Arquivo para sobrenatural

Aparício e a Boiada

Posted in Quadrinhos with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 14, 2012 by canibuk

A Editora Vecchi, lá pelo final dos anos de 1970 e primeira metade dos anos de 1980, se especializou em publicar HQs de horror de artistas brasileiros. Paralelo à títulos como “Spektro” e “Pesadelo”, a Vecchi publicou várias outras revistas, como a “Histórias do Além” que trazia quadrinhos nos moldes daqueles eternizados pela, principalmente, “Spektro”. Digitalizei a HQ “Aparício e a Boiada”, com texto de E.C. Cunha e desenhos de Roberto Portela, da “Histórias do Além” número 20 (de novembro de 1982).

Estranha Parada

Posted in Quadrinhos with tags , , , , , , on agosto 11, 2011 by canibuk

Em junho de 1981 saiu a revista “Almanaque Sobrenatural” número 4, da editora Vecchi, que em suas páginas trazia uma HQ escrita por Lobo e desenhada pelo Bonini que se chamava “Estranha Parada”. Na época que essa revista saiu nas bancas eu tinha 7 anos incompletos (faço aniversário em novembro, então tinha uns 6 anos e alguns meses), mas meu pai comprou ela prá mim porque eu já esboçava minha preferência por arte e não esportes ou religião. Tenho até hoje na memória que fiquei fascinado com a HQ “Estranha Parada”, foi a primeira vez que vi referências ao sexo não convencional. Aquela cobra rastejando em direção ao paraíso, com a mulher amarrada no chão, suas pernas abertas e a calça abaixada, me deixou com tesão na época (apesar de que, com quase 7 anos, eu não sabia o que era tesão) e a idéia de cangaceiros esqueletos causou grande impressão em mim. Com meus quase 7 anos de idade, percebi que era possível misturar tudo e criar algo novo, o que só me causou problemas nos colégios nos meus anos seguintes, mas isso é coisa prá outro devaneio nostálgico que terei em outra oportunidade.

Posto aqui a HQ “Estranha Parada”, hoje em dia ela se tornou uma peça bem inocente e bobinha, mas gosto de pensar que essa idéia/argumento do roteirista Lobo poderia servir de ponto de partida para um filme sobre cangaceiros fantásticos, com uma pegada de horror gore erótico, personagens insanos, diálogos sarcásticos e tudo mais que deixa um filme virar uma boa e saudável diversão.