rosto do zumbi raivoso balançando.
Close de seu estômago explodindo.

Plano médio do zumbi raivoso, agora em fotos, animar tudo em Stop Motion com verme fálico saindo de dentro dele, verme dá uma volta pelo corpo do zumbi raivoso, passando pelo seu rosto e subindo a parede do galinheiro.

Seq. 75 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral de lado com Américo Giallo beijando os peitos podres da zumboa amarrada, ele se levanta de frente para ela.
Close do rosto da zumboa tentando morder a câmera, plano subjetivo de Américo Giallo.
Plano médio com Américo Giallo se afastando da boca da zumboa.
Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Porra, mortos não podem ficar se mexendo!

Close de sua mão tirando seu facão da cintura.
Close da zumboa tentando mordê-lo.
Plano de Américo Giallo de frente a câmera dando golpe.
Close do facão cravado na cabeça da zumboa, sangue e gosmas, etc…
Close do rosto de Américo Giallo recebendo litros de sangue e gosma.
Plano médio de Américo Giallo tirando o facão da cabeça da zumboa que morre e fica pendurada, com Américo Giallo já dessamarrando ela.
Close da corda sendo desfeita nó.
Plano médio de Américo Giallo colocando a zumboa de barriga contra um banco e a bunda podre da zumboa ficando numa altura boa.
Close no rosto de Américo Giallo olhando a zumboa, ele cospe e câmera acompanha o cuspe que cai na palma da sua mão, bem devagar.
Plano médio com Américo Giallo passando a mão cheia de cuspe na bunda da zumboa.
Close dele abrindo zíper das calças.
Plano médio de Américo Giallo se posicionando atrás da zumboa e fazendo movimentos de seu pau entrando na bunda da zumboa.
Plano fechado com rosto da zumboa em primeiro plano e Américo Giallo comendo ela, beijando orelha dela, lambendo rosto podre da zumboa, numa celebração da necrofilia entre espécies.

14_ZumboaSeq. 76 – Patente onde Nilda Furação morreu/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral mostrando os restos de Nilda Furacão e vários zumbis raivosos mortos ali.
Câmera realiza travelling sobre os cadáveres.
Plano fechado de um zumbi raivoso morto.
Close do seu estomago explodindo.
Plano fechado do estomago do zumbi raivoso ao lado explodindo também.

Em stop motion via fotografias, mais dois daqueles vermes enigmáticos saem de dentro dos zumbis raivosos, andam pelo chão e saem juntos.

Seq. 77 – Estradinha onde há o carro carbonizado/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano aberto de um caminhão (ou qualquer outro carro) com logotipo “Empresas Cronenberg”. Porta do veículo se abre e dois homens saem de dentro do veículo usando macacões brancos (nas costas símbolo nuclear e nos bolsinhos frontais o símbolo “EC” das “Empresas Cronenberg”) e umas estranhas máscaras anti gás. Ambos os homens param olhando para o carro capotado queimado e para os cadáveres que estavam ali pelo chão.
Closes em alguns cadáveres.
Plano médio dos dois misteriosos técnicos das Empresas Cronenberg.

Empregado das Empresas Cronenberg 1: Mas que merda! A gente vai ser despedido, te falei que não podíamos usar lixo tóxico naquela plantação de erva-mate!
Empregado das Empresas Cronenberg 2: Não é tão grave não, só não podemos deixar a empresa do senhor Cronenberg ser relacionada ao acidente, é fácil colocar a culpa nesta colonada ignorante!
Empregado das Empresas Cronenberg 1: Porra, então é melhor a gente sair daqui logo, vamos voltar para a fazenda do Sr. Cronenberg!

Plano dos dois empregados se virando e começando a caminhar de volta para seu veículo.
Câmera desvia dos dois empregados das empresas Cronenberg e vai até atrás do carro capotado e revela que o trio de anti-heróis estava ali.

Seq. 78 – estradinha do carro capotado carbonizado/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano fechado de Chibamar Bronx, Klaus e Yoko.

Chibamar Bronx: Eu sabia que aí tinha coisa! Vou seguir eles!
Yoko: Vai sozinho, a gente vai voltar prá cidade!
Chibamar Bronx: Klaus, tu tem maconha ainda?
Klaus: Não Chibamar, fumamos a última no boteco!
Chibamar Bronx: Então que seja o que o acaso quiser!

E Chibamar Bronx se levanta para ir atrás do dos empregados da Empresa Cronenberg.

Zombio 2_Américo GialloSeq. 79 – Estradinha com carro capotado carbonizado/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Já dentro do veículo os empregados das empresas Cronenberg ligam o carro e quando começam partir, Chibamar Bronx entra, sem que ninguém notasse, atrás do veículo.

Seq. 80 – Estradinha do carro capotado carbonizado/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral com veículo das empresas Cronenberg se afastando.
Plano de Yoko e Klaus saindo de trás do carro com suas bebidas.
Close de Klaus colocando um baseado na boca e o acendendo, traga forte.
Plano médio de Klaus passando baseado para Yoko, que pega-o e fuma.
Close de um zumbi raivoso morto ali perto do carro carbonizado.
Plano médio de Yoko e Klaus.

Yoko: Vamos sair daqui!
Klaus: Na casa do meu irmão tem bebidas e maconha!
Yoko: Que lindo ouvir isso, podemos assistir ao fim do mundo trepando e bebendo e fumando!!!
Klaus: Yeaaahhhhh baby!!!

E eles se viram em direção contrária por onde saiu o veículo das empresas Cronenberg e vão embora, câmera lentamente desvia em direção ao cadáver do zumbi raivoso morto ali.
Close no estomago do zumbi raivoso que explode.
Stop Motion em fotografias de um verme saindo de dentro do corpo e andando pelo corpo e saindo pelo chão!

Seq. 81 – Porão da casa do Rancho Baiestorf/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano médio de Américo Giallo deitado ao lado do cadáver da zumboa, ele fumava um cigarro pós sexo e ela estava ali, linda, morta, podre, bem quietinha sem se mexer. Câmera se aproxima de Américo Giallo e quando para bem pertinho do rosto dele, ele sorri de maneira cafajeste para a platéia cúmplice.
Sayonara Américo Giallo!

Seq. 82 – Galpão/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral de um galpão numa fazenda com carro da empresa Cronenberg passando por uma pequena estradinha até estacionar na frente do galpão e os dois empregados saírem do carro. Empregado das Empresas Cronenberg 1 entra no galpão. Empregado das Empresas Cronenberg 2 sai em outra direção.
Plano de Chibamar Bronx saindo em silêncio da parte de trás do carro.
Close de Chibamar Bronx se protegendo para não ser visto atrás do carro, levanta seu rosto e olha o Empregado das Empresas Cronenberg 2 que limpava algo do lado de fora do galpão.
Plano do Empregado das Empresas Cronenberg 2 fazendo este alguma coisa.
Plano de Chibamar Bronx indo até o Empregado das Empresas Cronenberg 2 e cortando seu pescoço com facão.
Close da cabeça do Empregado 2 rolando pelo chão.
Plano de sangue espirando do seu pescoço. etc.
Empregado 2 cai morto ao chão, degolado, sangue espirrando denso e forte.
Plano de Chibamar Bronx entrando no galpão.

IMGA0795Seq. 83 – Galpão/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Câmera acompanha Chibamar Bronx que se esconde atrás de algumas caixas, Câmera para ali com Chibamar Bronx em primeiro plano e ao fundo o Empregado das Empresas Cronenberg 1 telefonando para seu patrão senhor Cronenberg.
Close do Empregado das Empresas Cronenberg 1.

Empregado 1: Senhor Cronenberg, temos certeza de que a infecção foi causada pela gente! (…) Isso, lixo tóxico não é um bom fertilizante não! (…) Não!!! (…) Sabe, eu acho que precisamos parar de fabricar a erva-mate imediatamente e começar a produção da Viper! (…) Isso, aquela bebida que apresentei na última reunião! (…) Sim, tenho a formula dela aqui no galpão! (…) deixa comigo Sr. Cronenberg!!!

Planos de Chibamar Bronx ouvindo a conversa inteira para inserts.

Plano médio do Empregado 1 desligando o telefone, sentado sobre a mesa.
Plano de Chibamar Bronx saindo com seu facão detrás das caixas.
Plano do Empregado 1 se assustando.
Plano de Chibamar bronx desferindo um golpe com facção.
Close do facão afundado no braço do Empregado 1.
Close do empregado gritando de dor.
Plano de Chibamar Bronx levando banho de sangue.
Close do braço caindo no chão e muito mais sangue.
Plano médio do empregado 1 com mão tentando estancar sangue que vertia de seu braço decepado. Empregado 1 se ajoelha de dor.
Chibamar Bronx pega-o pelo colarinho.

Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Você tem a formula de uma bebida nova?

Close do Empregado 1.

Empregado 1: Sim, é mais deliciosa do que a coca-cola, vai render milhões!

Close de Chibamar bronx.

Chibamar Bronx: Onde está?

Plano do Empregado 1 que abre uma gaveta e pega uma folha de papel (ou uma pasta prá ficar mais crível).

Empregado 1: Aqui!

Plano médio de Chibamar Bronx pegando a formula e erguendo seu facão para matar o Empregado 1.

Close do Empregado 1.

Empregado 1: Espere, não me mate, tenho aqui uma caixa com a Viper pronta, pegue!

Diz apontando prá uma caixa.
Plano de Chibamar Bronx desferindo o golpe nele sem nada falar.
Plano do facão afundado no peito do empregado 1.
Close de sangue respingando contra Chibamar Bronx, que puxa o facão do peito do empregado um.
Plano aberto do Empregado 1 caindo ao chão, morto. Chibamar Bronx calmamente caminha até a caixa que ele apontou.
Plano de Chibamar com caixa, ele tira uma garrafinha da Viper e olha para ela feliz, volta a colocá-la de volta na caixa e pega a caixa e sai dali.
Plano com câmera ao chão com Chibamar Bronx saindo pela porta onde entrou.
Enquanto Chibamar Bronx saía do galpão, ou logo após ele ter saído, colocar um verme que sai do estomago dos zumbis raivosos passando me frente da câmera em stop motion.
Enquanto verme passa em frente da câmera se escuta veículo ligando, Chibamar bronx estava roubando também o carro deles.

Imagem 006Seq. 84 – Cidade/ruas desertas/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Vários planos das ruas desertas da cidade, com Yoko e Klaus correndo entre as ruas, em direção a casa do irmão de Euclides.
Plano médio fechado de Yoko e Klaus com rua deserta ao fundo.

Yoko: Isso ta bem estranho, to achando que a contaminação chegou aqui antes da gente!
Klaus: Chegando na casa do meu irmão vamos estar protegidos!

Plano aberto com ruas desertas de Klaus e Yoko rumando em direção a subida que dá prá casa do Souza.

Seq. 85 – Casa do Souza/externa/dia
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano geral da casa de Souza, Klaus e Yoko correm até na porta.
Plano fechado de Yoko arrombando a porta, era uma perfeita delinqüente.
Yoko e Klaus entram na casa.

Seq. 86 – Casa do Souza/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de Yoko entrando e fechando a porta e Klaus passando pela câmera, largando sua mochila de bebidas na frente da câmera.
Plano aberto de Klaus abrindo uns armários, procurava algo. Logo encontra um tijolão de maconha.
Close no tijolo de maconha.
Plano fechado de Klaus olhando para Yoko e dizendo, enquanto abana com o tijolo de maconha.

Klaus: Estamos salvos!!!

Plano médio de Yoko ligando a TV que estava funcionando!

Plano da TV na tela, onde se via o Pastor Davi da Silva, completamente insano, dando um recado ao mundo enquanto bebia uísque e fumava um baseado.

Davi da Silva (na TV): Repito: Deus falou comigo! Ele me mostrou o caminho da salvação do apocalipse, quem ingerir bebidas alcoólicas misturada com boas doses de maconha, será salvo dos mortos ambulantes!!! Bebaaaaaa!!! Fummeeee maconhaaaa!!! Só assim você se salvará!!!

TV desliga.
Plano fechado de Yoko, rindo, sentada no sofá com Klaus do seu lado.

Yoko: Pastor filho da puta se salvou e vai salvar todo mundo!
Klaus: Um brinde!!!

Eles brindam com suas bebidas e se beijam ardentemente. Tinham o tempo todo do mundo agora somente para o amor.

Imagem 012Seq. 87 – Estação de TV/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Pastor Davi falando com executivo da estação de TV, jovem de terno e gravata.

Davi da Silva: Depois a gente cuida dos meus honorários, agora preciso usar o banheiro!
Executivo da TV: Fica por ali!

Seq. 88 – banheiro estação de TV/interna/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano do banheiro da estação de TV, pastor Davi entra no banheiro.
Plano do interior do vaso em Stop Motion onde um dos vermes que saiam de dentro dos zumbis raivosos andava em círculos.
Plano de Davi tirando as calças e se sentando no vaso.
Plano da sombra da bunda de Davi se movimentando sobre o interior do vaso sanitário onde estava o verme.
Plano de Davi sentado no vaso.
Close de seu rosto, ele sente uma dor intensa, grita de dor, deixar a entender que o verme fálico entrou por seu rabo.

Seq. 89– Estacionamento de uma empresa/externa/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Na legenda aparece escrito sobre a imagem: “CIDADE VIZINHA”.
Carro das empresas Cronenberg estaciona na frente dos escritórios da uma empresa.
Chibamar Bronx sai do interior do carro com pasta da formula da Viper nas mãos. Vai até a parte traseira do veiculo e pega caixa com bebidas.
Entra na empresa de refrigerantes.

Imagem 016Seq. 90 – Escritório/interior/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de Chibamar Bronx sentando-se com pasta nas mãos e caixa de bebidas que fica em seu colo.
Plano do dono da empresa de refrigerantes.

Dono: Bom dia, Sr. Chibamar!!! Acabei de ver na televisão sobre uma infecção na sua cidade, o que foi aquilo? Não vai se espalhar?

Plano de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Não se preocupe, a polícia já está resolvendo tudo!

Plano do dono.

Dono: Bem, sei que você é um homem de negócios, o que lhe trás aqui?

Plano de Chibamar.

Chibamar Bronx: Estou aqui porque tenho a formula de uma bebida maravilhosa para te vender!

Plano do dono.

Dono: Hum, tem uma amostra desta bebida maravilhosa para mim experimentar?

Plano de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Tenho, aqui!”

E entrega a bebida retirada da caixa para o dono da empresa de refrigerantes.
Plano do dono da empresa de refrigerantes olhando para a bebida.
Close na garrafa de Viper.

Plano de dono.

Dono: Viper? O nome já é uma delícia!

E gargalha levando a garrafa a sua boca, tomando generosos goles da bebida experimental até parar de bebê-la com sorriso nos lábios.

Dono: É muito boa!

E bebe mais.
Plano de Chibamar Bronx sorrindo.
Plano do dono sentindo algo.
Close da garrafa de Viper caindo no chão.
Plano do dono começando a derreter.
Pingos de gosma começam a jorrar dele.
Close em pingos no chão.

Plano de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx (olhando para a Câmera): OOOPPPPPS!

Seq. 91 – CRÉDITOS FINAIS.
Música:
Elenco:
Cenas:

Montar os créditos finais com nome dos atores sobre suas imagens.
E depois equipe-técnica e tudo mais.

Zumbis de Zombio 2_Foto Andye IoreRoteiro re-escrito entre o primeiro e segundo bloco das filmagens:

Como o dinheiro do filme praticamente terminou nos primeiros 15 dias de filmagens, re-escrevi o roteiro e, num sistema ainda mais de guerrilha, filmamos o que faltava com uma equipe-técnica reduzida (a equipe inicial, enorme, foi reduzida à umas 9 pessoas e uns 6 figurantes fazendo zumbis, mais elenco principal, e filmamos tudo em mais 11 dias de trabalhos insanos)

Seq. 19 – Bosque da Canibal/dia
Música:
Elenco: Chibamar Bronx e um cadáver.
Cenas:

Plano de árvores e céu.
Plano médio de Chibamar Bronx com revólver a mão caminhando nervoso entre as árvores.
Plano fechado de Chibamar Bronx até ele para em frente a câmera olhando para o chão.
Close num corpo morto completamente ensangüentado, sujo, com tripas pelo corpo.
Plano aberto com Chibamar Bronx se agachando, mete mão no bolso do morto e pega dinheiro, guarda em seu bolso, se levanta intrigado. Chibamar Bronx sai dali.

Imagem 022Seq. 21 – Plantação de Erva-Mate/dia
Música:
Elenco: Chibamar Bronx.
Cenas:

Vários planos abertos e fechados de árvores de erva-mate.
Plano aberto de uma plantação de erva-mate com Chibamar Bronx caminhando por ali. Ele entra na plantação.
Plano aberto da plantação de erva-mate e pelo chão vários recipientes de adubo espalhados pelo chão.
Close num destes recipientes que trazia o símbolo nuclear e o logotipo das empresas Cronenberg.
Chibamar Bronx se agacha e pega um destes recipientes e fica olhando-o.
Close no rosto de Chibamar Bronx pensativo.
Close na árvore enraizada ao chão molhada com uma espécie de gosma pegajosa esverdeada melequenta.
Close no Rosto de Chibamar Bronx.
Close no recipiente do adubo nuclear.
Close numa árvore de erva-mate cheia de folhas.
Close em Chibamar bronx que coça a cabeça.

Chibamar Bronx: Mas que caralho, to achando isso bem suspeito!

Chibamar Bronx abre o recipiente nuclear e pega uma amostra do solo melado com um pedaço de pau e coloca dentro do recipiente, fecha-o e se levanta dali.
Plano aberto de Chibamar Bronx saindo as plantação com recipiente nuclear suspeito nas mãos.

Imagem 028Seq. 23 – Horta da casa do sítio/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Cafetão Gay.
Cenas:

Close da boca de Nilda Furacão aberta de modo sexy, uma banana entra por sua boca e ela morde.
Plano aberto de Nilda Furacão e seu cafetão gay, que bebia chimarrão, discutindo num quintal extremamente pobre, com restos de cadeiras e sofás quebrados, panelas espalhadas, lonas, etc.

Nilda Furacão: Porra sua bicha! Este é o último show que eu vou fazer, chega desta vida maldita de shows em inferninhos vagabundos e de boquetes em velhos gordos!!!

Cafetão Gay: Nilda, sua puta burra, você não sabe o que diz! Você é burra demais prá entender que estou te dando fama e sucesso!

Nilda Furacão: Fama e sucesso? Não fode sua bicha!!! Olha onde tu me colocou prá viver, olha essa bosta de casa! Eu vou embora daqui, eu conheci um fuzileiro naval que vai me dar uma vida nova, ele é decente e rico, vai me tirar desta vida de boquetes e shows horríveis!

Plano fechado do Cafetão Gay terminando de tomar o chimarrão, sério.
Plano fechado de Nilda Furacão olhando para ele com raiva.
Plano fechado do Cafetão Gay, quando começa a falar também começa a tossir uma estranha gosma verde.

Cafetão Gay: Puta!!!

Nilda Furacão: Bicha!!!

Cafetão Gay: Puuutttaaaa Burraaaaaa!!!

Nilda Furacão: Bichaaaaa Pobreeeee!!!

Improvissar bate rebate com essas palavras e dar ritmo na edição.

Cafetão Gay: Putaaaaaaaa!!!! (finaliza frase com ele morrendo, tossindo e VOMITANDO SOBRE OS PÉS DE NILDA).

Close no rosto de Nilda Furacão enojada.
Close nos seus pés cheios de vomito verde transbordando.
Close no Cafetão Gay vomitando mais nos pés de Nilda.
Plano médio de Nilda vomitando sobre a cabeça do Cafetão Gay.
Plano fechado de Nilda limpando sua boca após vomitar, estava emputecida.
Plano aberto de Nilda dando um tapa no rosto do Cafetão Gay, que revida arrancando o vestido dela e seus seios pulam para fora.

Nilda Furação: Toma sua bichaaaa! Bichaaaaa!!!

Plano de Nilda socando o Cafetão Gay com seus peitos, um direita/esquerda com seus peitos e depois uma direta com seus dois seios fazendo o Cafetão Gay voar para o chão, onde fica se contorcendo/morrendo com baba verde da erva-mate infectada.
Plano fechado de Nilda saindo dali enfurecida, ainda nua, com seus sapatos sujos de vomito nas mãos.
Plano fechado do Cafetão Gay morrendo.

Imagem 029Seq. 24 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/Zumbi Raivoso.
Cenas:

Américo Giallo entra no galinheiro na maior correria, se escondendo ali.
Plano Interno de Américo fechando a porta e espiando por frestas.
Subjetiva de Américo Giallo olhando pela fresta onde enxerga o Zumbi Raivoso procurando-o.
Close do Raivoso procurando Américo Giallo, não encontra nada, foge dali.
Plano de Américo Giallo ficando mais aliviado.

Seq. 25 – Bosque Canibal/Dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão.
Cenas:

Plano fechado dos pés de Nilda vomitados.
Plano médio de Nilda quase chorando., recolocando o vestido.

Nilda Furacão: Porque todos os homens me magoam? Porque homens, mesmos as bichas, não podem ser carinhosos?…

Close dela colocando nos pés seus sapatos vomitados, closes nojentos.

Nilda Furacão: Mas foda-se, hoje eu coloquei um ponto final nesta vida desgraçada de obediência aos homens, a partir de hoje eu serei apenas mulher de um homem, meu fuzileiro naval lindo e querido!

Seq. 26 – Horta da casa do sítio/dia.
Música:
Elenco: Cafetão gay.
Cenas:

Plano-travelling de vomito e lixo no pátio da casa de Nilda Furacão até enquadrar o Cafetão gay morto que abre os olhos e desperta raivoso babando verde.
Cafetão Gay se levanta nervoso e sai dali.

IMGA0796Seq. 27– Bosque canibal/Dia.
Música:
Elenco: Nilda/Zumbi Podre com facada no rosto.
Cenas:

Plano fechado do Zumbi podre com faca saindo pelo rosto, ele enxerga Nilda Furacão e sai lento em direção a ela.
Plano de Nilda Furacão olhando para o zumbi podre que se aproximava.

Nilda Furacão: Mas que diabo, parece um daqueles punheteiros que iam no puteiro atrás de boquete de cinco pila!

Plano aberto do zumbi podre atacando Nilda, que se defende derrubando-o.
Plano fechado de Nilda.

Nilda Furacão: Caralho, isso não é um punheteiro, isso parece um endemoniado!

Plano fechado do zumbi podre tentando se levantar.
Plano aberto de Nilda chutando o rosto do zumbi podre que é jogado para o chão novamente.
Plano fechado do zumbi podre fazendo “hurrrggggg”.
Plano médio de Nilda Furacão saindo correndo, Zumbi podre se levanta e vai atrás.

Seq. 28 – Bosque Canibal/Dia
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/ Cafetão Gay Zumbi Raivoso.
Cenas:

Close nos pés de Chibamar Bronx caminhando por estradinha. Levava em suas mãos o recipiente de adubo nuclear.
Plano aberto de Chibamar Bronx parando e olhando em frente desconfiado.
Plano aberto do cafetão gay zumbi raivoso vindo em direção de Chibamar Bronx.
Plano médio de Chibamar bronx sacando seu revólver de dentro de seu terno.

Chibamar Bronx: Pare aí senão eu atiro!

Plano do Cafetão Gay cada vez mais próximo.
Plano de Chibamar Bronx mirando contra a câmera, cano do revólver em primeiro plano.
Plano com Cafetão Gay muito próximo.
Plano de Chibamar Bronx apertando o gatilho. Tiro não sai, Chibamar Bronx fica surpreso. Começa a fuçar em seus bolsos atrás de balas.
Plano do Cafetão Gay chegando perto de Chibamar Bronx.
Plano médio de Chibamar bronx ainda procurando munição nos bolsos.

Chibamar Bronx: Mas que merda, como fui esquecer as porras das balas?

Plano aberto com o Cafetão Gay atacando Chibamar Bronx, que se defende como pode com seu revólver descarregado.
Luta.
Close do revólver caindo ao chão.
Close do recipiente de adubo nuclear caindo ao chão.
Plano aberto de Chibamar Bronx derrubando o Cafetão Gay ao lado do seu revólver.
Plano close de Chibamar Bronx.
Plano close do revólver ao lado do Cafetão Raivoso.
Plano close do Cafetão Gay mais raivoso ainda.
Plano aberto de Chibamar saindo correndo, Cafetão Gay logo atrás.
Alternar os dois correndo, até momento que o Cafetão Gay raivoso bate contra uma árvore. Som de corpo sendo penetrado por galho.
Plano de Chibamar Bronx voltando e olhando o Cafetão Gay raivoso contra um galho pontiagudo, com tripas saindo do estômago e morrendo aos poucos. Closes obrigatórios, etc…

Chibamar Bronx: Tem algo muito estranho acontecendo nesta comunidade!!! Essa colonada ta mexendo com o investigador errado!

Enquanto falava limpa os bolsos do Cafetão Gay, tirando carteira e qualquer outro objeto de valor.

IMGA0798Seq. 29 – Porta do porão da casa do sítio/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Zumbi Podre/Suicide (se PC estiver disponível).
Cenas:

• GRAVAR ÁUDIO DE PC/SUICIDE GRITANDO: “Entra aqui, entra aqui!!!”.

Nilda Furacão entrando no porão da casa do Suicide, que após ela bater abre a porta rapidamente gritando para que ela entre., zumbi podre fica perambulando por ali.

Seq. 32 – GALINHEIRO/DIA
Música:
Elenco: Klaus/Américo Giallo/Zumbi Raivoso/Zumbi Raivoso do Andye Iore.
Cenas:

FINALIZAR AS PARTES COM KLAUS SENDO ATACADO POR ZUMBI RAIVOSO E AMÉRICO GIALLO SALVANDO-O.

FILMAR AINDA:

Plano aberto de um galinheiro, na frente da porta do galinheiro havia um colono caído no chão, suado e pegajoso, com os primeiros sintomas que os colonos do velório tiveram. Grupo para de correr ali, fica olhando para o cadáver ali caído.
Plano fechado do colono morto, cuia de chimarrão ao lado dele.

* Introdução das personagens já filmadas.

Plano médio de Klaus indo até o colono morto, ao parar na frente do colono, Klaus tira seu pau prá fora e urina sobre o cadáver gargalhando. (lógico que o pau de Klaus não aparecerá aqui).
Plano da cachoeirinha de urina caindo sobre o colono morto.
Close de Klaus gargalhando feito criança.

* Reações do grupo fora do galinheiro já filmadas.

Close do rosto do colono morto abrindo os olhos vermelhos enquanto recebia a urina sobre sua cabeça.
Close no rosto de Klaus que grita de susto.
Plano médio do zumbi raivoso recém desperto se levantando e atacando Klaus, ambos caem no chão, desta vez com o zumbi por cima de Klaus, tentando morder o rosto de Klaus.
Plano fechado do Zumbi raivoso tentando morder o rosto de Klaus, a urina de Klaus pingava dos cabelos do zumbi raivoso de volta para o rosto de Klaus que estava assustado.
Plano médio da porta do galinheiro que se abre e revela Américo Giallo com um facão nas mãos, pronto para matar o zumbi raivoso, pega-o pelos cabelos e o levanta brutalmente.
Plano fechado de Klaus assustado.
Plano fechado do facão cravado na cabeça do zumbi raivoso, sangue respingava aos jorros, misturado a urina, tudo caindo contra o rosto de Américo Giallo.
Close de Américo Giallo recebendo jatos de sangue no rosto.
Plano médio com Américo Giallo arrancando o facão da cabeça do zumbi raivoso sem vida que despenca sobre o chão.
Plano aberto com Klaus se levantando.
Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Tudo bem contigo cara?

Close de Klaus, se limpando do sangue e urina que pingaram sobre seu rosto.

Klaus: Sim, obrigadão pela força, tu merece um golinho de uísque!

Plano médio de Klaus entregando garrafinha de uísque para Américo Giallo que bebe, enquanto o restante do grupo chega perto dele.

Plano do Zumbi Raivoso do Andye Iore aparecendo em corrida contra eles.

Seq. 46 – Local da luta dos zumbis/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Zumbis lentos podres haviam vencido a batalha e comiam os zumbis raivosos.
Closes de desmembramentos, tripas sendo devoradas, closes de dentes mordendo carnes, etc…
Banquete de zumbi, como todos que já filmamos.

IMGA0803Seq. 48 – Sol se pondo/dia-noite.
Música:
Elenco:
Cenas:

Sol se pondo. Filmar ele e acelerar a imagem prá se por rápido.

Zumbis lentos, arrastando ossos, tripas, pedaços dos zumbis raivosos de um lado pro outro.
Alguns zumbis contra a porta da garagem, outros zumbis chegando perto da janela onde Chibamar Bronx sempre abre para dar espiadinha.

Seq. 51 (39) – Janela do Porão/dia.
Música:
Elenco: Chibamar/Américo/Zumbi podre
Cenas:

Zumbi podrão cagando. Cenas que faltam na seqüência 51 que virou seqüência 39.

62-63– Porão/dia.
Música:
Elenco: Chibamar/Suicide/Zumbis podres.
Cenas:

Enquanto Suicide é devorado pelos zumbis, Chibamar bronx escapa do porão de fininho.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

IMGA0808Seq. 64 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/Nilda Furacão/Klaus/Zumbi podre/Zumbi raivoso morto na Seq. 32.
Cenas:

Plano aberto do galinheiro onde Américo Giallo tinha salvo Klaus. Zumbi raivoso estava caído ao chão com um zumbi raivoso que comia suas tripas. Américo Giallo, Nilda Furacão e Klaus param em primeiro plano.

Américo Giallo: Porque fomos ignorados pelos mortos ambulantes?
Nilda Furacão: Porra, é bem estranho isso!

Klaus pegando mais uma latinha do fardinho que ele havia retirado do freezer para a fuga.

Klaus: Deve ser porque estamos bêbados!

Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Tu está falando merda!

Trio em primeiro plano com zumbi podre em seu banquete sangrento ao fundo.
Close nas mãos do zumbi podre pegando tripas e levando até a sua boca para comer mais carne humana.
Trio em primeiro plano.

Américo Giallo: Isso não significa nada, olha os outros ali sendo atacados, eles também beberam!

Klaus ri e completa.

Klaus: Beberam sim, mas não fumaram maconha; a gente bebeu e fumou maconha… E um monte!
Américo Giallo: Eu não fumei maconha!
Nilda Furacão: Nem eu Klaus!
Klaus: Se não fumaram deviam fumar!

E ao terminar de falar acende um baseado e dá uma bela tragada.

Américo Giallo: Mas e o Suicide? Aliás, cadê o Chibamar Bronx e o Pastor Davi, nesta bagunça todo mundo sumiu!
Klaus: Suicide estava só bebendo cerveja, era um punkeka com medo da erva do diabo!

E Klaus gargalha ao terminar a frase!
Close na boca do zumbi podre comendo carne do raivoso ali morto.
Em primeiro plano o trio e ao fundo o zumbi podre.

Nilda Furacão: Américo, onde podemos nos proteger?
Américo Giallo: Por aqui não há onde se proteger!… Este é o momento dos vivos retomarem o controle!

E após dizer isso Américo Giallo sai com seu facão em direção ao zumbi podre que se banqueteava ali na entrada do galinheiro (toda ação de Américo pegando o zumbi lento deixar em segundo plano durante diálogo seguinte). Nilda Furacão e Klaus se entreolham sérios, Klaus dá tragada no seu baseado.

Nilda Furacão: É melhor irmos para outro lugar, eles são lentos, a gente consegue correr mais do que eles!
Klaus: E os outros? Aqueles que são mais rápidos?
Nilda Furacão: Isso é um problema prá depois!

E Klaus e Nilda Furacão saem dali, câmera se aproxima de Américo Giallo que estava empurrando o zumbi lento prá dentro do galinheiro. Porta se fecha!

Imagem 003Seq. 65 – Bar Rigão’s/dia.
Música:
Elenco: Chibamar/Rigão (bodegueiro).
Cenas:

Plano acompanhando Chibamar Bronx pela floresta até chegar no Bar Rigão’s, ali no pátio ele vê que seu carro foi roubado. Enquanto câmera fica rodando ao redor do rosto de Chibamar Bronx ele fica gritando:

Chibamar Bronx: Mas que droga, roubaram meu carro!!!… Ninguém mais respeita um investigador particular que representa a lei, que ia resolver tudo se estivesse motorizado! Que bela bosta!

Plano do balcão com Rigão, o bodegueiro, se levantando detrás do balcão! Ele sai dali e vai até perto de Chibamar Bronx.

Rigão: Seu Chibamar, o bispo pegou seu carro!
Chibamar Bronx: Bispo calhorda!… Típico desta gentinha cheia de fé, na hora do aperto só pensam em si mesmos!… Bem, fodido por fodido, me dá uma lambidinha rapaz!

Plano de Rigão abrindo seu sorriso de bodegueiro, pegando toalha dos ombros e dizendo:

Rigão: É prá já seu Chiba!

Seq. 66 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/Zumbi podre da cena 64/Mais 3 zumbis podres.
Cenas:

Caprichar no gore aqui, tudo exagerado.
Américo Giallo torturando o zumbi lento que ele pegou.
* Arrancar dedos.
* Close de dente do zumbi podre sendo arrancado com ponta do facão.
* Barriga do zumbi podre sendo aberta e tripas sendo retiradas com muito sangue.

Closes de Américo Giallo sádico. Gargalhadas, sadismo.
Planos de outros zumbis podres chegando próximos ao galinheiro enquanto Américo torturava o zumbi.

Finalizar a seqüência com câmera no alto mostrando os zumbis podres tentando entrar no galinheiro.
Seq. 67 A – SONHO DO KLAUS (já filmado, só falta editar)

Seq. 67 B – Barranco Wilson/dia
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Klaus.
Cenas:

Plano fechado em Klaus que desperta de um pesadelo completamente suado.
Plano aberto de Nilda Furacão se assustando com o despertar de Klaus.

Nilda Furacão: O que foi Klaus? Tu desmaiou de tanto beber, pensei que ia ter um treco!
Klaus: Calma baby, to acostumado com a bebida, sei bem o que eu faço!
Nilda Furacão: Mas tu acordou todo suado!
Klaus: Tava sonhando contigo gata! Sonhei que pintava um clima tri legal entre a gente! Eu te pegava toda gata e metia no teu rabo todo delicioso!

Close de Nilda Furacão séria.

Nilda Furacão: Porra Klaus, prá agüentar tuas bobagens em preciso de uma Lambidinha, vai seu boçal, me dá outra lambidinha!

Plano de Klaus pegando outra latinha de Lambidinha dentro de sua mochila, enquanto dizia:

Klaus: Não é bobagem não gata, foi um sonho erótico! Sonhos molhadinhos de fazer o fiofó ficar todo suado tchê!

Nilda Furacão abre sua cerveja.

Nilda Furacão: Não consigo saber se te dou uma porrada ou a bunda por este teu cinismo de macho sujo e decadente!

Plano aberto da dupla, Klaus gargalha bebendo cerveja.

Klaus: Se vai dar algo, dá teu rabo gostoso!

Foto8415Seq. 68 – Bar Rigão’s/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Rigão (Bodegueiro).
Cenas:

Plano médio de Chibamar Bronx e Rigão no balcão do bar vagabundo. Sobre o balcão várias latinhas de Lambidinhas abertas e bebidas.

Rigão: Não posso deixar meu boteco não seu Chibamar, aqui é meu porto seguro, é onde me sinto protegido!
Chibamar Bronx: Olha só, se você não vai ir embora comigo, pelo menos me dá algumas Lambidinhas!
Rigão: Posso te dar algumas Lambidinhas desde que tu me pague… Aliás, ontem quando tu saiu daqui, saiu sem pagar a conta!
Chibamar Bronx: Meu amigo, como tu se chama?
Rigão: Meu nome é Rigão, igual ta escrito ali na placa!

Chibamar Bronx pega-o pelo colarinho de modo violento e o traz para perto do seu rosto.

Chibamar Bronx: Pois bem seu Rigão, pegue umas Lambidinhas prá mim e enfia essa conta bem no meio do seu cu!!! Eu sou a lei e a lei não precisa se preocupar com suas contas em época de crise e estamos vivendo uma época de crise, então pega logo essas porras de lambidinhas prá mim porra!

Chibamar bronx solta Rigão, que fica todo manso.

Rigão: Calma seu Chibamar, não vamos ficar tensos!

E Rigão se abaixa atrás do balcão e se levanta com um bastão que bate contra o balcão. Chibamar dá um grande pulo e sai correndo dali.
Close em Rigão rindo muito!

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100Seq. 69 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/Zumbi podre torturado/mais 3 zumbis podres.
Cenas:

Plano do olho de Américo Giallo olhando por uma fresta da parede do galinheiro.
Plano aberto externo com vários zumbis podres tentando entrar no galinheiro.
Plano médio de Américo Giallo se virando para o zumbi podre que ele torturou (que estava sem os braços, mas ainda amarrado numa cadeira).

Américo Giallo: O que vocês são está muito além da minha compreensão, mas uma coisa é certa: Vou resolver isso tudo a base do facão!

Américo Giallo ajunta do chão um braço do zumbi podre torturado e enfia-o dentro da boca dele.

Américo Giallo: Queria comer carne de gente seu puto? Come a tua carne, come, anda seu viado!

Plano fechado do zumbi sendo abusado, sendo obrigado a comer seu próprio braço!

Seq. 70 – Barranco Wilson, parte de cima/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Zumbi podre.
Cenas:

Plano aberto de um zumbi podre perambulando com uma faca cravada em suas costas, até que é atropelado por Chibamar Bronx que fugia do Rigão, com o esbarrão Chiba e zumbi podre caem ao chão.
Plano de Chibamar Bronx caindo por debaixo do Zumbi podre, gosmas com vermes caem sobre rosto de Chibamar.
Plano aberto revelando que Chibamar e Zumbi podre estão em luta pertinho de um barranco.
Close de Chibamar e Zumbi podre em luta melequenta.
Plano médio mostrando que Chibamar viu a faca cravada nas costas do zumbi e quer tirá-la para ele se armar. Sua mão agarra o cabo da faca.
Close no zumbi podre reagindo a faca que é tirada de suas costas.
Plano médio mostrando que Chibamar conseguiu a faca, mas quase ao mesmo tempo ele deixa a faca cair para longe dele.
Plano de lado, em primeiro plano a faca caída e em segundo plano Chibamar segurando os braços do zumbi enquanto tenta pegar a faca que ele não consegue alcançar.
Close da mão de Chibamar tentando pegar a faca, não consegue.
Close de Chibamar e zumbi podre sobre ele.

Chibamar Bronx: Que merda, essa semana ta dando tudo errado!

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100Seq. 71 (Seq. 25) – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Klaus.
Cenas:

Plano aberto com Klaus pertinho de Nilda Furacão em pé próxima a parede de terra do barranco. Klaus pega Nilda Furacão pela cintura.
Close no rosto de Klaus.

Klaus: Me dá uma chupada?

Close em Nilda Furacão que gargalha e emenda.

Nilda Furacão: Porra, você é um mendigo abusado né?

Close em Klaus.

Klaus: Porra mulher, não sou um cara que passa vontades, não tenho nada a perder!

Close em Nilda Furacão pensativa. E diz.

Nilda Furacão: Talvez tu tenha razão Klaus, nosso mundo está desmoronando, desde que estes mortos começaram a levantar tudo está um caos… E depois, um boquete não se nega prá ninguém!

Plano aberto de Nilda Furacão se ajoelhando na frente de Klaus e abrindo zíper.
Close do Ziper.
Close da bunda de Klaus e calças que se abaixando tiradas pela Nilda Furacão, revelando uma bunda suja, com merda seca, de Klaus. Deixar visualmente nojento.
Plano aberto de Nilda Furacão simulando boquete e Klaus bebendo vinho, com mão na cabeça de Nilda Furacão.

Seq. 72 (Seq. 26) – Barranco Wilson, parte de cima/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Zumbi podre.
Cenas:

Plano aberto na beiradinha do barranco Chibamar Bronx luta contra zumbi. Chibamar Bronx dá soco na barriga do zumbi lento podre.
Close na sua mão dentro do estômago do zumbi, quando ele puxa a mão para fora tripas e gosmas saem juntas.
Plano médio de Chibamar Bronx segurando tripas para fora da barriga do zumbi, enojado. Zumbi continua avançando contra ele, empurrando-o contra o barranco.
Close nos pés de Chibamar Bronx e do zumbi lento podre (sapatão mais velho que arrumarmos) quase caindo no barranco.
Plano médio de frente para Chibamar Bronx perdendo equilíbrio, deixar claro que ele vai despencar barranco abaixo.
Close da mão de Chibamar Bronx pegando no braço de zumbi lento podre.
Close na outra mão de Chibamar Bronx segurando tripas do zumbi lento podre, tripas saindo de dentro do estõmago do zumbi lento podre.
Close no braço do zumbi podre lento se rasgando/soltando do corpo do zumbi.
Plano fechado em Chibamar Bronx caindo barranco abaixo, segurando em suas mãos as tripas do zumbi e o braço decepado do zumbi.

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100Seq. 73 (Seq. 27) – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Klaus/Chibamar Bronx/Zumbi podre
Cenas:

Close no rosto de Klaus que está gozando, prazer de orgasmo masculino estampado na face de Klaus.
Plano fechado no chão com Chibamar Bronx caindo no chão, com muitas tripas, sangue, gosmas e o braço podre decepado, caindo tudo junto sobre ele.
Plano médio de Klaus e Nilda Furacão, ela se levanta instintivamente e muito rápida. Klaus está gozando, mas meio que se vira de lado, em direção a Chibamar Bronx.
Plano fechado de Chibamar Bronx que logo após o banho de vísceras e sangue podre, leva jatos de porra (falsa, lógico!) em seu rosto.
Close no rosto de Klaus gozando.
Close no rosto de Chibamar Bronx levando porra.
Plano aberto com Chibamar Bronx enfurecido levantando-se e indo contra Klaus. Nilda Furacão avança e fica entre Chibamar Bronx e Klaus, apartando uma possível briga.
Plano fechado em Chibamar Bronx e Nilda Furacão.

Nilda Furacão: Fique calmo Chibamar, foi acidente, foi acidente!!!
Chibamar Bronx: Este filho da puta gozou na minha cara, eu vou matar este puto!

Plano médio em Klaus terminando de fechar zíper e dizendo.

Klaus: Calma Chiba, é só proteína!
Chibamar Bronx: Só proteína seria uma bala na tua cabeça, seu merdinha!

Plano do zumbi caído no chão tentando se levantar.
Close em Nilda Furacão, ainda entre Chibamar Bronx e Klaus.

Nilda Furacão: Sei que vocês estão tensos, mas é melhor sairmos daqui logo!

Plano fechado do Zumbi podre conseguindo se levantar. Detalhes de tripas e gosmas caindo ao chão!
Plano de Chibamar Bronx empurrando Nilda para o lado e dando um soco em Klaus que cai ao chão.
Plano de Klaus caindo.
Plano de uma grande pedra, mãos de Chibamar pegam essa pedra e a levantam.
Plano de Chibamar levantando a pedra acima de sua cabeça.
Close de Nilda Gritando.
Plano de Klaus gritando.
Plano de Chibamar largando a pedra sobre a cabeça de Klaus, sangue espirra contra Chibamar Bronx.
Plano de Nilda gritando chocada.
Plano do zumbi olhando a violência explícita humana, meio parado sem ação.
Plano de Chibamar sobre o corpo de Klaus batendo com a pedra contra a cabeça de Klaus.
Plano fechado de Chibamar Bronx recebendo litros de sangue contra seu corpo, batia com a pedra na cabeça de Klaus completamente raivoso.

Chibamar Bronx: Quero ver tu gozar agora, mendigo viado!

Plano aberto com zumbi retomando sua caminhada contra Nilda Furacão e Chibamar Bronx batendo na cabeça de Klaus. Sangue e gosmas sobre a terra.

Seq. 74 – Galinheiro/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/3 zumbis podres.
Cenas:

Américo Giallo com facão nas mãos olhando fixo para a Câmera, ri e com expressão sádica abre a porta do galinheiro e sai de encontro com os zumbis.
Detalhes de Américo sádico e dos zumbis podre bobões.

_DSC0038Seq. 75 A – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furação/Américo Giallo/Klaus morto/Zumbi podre.
Cenas:

Plano fechado em Nilda Furacão chocada chegando perto de Chibamar Bronx que se levanta, ela fica de costas pro zumbi podre.

Nilda Furacão: Você matou o Klaus!!! Você é um assassino!
Chibamar Bronx: Comigo é assim, faz merda eu desço o cacete! E este vagabundo merecia isso mesmo: Porrada!!!

Plano do zumbi podre se aproximando e agarrando o vestido de Nilda Furacão, que arranca-o.
Plano em close dos seios de Nilda Furacão ficando nus e câmera subindo até rosto dela que gritava enquanto o zumbi deixava-a nua.
Close de Chibamar Bronx olhando e ajeitando seus óculos!
Close do rosto do zumbi podre tirando o vestido na altura da bunda de Nilda Furacão e mordendo-a nas nádegas com muita vontade de comer carne humana.
Close de Nilda Gritando.
Plano detalhe do sangue escorrendo por suas pernas, com Nilda Furacão se virando para o zumbi, deixando sua vagina na cara do zumbi podre, que se levanta.
Plano do zumbi podre ficando na altura dos peitos de Nilda e mordendo o seio que deverá ser mordido.
Close de Chibamar Bronx olhando.

Chibamar Bronx: Pelo menos não vai ficar reclamando porque desci a porrada neste vagabundo!

Plano do zumbi podre rasgando a carne do peito de Nilda Furacão, sangue vertendo!
Seq. 76 – Galinheiro, pátio/dia.
Música:
Elenco: Américo/3 zumbis podres.
Cenas:

Américo já fora do galinheiro matando zumbis com seu facão.
Vários closes com muita gosma e sangue e tripas. Detalhes de facão dentro das carnes, tripas caindo, braços e pernas voando, sangue espirrando contra Américo Giallo, etc…

Brunoro, pensemos em algo simples mas de grande impacto visual nesta luta de Américo contra os zumbis.

_DSC0050Seq. 75 B – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Nilda Furacão/Klaus/Zumbi podre.
Cenas:

Plano do chão de terra, corpo de Nilda Furacão cai completamente nu e ensangüentado.
Plano do Zumbi podre se virando para Chibamar Bronx.
Close em Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Essas coisas podres não desistem de me perseguir, que diabo!

E Chibamar Bronx sai dali subindo pelo barranco com o zumbi atrás dele, tentando agarrá-lo pelos pés.
Closes de Klaus com cabeça amassada no chão ainda tendo espasmos de vida. Colocar um dos olhos dele com nervo saindo de dentro das órbitas dos olhos, pegando-o com a mão, ele tenta ver Chibamar Bronx fugindo do zumbi podre. Também enxerga Nilda Furacão morta aos seus pés.

Seq. 77 – Bar Rigão’s/dia.
Música:
Elenco: Américo Giallo/Rigão (bodegueiro)/zumbi podre no chão.
Cenas:

Plano de Américo Giallo jogando uma perna podre no chão enquanto caminhava alucinado.
Close da perna podre (com roupas) caindo no chão.
Plano de Américo Giallo parando e olhando.
Plano aberto mostrando o Bar Rigão’s com um cara (Rigão, o bodegueiro, agachado pegando num morto).
Plano de Américo Giallo pegando um pau pontudo no chão e atirando contra o Rigão como se fosse uma lança.
Close do rosto de Rigão recebendo a lança nas costas, sangue verte de sua boca.
Plano aberto do bodegueiro com o pau pontiagudo atravessando seu corpo, com um órgão interno de seu corpo cravado na ponta pontuda do galho, gritando de dor e apontando sua mãos contra a câmera, numa imitação (com mesmo posicionamento) do final de “Flesh for Frankenstein”. Américo para atrás dele com seu facão em punho.
Plano por trás da cabeça de Rigão que vira para olhar para Seu executor Américo.
Close no rosto de Américo que nada diz.
Close no rosto de Rigão que morre.
Plano aberto (câmera ao alto) de Américo Giallo olhando para Rigão ajoelhado no chão com pedaço de pau saindo por sua barriga.

Cerveja LambidinhaSeq. 78 – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Nilda Furacão/Klaus.
Cenas:

Plano de Nilda Furacão morta com sangue vertendo de alguma das mordidas que ela tinha levado do zumbi podre.
Plano de Klaus agonizando, pega no seu olho preso pelo nervo ótico e aponta em direção a Nilda Furacão morta.
Plano subjetivo de Klaus olhando Nilda Furacão.
Close no rosto de Nilda Furacão que abre seus olhos, nervosa, zumbificada. Ela se levanta!
Plano aberto mostrando Nilda Furacão pelada/ensangüentada se levantando e indo em direção ao Klaus que agonizava olhando-a por seu olho pendente.
Plano subjetivo do olho de Klaus pendurado com Nilda Furacão chegando perto dele e se agachando contra ele, levando suas mãos contra o pau dele.
Close de Klaus berrando de dor.
Close nos órgão genitais de Klaus vertendo sangue com mãos de Nilda entrando ali.
Close de Nilda zumbificada.
Close das mãos de Nilda arrancando o pau de Klaus.
Close de Klaus berrando de dor, rosto todo arrebentado das pedradas de Chiba.
Close do rosto de Nilda comendo o pau de Klaus como se fosse uma barra de cereais crocante.
Planos detalhes das podreiras.

Seq. 79 – Bar Rigão’s/Dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Plano de Américo Giallo atrás do balcão da bodega pegando uma Lambidinha e abrindo-a. Pensativo, mais calmo que antes, olhando para o cadáver de seu amigo bodegueiro.
Plano de Rigão morto imitando “Flesh for Frankenstein”.
Plano médio de Américo Giallo saindo de trás do balcão com latinha de lambidinha nas mãos.
Plano aberto de Américo Giallo parando ao lado de Rigão, sempre olhando para ele.
Close de Américo Giallo.

Américo Giallo: Desculpa amigo!!!

Plano aberto com Américo Giallo saindo dali com facão e cerveja nas mãos, Rigão fica ali morto sozinho!

Chibamar na KombiSeq. 80 – Carro capotado/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Empregados da empresa Cronenberg 1 e 2.
Cenas:

Plano aberto de uma Kombi com logotipo “Empresas Cronenberg”. Porta do veículo se abre e dois homens saem de dentro do veículo usando macacões brancos (nas costas símbolo nuclear e nos bolsinhos frontais o símbolo “EC” das “Empresas Cronenberg”) e umas estranhas máscaras anti gás. Ambos os homens param olhando para o carro capotado queimado e para os cadáveres que estavam ali pelo chão.
Closes em alguns cadáveres.
Plano médio dos dois misteriosos técnicos das Empresas Cronenberg.

Empregado das Empresas Cronenberg 1: Mas que merda! A gente vai ser despedido, te falei que não podíamos usar lixo tóxico naquela plantação de erva-mate!
Empregado das Empresas Cronenberg 2: Não é tão grave não, só não podemos deixar a empresa do senhor Cronenberg ser relacionada ao acidente, é fácil colocar a culpa nesta colonada ignorante!
Empregado das Empresas Cronenberg 1: Porra, então é melhor a gente sair daqui logo, vamos voltar para a fazenda do Sr. Cronenberg!

Plano dos dois empregados se virando e começando a caminhar de volta para seu veículo.
Câmera desvia dos dois empregados das empresas Cronenberg e vai até atrás do carro capotado e revela que Chibamar Bronx estava ali.

* Seq. 81 (filmada como Seq. 72)
AMÉRICO GIALLO ENCONTRANDO NILDA FURACÃO ZUMBIFICADA.

Seq. 82 – Carro capotado/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Empregados da Empresa Cronenberg 1 e 2
Cenas:

Já dentro do veículo os empregados das empresas Cronenberg ligam o carro e quando começam partir, Chibamar Bronx entra, sem que ninguém notasse, atrás do veículo.

* Seq. 83 (filmada como Seq. 75)
AMÉRICO GIALLO ESTUPRANDO NILDA FURACÃO MORTA.

Klaus olhoSeq. 84 – Galpão Cronenberg/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Empregados da Empresa Cronenberg 1 e 2
Cenas:

Plano geral de um galpão numa fazenda com carro da empresa Cronenberg passando por uma pequena estradinha até estacionar na frente do galpão e os dois empregados saírem do carro. Empregado das Empresas Cronenberg 1 entra no galpão. Empregado das Empresas Cronenberg 2 sai em outra direção.
Plano de Chibamar Bronx saindo em silêncio da parte de trás do carro.
Close de Chibamar Bronx se protegendo para não ser visto atrás do carro, levanta seu rosto e olha o Empregado das Empresas Cronenberg 2 que limpava algo do lado de fora do galpão.
Plano do Empregado das Empresas Cronenberg 2 fazendo este alguma coisa.
Plano de Chibamar Bronx indo até o Empregado das Empresas Cronenberg 2 e cortando seu pescoço com facão.
Close da cabeça do Empregado 2 rolando pelo chão.
Plano de sangue espirando do seu pescoço. etc.
Empregado 2 cai morto ao chão, degolado, sangue espirrando denso e forte.
Plano de Chibamar Bronx entrando no galpão.

* Seq. 85 (filmada como Seq. 81)
AMÉRICO GIALLO E NILDA FURACÃO PÓS COITO NECRÓFILO.

Andye RaivosoSeq. 86 – Galpão (externas no porão do sítio)/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Empregado Empresa Cronenberg 1
Cenas:

Câmera acompanha Chibamar Bronx que se esconde atrás de algumas caixas, Câmera para ali com Chibamar Bronx em primeiro plano e ao fundo o Empregado das Empresas Cronenberg 1 telefonando para seu patrão senhor Cronenberg.
Close do Empregado das Empresas Cronenberg 1.

Empregado 1: Senhor Cronenberg, temos certeza de que a infecção foi causada pela gente! (…) Isso, lixo tóxico não é um bom fertilizante não! (…) Não!!! (…) Sabe, eu acho que precisamos parar de fabricar a erva-mate imediatamente e começar a produção da Viper! (…) Isso, aquela bebida que apresentei na última reunião! (…) Sim, tenho a formula dela aqui no galpão! (…) deixa comigo Sr. Cronenberg!!!

Planos de Chibamar Bronx ouvindo a conversa inteira para inserts.

Plano médio do Empregado 1 desligando o telefone, sentado sobre a mesa.
Plano de Chibamar Bronx saindo com seu facão detrás das caixas.
Plano do Empregado 1 se assustando.
Plano de Chibamar bronx desferindo um golpe com facção.
Close do facão afundado no braço do Empregado 1.
Close do empregado gritando de dor.
Plano de Chibamar Bronx levando banho de sangue.
Close do braço caindo no chão e muito mais sangue.
Plano médio do empregado 1 com mão tentando estancar sangue que vertia de seu braço decepado. Empregado 1 se ajoelha de dor.
Chibamar Bronx pega-o pelo colarinho.

Close de Chibamar Bronx.

Chibamar Bronx: Você tem a formula de uma bebida nova?

Close do Empregado 1.

Empregado 1: Sim, é mais deliciosa do que a coca-cola, vai render milhões!

Close de Chibamar bronx.

Chibamar Bronx: Onde está?

Plano do Empregado 1 que abre uma gaveta e pega uma folha de papel (ou uma pasta prá ficar mais crível).

Empregado 1: Aqui!

Plano médio de Chibamar Bronx pegando a formula e erguendo seu facão para matar o Empregado 1.

Close do Empregado 1.

Empregado 1: Espere, não me mate, tenho aqui uma caixa com a Viper pronta, pegue!

Diz apontando prá uma caixa.
Plano de Chibamar Bronx desferindo o golpe nele sem nada falar.
Plano do facão afundado no peito do empregado 1.
Close de sangue respingando contra Chibamar Bronx, que puxa o facão do peito do empregado um.
Plano aberto do Empregado 1 caindo ao chão, morto. Chibamar Bronx calmamente caminha até a caixa que ele apontou.
Plano de Chibamar com caixa, ele tira uma garrafinha da Viper e olha para ela feliz, volta a colocá-la de volta na caixa e pega a caixa e sai dali.
Plano com câmera ao chão com Chibamar Bronx saindo pela porta onde entrou.

Seq. 87 – Cidade deserta/dia.
Música:
Elenco:
Cenas:

Inúmeros planos da cidade completamente vazia.

Chiba_Fla FlaSeq. 88 – Casa do Souza/Interna/Dia
Música:
Elenco: Chibamar Bronx.
Cenas:

Plano detalhe de uma torneira de pia de banheiro abrindo, as mãos de Chibamar Bronx pegam água.
Plano de Chibamar lavando seu rosto e depois se enxugando.

xxx

Plano detalhe de um copo recebendo uísque dentro dele e gelos.
Plano de Chibamar Bronx bebericando uísque.

xxx

Plano detalhe de Chibamar Bronx pegando telefone e tirando do gancho.
Plano médio de Chibamar sentado em seu sofá falando com seu chefe.

Chibamar Bronx: Boa tarde inspetor… Isso, é o investigador particular Chibamar Bronx… Sim senhor… Sim, já voltei da Ilha Redonda, a vila lá está com uma peste que faz os mortos voltarem a vida, seria interessante enviar algumas viaturas prá lá… Hum, já estão sabendo de tudo?… Sério… Tem um pastor ensinando na TV como se deve fazer para sobreviver ao ataque zumbi?… Interessante… Quem ia supor algo assim, bebidas alcoólicas e maconha?… Mas que interessante!… Não liguei antes porque estava numa fria por lá… O que?… Estou sendo despedido? Sim senhor, vai a merda o senhor também!

Chibamar Bronx desliga o telefone. Enquanto desliga o Telefone pega o controle remoto e liga a TV, dizendo:

Chibamar Bronx: Já fui despedido antes, daqui uns dias ligam implorando pelo meu talento de investigador particular! Vamos ver o que o tal pastor está dizendo em todos os canais!

Plano fechado da TV que liga, pastor Davi pregava ensandecido num altar evangélico televisionado por todos os canais de TV.

DAVI DA SILVA: Eu consegui fugir dos mortos que se levantaram porque tenho Jesus no coração!!! Fiquei preso num porão cheio de pecadores e Jesus fez os mortos entrarem neste porão, Jesus fez os mortos comerem todos os pecadores e eu, guiado por Jesus, consegui fugir! ALELUIA IRMÃOS!!! E mais, Jesus me mostrou como escapar das garras destes demônios que saíram do inferno! Jesus me mostrou o caminho da salvação do apocalipse, Jesus me mostrou a erva e a cerveja e disse: “Meu filho Davi, fume essa erva, beba essas cervejas e encontre a salvação!”. E foi o que fiz guiado pelo amor de Jesus. Bebi da cerveja de Jesus, fumei da erva de Jesus e fui salvo destes mortos sem deus no coração!!! Bebaaaaa!!! Fumeeee maconhaaaaa!!! Só assim você se salvará meu filho!!!

A TV é desligada.
Plano de Chibamar sorrindo e pegando o telefone, enquanto disca um novo número diz:

Chibamar Bronx: Bem espertinho este pastor!

Chibamar Bronx coloca o fone na orelha.

Chibamar Bronx: Opa meu amigo, seu… seu… Isso, Cristófer!!! Aqui é o Bronx, Chibamar Bronx, to te ligando porque tenho um negócio muito bom pro senhor!!! Sim, posso passar aí amanhã mesmo!… Até logo!

Chibamar desliga o telefone e pega do bolso interno de seu terno a garrafa de Viper.
Close da garrafa de Viper sendo colocada sobre a mesa.
Plano de Chibamar olhando prá garrafinha.

Chibamar Bronx: Sinto que agora tirei a sorte grande!

Seq. 89 – Rua Cafona/dia.
Música:
Elenco: Chibamar Bronx/Bicicleta estilo clássico.
Cenas:

Chibamar Bronx estaciona sua bicicleta numa calçada fodida, com uma casa laranja caindo aos pedaços. Desce da bicicleta portando uma sacola preta.
Entra pelo portão caindo aos pedaços.

* Seq. 90 (já filmada)
CHIBAMAR BRONX NEGOCIANDO COM CRISTÓFER NOLÃO.

91– CRÉDITOS FINAIS

Cerveja Lambidinha_poster copySeq. 92 – Barranco Wilson/dia.
Música:
Elenco: Klaus/Petter/Carli
Cenas:

Petter e Carli, dois videomakers falidos, encontram o cadáver de Klaus e ficam felizes que vão ganhar muito dinheiro filmando um deles fazendo sexo com aquele cadáver.
Klaus desperta e se levanta dos mortos.
Gritos.
Fade-out

93- GRAVAR NOME DO FILME, “ZOMBIO 2”, ESCRITO COM TRIPAS E MUITO SANGUE CAINDO COM GOSMAS.

94 – GRAVAR SONS PARA FACILITAR A EDIÇÃO DE SOM:
– Som do carro de Airton parando (pós atropelamento) com duas pessoas saindo do carro, batendo portas e tendo passos apressados.
– Zumbido de moscas sobre o sangue doce (para cenas dos mortos no decorrer do filme, gravar uns 5 minutos)
– Barulhos diversos: facadas, batidas, gemidos, respiração ofegante de pessoas cansadas, etc…

Roteiro de Petter Baiestorf.

Zumbis namorando em Zombio 2_Foto Andye Iore