Arquivo para cuba libre

Um Lugar Para Ficar

Posted in Literatura with tags , , , on março 30, 2011 by canibuk

ser jovem, idiota, pobre e feio

não contribui para fazer a vida parecer melhor.

tantos fins de tarde, examinando as paredes sozinho

sem

nada pra fumar

nada pra comer

(nós geralmente bebíamos rápido o meu salário).

ela sempre parecia ansiosa pra ir embora

ansiosa pra se mudar

mas primeiro ela me fez passar

pela sua escola

(me dando Mestrado e Doutorado

no assunto)

e ela sempre voltava no final,

ela queria um lugar para ficar,

ela dizia,

algum lugar pra deixar suas roupas.

dizia que eu era engraçado,

que eu fazia ela rir

mas eu não estava tentando ser

engraçado.

ela tinha pernas bonitas e era

inteligente mas não se importava

com nada,

e toda minha fúria e meu humor e

toda minha loucura apenas a entretinham

brandamente: eu estava atuando pra ela

como uma marionete triste em alguma farsa de mim mesmo.

algumas poucas vezes depois que ela saía eu tinha

vinho vagabundo e cigarros na mão suficientes

para uns poucos dias,

eu ouvia o rádio e olhando para as

paredes e ficava bêbado o suficiente para

quase esquecê-la

mas então ela voltava mais uma

vez.

nenhuma outra mulher me fez sentir tão

mal como eu me senti então

como naqueles fins de tarde

durante a caminhada de três quilômetros de casa para o trabalho

dobrando a viela

olhando a janela

e encontrando a cortina escura.

ela me ensinou a agonia dos desgraçados

e dos inúteis.

todos querem uma boa mulher, boa sorte, bom

tempo, bons amigos mas

para mim ela era um tiro no escuro

o clima estava frio e a bala

perdida

eu a enterrei cinco invernos depois de a ter encontrado,

raramente a via nos últimos três anos.

havia apenas quatro pessoas no enterro dela:

o padre

a proprietária da casa

o filho dela e eu.

isso não importava enquanto

eu lembrava

todas aquelas caminhadas pela viela procurando

em vão por uma luz por trás da cortina e quando

eu lembrava

todas as dúzias de homens que tinham fodido com ela e

que não estavam lá no fim.

sim apenas

um dos homens que tinham amado ela

estava lá: “meu funcionário louco do

depósito da loja de departamentos,” ela me chamava.

escrito por Charles Bukowski (respeitamos a grafia original do poema dele).

Penne ao molho de tomate

Posted in Culinária Vegetariana with tags , , , , , on fevereiro 19, 2011 by canibuk

Ingredientes:
(para meio pacote de penne)

1 cebola média bem picadinha
2 dentes grandes de alho
4 tomates maduros sem casca
1/2 pimenta dedo de moça picadinha
1/2 lata de ervilha
1/2 caixinha de molho de tomate
Orégano e salsinha verde ou seca à gosto
Sal e cominho à gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe o penne até ficar ao ponto al dente em água com sal à gosto e enquanto ele cozinha comece a preparar o molho.

Em outra panela esquente bem o azeite e refogue  o alho e a cebola até dourar, acrescente os tomates picados e mexa por alguns minutos. Coloque a pimenta picada. Continue mexendo e depois de cinco minutos acrescente a meia caixinha de molho de tomate e meio copo de água, mexa de vez em quando até ferver e acrescente as ervilhas, o cominho, a salsinha, o orégano e o sal à gosto.  Deixe apurar por alguns minutos em fogo brando e de vez em quando vá mexendo até o molho ficar no ponto de sua preferência.

Depois do macarrão escorrido, jogue um pouco de água fria filtrada em cima, isso faz com que ele fique soltinho e não grude, coloque a massa num refratário e jogue o molho por cima, acrescente queijo ralado à gosto.

Obs: Penne é uma massa que se deve comer al dente e que pede bastante molho, então dois cuidados necessários que se deve tomar ao prepará-lo é o de não deixá-lo cozinhar demais e não reduzir muito o molho. Não tenha medo de fazer bastante molho!!!